Edmilson dos Santos Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edmilson
Edmilson
Edmilson pelo Al-Gharafa em 2011
Informações pessoais
Nome completo Edmilson dos Santos Silva
Data de nasc. 15 de setembro de 1982 (34 anos)
Local de nasc. Salvador, (BA), Brasil
Altura 1,83 m
Destro
Apelido Edmito
Informações profissionais
Clube atual Brasil Sport
Número 17
Posição Atacante
Clubes de juventude
1998-2000 Brasil Galícia
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2001–2003
2004
2005–2007
2008–2011
2011–2013
2012
2013–2014
2015
2015
2015
2016
2016–
Brasil Palmeiras
Japão Albirex Niigata (emp.)
Japão Albirex Niigata
Japão Urawa Red Diamonds
Catar Al-Gharafa
Japão FC Tokyo (emp.)
Brasil Vasco da Gama
Brasil Red Bull Brasil
Brasil Chapecoense
Japão Cerezo Osaka
Brasil Red Bull Brasil
Brasil Sport
0012 00000(7)
0029 0000(15)
0087 0000(47)
0110 0000(47)
0010 00000(4)
0000 00000(0)
0071 0000(24)
0014 00000(7)
0007 00000(0)
0016 00000(2)
0015 00000(3)
0024 00000(5)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 12 de outubro de 2016.

Edmilson dos Santos Silva, ou simplesmente Edmilson (Salvador, 15 de setembro de 1982) é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente, está no Sport Recife.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início no Galícia[editar | editar código-fonte]

Edmilson começou a jogar futebol no Galícia, time pequeno da Bahia.

Início no Palmeiras[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo Palmeiras em 2001, Edmilson partiu cedo para o futebol do exterior.

Futebol asiático[editar | editar código-fonte]

Consolidando sua carreira no Japão, onde passou por Albirex Niigata e Urawa Red Diamonds. Em 2011, chegou ao Al-Gharafa, do Qatar. Pouco utilizado no clube qatariano, recentemente retornou ao futebol japonês por empréstimo para atuar pelo FC Tokyo, do Japão, mas não obteve sucesso.[1]

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

2013[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2013 acertou sua ida para o Vasco da Gama.[2] Após um mau começo conseguiu ter um bom rendimento no final do brasileiro terminando o campeonato com 8 gols, mas não conseguiu evitar o rebaixamento do time para a segunda divisão.

2014[editar | editar código-fonte]

Foi o artilheiro do Carioca com 11 gols e deu 4 assistências, decidiu várias partidas . Inclusive ganhou o apelido de Edmito pela torcida vascaína.[3]

Red Bull Brasil[editar | editar código-fonte]

2015[editar | editar código-fonte]

Após não renovar seu contrato com o Vasco da Gama, Edmilson acerta com o Red Bull Brasil até o fim do Paulistão. Em 8 de fevereiro de 2015, Edmilson marcou seu primeiro gol com a camisa, mas sua equipe acabou derrotada para o Santos por 2x1.

Chapecoense[editar | editar código-fonte]

2015[editar | editar código-fonte]

Após uma passagem relâmpago pelo Red Bull Brasil, fazendo apenas 14 jogos e marcando 7 gols, Edmilson fechou com a Chapecoense para o resto de 2015. Onde vai voltar a jogar uma Série A.

Cerezo Osaka[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2015, após passagem relâmpago pela Chapecoense, Edmilson se transferiu para o Cerezo Osaka.[4]

Red Bull Brasil[editar | editar código-fonte]

Em Janeiro de 2016, Edmílson acertou seu retorno ao Red Bull Brasil para a disputa do campeonato paulista.

Sport Club do Recife[editar | editar código-fonte]

Em maio de 2016, Edmílson foi anunciado pelo Sport Club do Recife como reforço para a Série A do Campeonato Brasileiro.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Brasil Palmeiras
Catar Al-Gharafa
  • Copa do Emir: 2012

Individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Ex-atacante do Palmeiras orgulhoso por jogar no 'Boca' do Japão». Globoesporte.com. 8 de julho de 2008. Consultado em 10 de abril de 2014. 
  2. «Vasco apresenta Edmilson, tentativa de melhorar o ataque». O Globo. 9 de abril de 2013. Consultado em 1 de fevereiro de 2014. 
  3. «Edmílson busca valorizar apelido 'Edmito' fazendo gols no seu amigo Cavalieri». Esporte Espetacular. 10 de fevereiro de 2014. Consultado em 10 de abril de 2014. 
  4. Edmilson deixa a Chapecoense e vai para o Cerezo Osaka

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]