Ederson Honorato Campos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ederson
Ederson
Ederson com a camisa do Nice.
Informações pessoais
Nome completo Ederson Honorato Campos
Data de nasc. 13 de janeiro de 1986 (30 anos)
Local de nasc. Parapuã (SP), Brasil
Nacionalidade  brasileiro, Itália italiano
Altura 1,81 m
Destro
Informações profissionais
Período em atividade 2003–presente (13 anos)
Clube atual Brasil Flamengo
Número 10
Posição Meia
Site oficial ederson10.com
Clubes de juventude
2001–2003 Brasil RS Futebol
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2003–2004
2004
2004–2005
2005–2008
2008–2012
2012–2015
2015–
Brasil RS Futebol
Brasil Internacional
Brasil Juventude
França Nice
França Lyon
Itália Lazio
Brasil Flamengo
0046 000(23)
0003 0000(0)
0005 0000(1)
0105 000(19)
0115 000(11)
0050 0000(5)
0021 0000(3)
Seleção nacional3
2003
2010–
Brasil Brasil Sub-17
Brasil Brasil
0006 0000(2)
0001 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 20 de abril de 2016.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 10 de agosto de 2010.

Ederson Honorato Campos, mais conhecido por Ederson, (Parapuã, 13 de janeiro de 1986), é um futebolista brasileiro que atua como volante, meia ou atacante. Atualmente, joga pelo Clube de Regatas Flamengo.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Ederson se profissionalizou no Brasil jogando pelo RS Futebol Clube aos 16 anos em 2001, tendo ótimas atuações começou a ser convocado regularmente para a seleção brasileira sub-17, se tornando vice campeão sul-americano e campeão mundial da categoria em 2003. No inicio de 2004 foi emprestado para o Internacional.[1] Mas pouco jogou pelo clube gaúcho e no mesmo ano foi emprestado para o Juventude, terminando assim o campeonato brasileiro de 2004 pelo time da serra gaúcha que naquela época era treinado por Ivo Wortman.

Nice[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2005, Ederson se mudou para a França para jogar pelo Nice.[1] Então com 19 anos, seu bom futebol começaria a render bons frutos. Marcou seu primeiro gol no terceiro jogo pelo clube, na vitória de 2 a 1 no classico da Costa Azzura contra o Monaco. Na temporada seguinte, Ederson já vestia a camisa 10 e começava a se destacar.[1] Atuou pela equipe por três temporadas e meia, e marcou 19 gols em 90 jogos.[1]

Lyon[editar | editar código-fonte]

Já pensando num substituto para Juninho Pernambucano, que deixaria o clube ao fim daquela temporada de 2008, o Lyon desembolsar € 14,9 milhões por sua contratação em janeiro daquele ano. Cinco meses depois, Ederson era apresentado no clube junto com o goleiro Hugo Lloris.[1]

Ele recebeu a camisa 7 e logo se destacou atuando pelo clube francês. Foi um dos jogadores mais consistentes do time na disputa da Liga dos Campeões. Em duas excelentes temporadas, Ederson disputou 82 jogos, marcou oito gols e deu 12 assistências.[1]

Em julho de 2012, após o termino do contrato com o Lyon, Ederson se transferiu para a Lazio em uma operação sem custo para o clube italiano.[1]

Lazio[editar | editar código-fonte]

Depois de 4 anos no Lyon, em 2 de julho de 2012 foi anunciado como reforço da Lazio.[2]

No inicio da temporada com os novos companheiros, o jogador sofreu uma lesão no joelho direito após se chocar com o também brasileiro Hernanes. Ele ficou dois meses afastado dos gramado o que acabou atrapalhando o desempenho de Ederson em campo. Foram apenas cinco gols e quatro assistências do meia, que em janeiro de 2014 sofreu outro duro revés. Uma nova e grave lesão na coxa direita o fez perder todo o fim da temporada e o deixou definitivamente sem espaço na temporada seguinte.[1]

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Em 19 de julho de 2015, Ederson acertou com o Flamengo, dependendo apenas da liberação da Lazio.[3] No dia seguinte, o time de Roma anunciou a sua saída.[4] Horas depois, Ederson foi anunciado como novo camisa 10 da Gávea.[5]

Cquote1.svg Estou feliz, honrado e orgulhoso por estar aqui hoje. Era um sonho voltar ao meu país depois de jogar por anos em alto nível na Europa. Realizá-lo no maior do mundo e no clube de maior torcida me deixa ainda mais contente. Cquote2.svg
Disse Ederson, em sua apresentação no Flamengo.[6]

Fez sua estréia com a camisa rubro-negra no dia 12 de Agosto de 2015, no Maracanã. Na ocasião, o Flamengo derrotou o Atlético Paranaense por 3x2. Ele jogou apenas 65 minutos, mas deixou boa impressão. Neste tempo, apareceu com muita frequência para finalizar. O meia deixou o campo muito aplaudido pela torcida.[7]

Logo em seu segundo jogo pelo clube (partida contra o Palmeiras, válida pela 19a rodada do Brasileirão 2015) marcou logo 2 gols, seus primeiros com a camisa rubro-negra. No dia 23 de agosto 2015 no jogo contra o Sao Paulo ele marcou seu primeiro gol no Maracanã com a camisa do Flamengo. Como todos esperavam ele está se destacando, e joga como um camisa 10 que o flamengo não tinha faz tempo, aos poucos vai virar ídolo da nação.

