Edie Britt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edie Britt
Pri. Aparição Pilot (episódio 1.01)
Última Aparição Everybody Says Don't (episódio 5.23)
Causa Morte
Informações
Aliases Edie McLain (nome anterior)
Edie Roswell (nome anterior)
Edie Williams (nome actual)
Gênero Feminino
Idade 49
Data da morte {{{Morte}}}
Profissão Agente imobiliária.
Família Travers McLain (filho)
Charles McLain (ex-marido)
Mr. Roswell (ex-marido)
Dave Williams (marido)
Ilene Britt (mãe)
Austin McCann (sobrinho)
Benjamin Hodge (sobrinho-neto)
Endereço 4362 Alameda Wisteria, Fairview
Religião Metodista
Desempenhado por Nicollette Sheridan
Kara Stribling (8 anos)
Criado por Marc Cherry

Edie Britt (anteriormente Edie McLain e Roswell; renomeado Edie Williams) é uma personagem fictícia da série do canal norte-americano ABC, "Desperate Housewives". A personagem foi criada por Marc Cherry e é desempenhada por Nicollette Sheridan. Edie é conhecida na Alameda Wisteria como uma predadora de homens.

Primeira Temporada[editar | editar código-fonte]

Na primeira temporada, ficamos a saber que Edie é uma dona de casa negligenciada pelas outras, que mantinham a sua distância no que tocava a Edie. Quando esta se mudou para a Alameda Wisteria, Martha Huber foi a única que se tornou na sua amiga. Martha era mal educada, cruel e rude, mas Edie não se importava, pois Martha era a única amiga que ela alguma vez tinha tido. Depois de Mike Delfino se mudar para a Alameda Wisteria, Edie sente-se atraída por ele. O problema é que Susan também gosta de Mike, e ele gosta mais dela do que de Edie. Edie tenta atrair a atenção de Mike, mas esta parece centrar-se sempre mais em Susan. Uma noite, Susan pensa que Mike e Edie estão a fazer sexo, e decide averiguar. Entra na casa de Edie sem ser convidada, com a desculpa de que ia pedir açúcar emprestado, e depois de ouvir barulhos de sexo, derruba uma vela acesa sem querer e a casa pega fogo. Edie passa a morar com Martha Huber, que encontra um copo medidor que não pertence a Edie. Martha descobre que o copo era de Susan, e começa a chantageá-la. Paul Young decide vender a casa, e Edie encarrega-se disso. Mas Paul encontra uma folha de papel personalizada na pasta de Edie que é igual ao da nota de chantagem enviada a Mary Alice antes dela morrer. Paul tinha anteriormente contratado um investigador/matador-de-aluguel, Mr. Shaw, para descobrir quem tinha feito com que a sua esposa se suicidasse, e paga a Mr. Shaw para que ele mate Edie. Mas Mr. Shaw descobre que o papel pertencia na verdade a Martha, e que Edie apenas o roubou. Paul visita Martha Huber e ela confessa que chantageou Mary Alice, e quando Paul se apercebe que ela não sente qualquer espécie de remorsos, mata-a. Edie fica preocupada sem saber onde a amiga está, apesar de ela a ter expulso da sua casa, e decide investigar. Chama a polícia, que arromba a porta da casa Huber e coloca uma fechadura temporária. Edie chama Felicia Tilman, a irmã de Martha, e juntas convocam a vizinhança para descobrir o que aconteceu a Martha. Susan convida o ex-marido, Karl, para o aniversário de Julie,[1] e Karl convida Edie para ser a sua companhia para a festa, o que chateia Susan. Quando Felicia conta a Susan que está a ler os diários da irmã, Susan receia que Edie descubra que ela pegou fogo à sua casa, e quando ninguém se oferece para ir com Edie despejar as cinzas de Martha, Susan vai com ela. Quando lhe conta a verdade, Edie fica furiosa, mas promete não ir à polícia, pois assim eles iriam investigar e a seguradora nunca mais lhe enviara o cheque, mas com uma condição: ela tem de ser convidada para os jogos de póquer. Depois de Susan se separar de Mike após ter descoberto que ele tinha estado preso por homicídio e por ser passador de drogas, Edie tenta animar Susan, levando-a a um bar. As duas entram depois na casa de Paul Young, à procura de provas de que ele tinha assassinado Martha Huber. No episódio "There Won't Be Trumpets", Susan sai com um dos empreiteiros que trabalha para Edie, e isto chateia-a imenso. No episódio "Sunday In The Park With George", Edie avista Bree num restaurante a dar comida à boca de George Williams, e pensa que eles estão a ter um caso. Depois de descobrir que Mike e Susan se vão juntar, Edie planeia uma intervenção, dizendo que tem medo de que Mike seja um assassino e de que Susan esteja a cometer um erro.

