Edredo de Inglaterra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Edredo
Rei dos Ingleses
Reinado 26 de maio de 946
a 23 de novembro de 955
Coroação 16 de agosto de 946
Antecessor(a) Edmundo I
Sucessor(a) Eduíno
 
Casa Wessex
Nascimento 923
  Wessex, Inglaterra
Morte 23 de novembro de 955 (32 anos)
  Frome, Somerset, Inglaterra
Enterro Old Minster, Winchester, Inglaterra
Pai Eduardo, o Velho
Mãe Edgiva de Kent

Edredo ou Eadredo (923 - 23 de Novembro de 955) foi Rei da Inglaterra de 946 até sua morte sucedendo ao seu irmão Edmundo I. Era um dos filhos de Eduardo, o Velho.

Edredo sucedeu ao irmão depois do assassinato deste, visto que os sobrinhos eram apenas crianças na altura. Nunca casou e foi sucedido por um deles, Eduíno.

A 16 de agosto de 946, Edredo foi consagrado pelo arcebispo Oda de Canterbury em Kingston upon Thames (Surrey, atual Greater London), onde ele parece ter recebido a submissão dos governantes galeses e dos condes do norte[1].

A cronica anglo-saxónica para o ano de 946 registra que Edredo "reduziu todas as terras da Nortúmbria a seu controle; e os escoceses concederam-lhe juramentos de que fariam tudo o que quisesse" [2]. No entanto, Edredo logo enfrentou uma série de desafios políticos à hegemonia saxão-ocidental no norte.

Óláf Sihtricson, também conhecido como Amlaíb Cuarán ('Sandal'), foi rei da Nortúmbria no início dos anos 940, quando se tornou afilhado de Edmundo e rei-cliente, mas depois foi expulso. Ele então sucedeu a seu primo como rei de Dublin, mas depois de uma pesada derrota na batalha em 947, ele foi mais uma vez forçado a tentar a sua sorte noutro lugar. Pouco tempo depois, Olaf estava de volta aos negócios, tendo recuperado o reino de York[3]. O que Edredo pensou sobre o assunto ou quanta simpatia ele nutria pelo afilhado de seu irmão só pode ser adivinhado, mas parece que ele pelo menos tolerou a presença de Olaf. De qualquer forma, Olaf foi expulso da realeza pela segunda vez pelos nortumbrianos, desta vez em favor de Eric, filho de Harald[4].

Perto do fim da sua vida, Edredo sofria de uma doença digestiva que seria fatal[5]. Edredo morreu aos 32 anos a 23 de novembro (Dia de São Clemente), 955, em Frome (Somerset), e foi enterrado em Old Minister em Winchester. Ele morreu solteiro e foi sucedido pelo filho de Edmund, Eadwig.[6]

Precedido por
Edmundo I
Rei da Inglaterra
946 - 955
Sucedido por
Eduíno
Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Sawyer no. 520; John of Worcester, Chronicon ex Chronicis, 946
  2. Anglo-Saxon Chronicle MSS D and E, translated by Michael J. Swanton, The Anglo-Saxon Chronicles. 2nd ed. London, 2000.
  3. Anglo-Saxon Chronicle MS E, 949
  4. Anglo-Saxon Chronicle MS E, 952
  5. Vita S. Dunstani § 20: p. 31
  6. Anglo-Saxon Chronicle MSS A, D and E, 955, MSS B and C, 956.