No dia 27 de setembro de 2015 (derrota por 2 a 1 para o Vasco), Ederson sofreu lesão no ligamento colateral lateral do joelho direito.[8] Depois dessa lesão, ele tornou a jogar alguns minutos de amistoso contra o Orlando City (1 a 0), em 15 de novembro[9] , e do empate por 1 a 1 com a Ponte Preta, sete dias depois, pelo Brasileiro.[10] Com dores, porém, ele atuou por poucos minutos, em ambos os jogos. O departamento médico do clube, decidiu, então, fazer um trabalho a parte com o jogador e só liberá-lo para jogo quando estivesse 100%. Ou seja, sem qualquer reclamação de dor e perfeitamente equilibrado fisicamente.[11] Assim, após 104 dias sem jogar, ele retornou aos gramados no dia 05 de março de 2016, contra o Bangu, em partida válida pelo estadual.[12] Nesta partida, Ederson atuou durante 70 minutos[13] , e mesmo com falta de ritmo de jogo, ele se destacou com boa visão de jogo e passes precisos, como para o primeiro gol rubro-negro, marcado por Felipe Vizeu.[14]

Cquote1.svg "Bom retorno, com vitória, falta ritmo, força nas pernas, mas saio feliz. Estou muito feliz de voltar a jogar após meses e aproveito para agradecer ao departamento médico, comissão técnica e todo mundo que fez e faz um excelente trabalho comigo no Flamengo. Tenho que continuar esse trabalho para equilibrar a musculatura e mostrar meu futebol."[13] Cquote2.svg
Ederson, após o jogo contra o Bangu.

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Sub-17[editar | editar código-fonte]

Ederson atuou em todas as 6 partidas da campanha vitoriosa da Seleção Brasileira Sub-17 no Mundial da Finlândia em 2003, e marcou 2 gols.[1]

Cquote1.svg Na seleção sub-17, fomos campeões mundiais e vesti a camisa 10.> Cquote2.svg
Relembrou Ederson.[6]

Seleção principal[editar | editar código-fonte]

No dia 26 de julho de 2010, esteve presente na primeira convocação de Mano Menezes para a Seleção Brasileira. Ele entrou em campo para substituir Neymar aos 26 minutos do primeiro tempo e, três minutos depois, saiu com uma grave lesão na coxa esquerda, que o deixou cinco meses afastado.[1]

Características e estilo de jogo[editar | editar código-fonte]

Segundo o jornalista Mauro Cezar Pereira, da ESPN, Ederson não pode ser rotulado como um meia clássico, lento, sem mobilidade. Com presença constante na parte ofensiva, ele é mais fácil de ser caracterizado como um rápido meia-atacante, com bons passes, dribles e velocidade.[15]

Ainda conforme o mesmo jornalista, Ederson possui boa qualidade técnica, sabe manter a bola no pé e, no meio de campo, costuma povoar mais a faixa central, direcionado as investidas ofensivas para o lado esquerdo.[15]

Cquote1.svg Sou um meia de ligação. Meu principal papel é armar as jogadas e chegar por trás. Sem posse de bola, faço o papel defensivo para ajudar. O fato de as pessoas não saberem minha posição exata é que, na Europa, fui sempre polivalente, respeitando os pedidos dos treinadores. Já joguei como atacante pela esquerda, pela direita. Pelo centro e até recuado. Minha função é meia, chegando no ataque. Cquote2.svg
Ederson, sobre seu estilo de jogo.[6]

Ederson é um jogador de habilidade e inteligência, características atualmente escassas no futebol brasileiro. Além disso, demonstra ser um grande profissional e um jogador bom de vestiário.[16]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Até 20 de abril de 2016.