Segunda Temporada[editar | editar código-fonte]

Susan descobre que Edie tem andado a namorar o seu ex-marido, Karl, e que eles vão morar juntos, algo que a chateia, apesar de tentar convencer-se de que isso não a incomoda. Susan e Edie discutem sobre Karl, e Susan acidentalmente atropela Edie, fazendo com que ela partisse uma perna. No episódio "You'll Never Get Away From Me", Julie planeia cantar num espectáculo com Edie a tocar a sua música, mas Susan descobre e consegue fazer com que Julie queira cantar com ela. Karl e Edie discutem uma vez,[2] e Karl fica na casa de Susan. Os dois embebedam-se e Karl confessa que Edie o expulsou de casa porque encontrou uma fotografia de Susan debaixo do colchão da cama. Karl e Susan fazem sexo, e Julie encontra-os, ficando enojada, com receio de que eles se voltem a juntar. Quando Susan descobre que vai ser operada ao baço e que não tem seguro, pede ajuda a Karl, que se casa com ela outra vez para que ela beneficie do seguro dele. Edie encontra uma aliança e um contrato pré-nupcial na mala de Karl, e pensa que ele a vai pedir em casamento no Dia dos Namorados. Edie conversa com Susan sobre isto, e Susan tenta avisar Karl, mas não consegue, e quando Karl não pede Edie em casamento durante o seu jantar romântico, Edie fica desgostosa. Susan consegue finalmente avisar Karl, e este planeia então pedir Edie em casamento. Quando o faz finalmente, depois de Susan ter sido operada, e depois de estarem legalmente divorciados, Edie planeia casar-se com Karl durante a suposta festa de noivado. Mas Susan avisa Karl outra vez, e quando chegam a casa vêem que Edie esteve a conversar com o Dr. Ron, que lhe contou do esquema do casamento falso de Susan e Karl. Edie revela-se extremamente furiosa, e pede um casamento extremamente elaborado que Karl vai pagar e que Susan vai organizar. Na festa de noivado, Susan, a trabalhar como bartender, fica a saber que Karl escondia uma fotografia dos dois no livro de receitas de cocktails. Susan descobre que Karl ainda a ama, e que ainda a quer de volta. Karl conta a Susan que acabou a sua relação com Edie, e os dois fazem sexo. Mas Susan descobre que Karl lhe mentiu e expulsa-o da sua casa. Quando Karl deixa Edie, esta tenta descobrir quem é a mulher pela qual ele a deixou. Depois de saber que é Susan, Edie pega fogo à casa da falsa amiga. Susan descobre que Edie foi a culpada do incêndio, e tenta gravar uma confissão dela. Mas Edie encontra o gravador, e tenta obtê-lo. Mas acaba por ser atacada por um enxame de abelhas e é hospitalizada. Susan promete que vai destruir a cassete se Edie a ajudar com a seguradora, pois não quer que ela vá presa, mas Edie não se sente tocada e promete que quando sair do hospital, vai destruir Susan.

Terceira Temporada[editar | editar código-fonte]

Na estreia da terceira temporada, Edie tenta vender a casa da família Young e a casa da família Applewhite, com pouco sucesso. O sobrinho de Edie, Austin, vem morar com a tia por uns tempos. Julie Mayer sente-se atraída por Austin, e os dois envolvem-se. Quando Mike Delfino acorda do seu coma, Edie é a primeira a testemunhar, enquanto Susan se encontra no campo com Ian Hainsworth. Depois de descobrir que Mike perdeu dois anos de memória, Edie conta-lhe que Susan o tratava abaixo de cão e tenta tornar-se na sua nova namorada. Susan desiste, e decide ficar com Ian. Edie fica presa dentro do escritório de Harvey Bigsby no supermercado durante a situação de reféns causada por Carolyn. Quando Mike é preso por supostamente ter assassinado Monique Polier,[3] Edie deixa Mike. No episódio "Not While I'm Around", Julie e Austin pedem ajuda a Edie para arranjarem pílulas contraceptivas. Susan descobre que Edie ajudou a filha a arranjar a pílula, e irrita-se com ela. Ambas testemunham Austin a trair Julie com Danielle Van De Kamp. Depois de Julie deixar Austin, este fica deprimido, e Edie ajuda-o a arranjar emprego na Scavo Pizzeria. Edie é visitada por Travers McLain, o seu filho, e pede a Carlos para ficar a tomar conta dele. Através do filho, Edie envolve-se com Carlos. Inicialmente, eles fazem sempre mau sexo, mas depois, o seu amor por Travers resulta num sexo espectacular. Carlos ainda ama Gabrielle, mas depois de esta aceitar casar-se com Victor Lang, tenta uma relação mais séria com Edie. Quando o pai de Travers o vem buscar, Edie pede a custódia conjunta pois receia que Carlos a deixe. Mas Carlos promete-lhe que vai estar lá com ela não obstante, e ela desiste do processo. Edie diz a Carlos que ele pode mudar-se para a casa dela, mas Carlos rejeita a oferta. Quando Edie pergunta porque é que ele tem medo de se envolver mais seriamente com ela, Carlos responde que não a ama. Edie fica extremamente magoada, principalmente porque na altura pensava que estava grávida dele. Edie faz o teste de gravidez, e o resultado é negativo. Carlos fica triste, pois a ideia de ter um filho excitava-o. Edie diz-lhe que sempre podem tentar outra vez, e Carlos aceita. Mas Edie continua a tomar a pílula, recorrendo a esta decepção para manter o seu amado junto a si. No final da terceira temporada, Carlos descobre que Edie continuava a tomar a pílula e deixa-a, desgostoso. Edie fica desesperada, e, aparentemente, enforca-se com um cachecol na sua casa.

