Edson Marques

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Edson Luiz Marques Santos (Itararé, 15 de julho de 1962) é um escritor e poeta brasileiro. Formado em Filosofia pela USP, participou da fundação da Ordem Nacional dos Escritores, onde ocupa a Cadeira número 6, cujo patrono é Graciliano Ramos. Teve seu famoso poema "Mude" atribuído a Clarice Lispector e usado num comercial da Fiat na TV Globo, o que gerou até um caso judicial[1][2].

Prêmios Literários[editar | editar código-fonte]

  • Vencedor do Prêmio Cervantes/Ibéria em 1993.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • "Mude", 91 páginas, Ed. Original, 2006, SP.
  • "Manual da Separação", 160 páginas, Ed. Filosoft, 1998, SP.
  • "O Canto dos Poetas", antologia da Ordem Nacional dos Escritores.
  • "Beijos no céu da boca", Ed. Do Autor, 1985, esgotada.
  • "Solidão a Mil", Única Editora do Brasil, 400 páginas, 2012.
  • O Evangelho De Edson Marques, ou se preferir, A Vida de Ed Malux - por Paritosh Keval, 292 páginas - 2011.
  • "Cooperativa de Trabalho", Única Editora do Brasil, 180 páginas, 2013.
  • "Poema Mude - Comercial da Fiat", Agência Leo Burnett / Rede Globo.
  • Publicações Diárias - Mude blog - Pelo próprio autor.
  • "Mude" - vídeo, narrado por Pedro Bial.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Perfil. Recanto das Letras
  2. Mude, Paulo Coelho. Observatório da Imprensa, 7 de janeiro de 2014
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.