Clubes[editar | editar código-fonte]

[17]

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
RS Futebol 2003 34 20 0 34 20 0
2004 12 3 0 12 3 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 46 23 0 46 23 0
Internacional 2004 3 0 0 3 0 0
Total 3 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 3 0 0
Juventude 2004 5 1 0 5 1 0
Total 5 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 5 1 0
Nice 2004–05 5 1 0 2 1 0 5 1 0
2005–06 20 2 0 6 1 0 20 2 0
2006–07 30 6 5 2 0 0 30 6 5
2007–08 36 7 4 4 1 0 36 7 4
Total 91 16 9 14 3 0 0 0 0 0 0 0 105 19 9
Lyon 2008–09 35 5 7 2 0 0 8 0 1 45 5 8
2009–10 24 2 4 3 0 0 10 0 0 37 3 4
2010–11 8 2 0 8 2 0
2011–12 15 2 0 4 0 0 6 0 0 25 2 0
Total 82 11 11 9 0 0 24 0 1 0 0 0 115 11 12
Lazio 2012–13 15 1 1 8 2 2 23 3 3
2013–14 15 1 1 1 0 0 5 0 0 1 0 0 22 1 1
2014–15 4 1 0 1 0 0 5 1 0
Total 34 3 2 2 0 0 13 2 2 1 0 0 50 5 4
Flamengo 2015 8 3 1 2 0 0 1 0 0 11 3 1
2016 0 0 0 2 0 0 0 0 0 8 0 0 10 0 0
Total 8 3 1 4 0 0 0 0 0 9 0 0 21 3 1
Total na carreira 223 34 23 29 3 0 37 2 3 56 23 0 345 62 26

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

Abaixo estão listados todos jogos e gols do futebolista pela Seleção Brasileira, desde as categorias de base. Abaixo da tabela, clique em expandir para ver a lista detalhada dos jogos de acordo com a categoria selecionada.

Sub-17

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2003 6 2 0 0,33
Total 6 2 0 0,33

Seleção principal [18]

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2010 1 0 0 0
Total 1 0 0 0

Seleção Brasileira (total)

Ano
Jogos Gols Assist. Média
2003 6 2 0 0,33
2010 1 0 0 0
Total 7 2 0 0,28

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internacional
Lyon
Lazio
Seleção Brasileira

Vice-Campeonatos[editar | editar código-fonte]

  • 2001 - Vice-campeão do Gauchão sub-17 - RS Futebol[19]
  • 2003 - Vice-campeao do sulamericano sub-17 - Selecao brasileira

Referências

  1. a b c d e f g h i j «Ederson, reforço do Fla, teve pouco espaço no Lazio e carrega histórico de lesões». OGlobo.com. Consultado em 7 de dezembro de 2015. 
  2. «Ederson, ex-Lyon, assina com o Lazio». GloboEsporte.com. 2 de julho de 2012. Consultado em 21 de julho de 2015. 
  3. «Fla se acerta com Ederson, e negócio depende de liberação do Lazio-ITA». GloboEsporte.com. 19 de julho de 2015. Consultado em 20 de julho de 2015. 
  4. «Ederson: Lazio anuncia a saída do meia, que fica mais perto do Flamengo». GloboEsporte.com. 21 de julho de 2015. Consultado em 21 de julho de 2015. 
  5. «Chegou o 10: Flamengo confirma a contratação do meio-campo Ederson». GloboEsporte.com. 21 de julho de 2015. Consultado em 21 de julho de 2015. 
  6. a b c «Ederson chega ao Fla e revela desejo de 'colocar pedra' em cima das lesões». noticias.bol.uol.com.br. Consultado em 7 de dezembro de 2015. 
  7. «Pacotão do Fla: Emerson ensaboado, Ederson empolga e apoio a Cristóvão». GloboEsporte.com. Consultado em 7 de dezembro de 2015. 
  8. globoesporte.globo.com/ Ederson tem lesão em ligamento do joelho, e DM não dá prazo para volta
  9. globoesporte.globo.com/ De volta ao Fla após lesão no joelho, Ederson diz: "Preciso ter progressão"
  10. odia.ig.com.br/ Oswaldo vê Ederson em readaptação no Flamengo: "É um jogador de qualidade"
  11. globoesporte.globo.com/ Flamengo segura retorno de Ederson para entregá-lo 100% a Muricy
  12. globoesporte.globo.com/ A luta de Ederson para voltar: 8 horas de sono, 4l de água e boa alimentação
  13. a b globoesporte.globo.com/ Ederson celebra retorno após 104 dias: "Falta ritmo, força, mas saio feliz"
  14. globoesporte.globo.com/ Atuações: Em volta após mais de três meses, Ederson tem boa participação, cruzando para o primeiro gol e conseguindo bons dribles
  15. a b «Em cinco anos, 76 jogos, nove gols e luta contra lesões: Ederson, o novo 10 do Fla». ESPN.com.br. Consultado em 7 de dezembro de 2015. 
  16. «Ederson no Flamengo: bom para todo mund». ESPN.com.br. Consultado em 7 de dezembro de 2015. 
  17. «Football : Ederson» (em inglês). FootballDatabase.eu. Consultado em 20 de julho de 2015. 
  18. «Player - Ederson» (em inglês). National Football Teams. Consultado em 21 de julho de 2015. 
  19. «Ex-jogador do Inter é arma do Lyon contra o Barcelona». clicrbs.com.br. Consultado em 7 de dezembro de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.