Quarta Temporada[editar | editar código-fonte]

Na estreia da quarta temporada, descobrimos que Edie não se tinha enforcado e que estava à espera que Carlos chegasse a casa para fingir uma tentativa de suicídio. Mas o plano corre mal quando Karen McCluskey chama Carlos à rua. Edie quase morre, mas Carlos consegue salvá-la. Edie é hospitalizada durante um mês, e quando sai, chantageia Carlos, utilizando uma conta bancária ilegal que ele possui nas Ilhas Cayman a seu favor, para que ele continue a namorá-la. No seu aniversário, Edie faz da sua prenda o pedido em casamento de Carlos. Os dois ficam noivos. Mas Carlos contrata um contabilista para mover o dinheiro da conta ilegal, e depois deixa Edie. Mas antes disso, Edie tinha contratado um investigador privado para descobrir se Carlos estava ou não a ter um caso, e fica a saber que é verdade, que ele a traía com Gabrielle, e Edie mostra as provas incriminadoras que o investigador lhe deu a Victor. Antes do tornado atingir Wisteria Lane no episódio "Something's Coming", Gabrielle e Carlos planeiam fugir juntos, e o contabilista Al Kaminsky, que Carlos contratara, irá entregar a Gabrielle o dinheiro da conta bancária ilegal. Mas Edie descobre que Gaby e Carlos se vão embora, e tenta averiguar o que se passa, e acaba por ser ela a receber o dinheiro de Al, que a confunde com Gabrielle. Gabrielle descobre que Edie tem o dinheiro, e as duas envolvem-se numa luta, e acabam por ter de se esconder na casa de Edie durante o tornado, enquanto Carlos chega a casa de Gaby para descobrir que Victor está à sua espera com uma arma. Os dois envolvem-se numa luta, mesmo depois de Carlos pedir desculpa pelo que aconteceu, mas Victor acaba por morrer numa situação bizarra causada pelo tornado, e Carlos é nocauteado por um pedaço de madeira que o atinje na cabeça. Depois do tornado, Carlos descobre que está cego, e Gabrielle descobre que Al morreu, e os documentos relacionados com contas bancárias ilegais foram destruídos pela esposa dele. Gabrielle pensa que a condição de Carlos é temporária, e volta a casar-se com ele numa cerimónia pequena no quarto de hospital. Mas Edie conta a Gabrielle que a condição de Carlos é permanente, o que leva a que o casal Solis se envolva numa grande discussão. Carlos explica que tinha medo que ela o deixasse, já que ele está cego e pobre. Depois de Bree expulsar Orson de casa, Edie deixa-o ficar no seu sofá. Bree descobre isto e fica cheia de inveja, pensando que Edie tem segundas intenções. Bree indirectamente chama-a de "galdéria", e uma Edie irritada decide ignorar a situação e continuar a deixar que Orson fique na sua casa. Quando bebem para se confortarem mutuamente, Edie e Orson beijam-se, mas separam-se logo, pois não querem formar uma relação. Mas Bree, que andara à procura do gato de Ida Greenberg, vê o beijo pela janela da casa. Bree e Edie entram em guerra, sobre Orson. Bree prega uma chapada a Edie sobre o beijo, e depois arruina uma das suas vendas. Entretanto, Orson quer passar tempo com Benjamin, mas Bree não o permite. Então, Orson deixa por escrito toda a verdade sobre Benjamin, e quando Edie vai ter com ele ao motel para falar consigo sobre Bree, encontra os apontamentos quando ele está a tomar banho. Edie depois chantageia Bree, dizendo que ela vai ser boazinha e preparar bolos para ela quando ela quiser, ou senão Edie conta a toda a gente que Benjamin é filho de Danielle e Austin. Bree conta a verdade às suas amigas, com medo de que elas venham a descobrir a verdade através de Edie. Bree, Susan, Lynette e Gabrielle juntam-se para contar a Edie que já sabem a verdade e que a aceitam, e que nunca mais vão falar com Edie, e que vão garantir que todas as mulheres da cidade saibam o tipo de mulher que ela é. Depois disto, ignoram-na por completo, e Edie vai-se embora de Wisteria Lane, para passar mais tempo com Travers, seu filho.

Quinta Temporada[editar | editar código-fonte]

Edie regressa a Wisteria Lane com um novo marido, Dave Williams, e novos segredos.

Edie morre eletrocutada em um acidente de carro no episódio 5x19.

Referências