Eduardo Morante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eduardo Morante
Informações pessoais
Nome completo Eduardo Javier Morante Rosas
Data de nasc. 1 de junho de 1987 (30 anos)
Local de nasc. Vinces, Los Ríos, Equador
Nacionalidade Equador
Altura 1,88 m
Destro
Apelido Cristalito
Informações profissionais
Clube atual Equador Fuerza Amarilla
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
2003-2005
2006-2007
Equador Aucas
Equador Emelec
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2006-2011
2012-2014
2013
2014
2015
2016
2017-
Equador Emelec
Chile Universidad de Chile
Equador LDU Quito (emp.)
Equador Deportivo Cuenca (emp.)
Equador El Nacional
Equador Mushuc Runa
Equador Fuerza Amarilla
0060 00000(1)
0004 00000(1)
0012 00000(1)
0013 00000(1)
0019 00000(0)
0002 00000(0)
0000 00000(0)
Seleção nacional3
2010- Flag of Ecuador.svg Equador 0005 00000(0)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 9 de abril de 2017.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 6 de fevereiro de 2013.

Eduardo Javier Morante Rosas (Vinces, Los Ríos, 1 de junho de 1987) é um futebolista equatoriano que joga como zagueiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou a carreira no Aucas, de Quito, em 2003, onde só jogou nas categorias de base, até 2005. Em 2006, acertou com o Emelec. Estreou em 13 de outubro de 2006, na vitória do Emelec sobre o Deportivo Azogues no Estádio Jorge Andrade Cantos. Em 2007, jogou só na base, já em 2008, sem idade para atuar na base, Morante foi novamente integrado ao profissional do Emelec.

Em 2010, com a chegada do treinador Jorge Sampaoli, virou titular absoluto do Emelec, barrando Mariano Mina. Em 2010 e 2011, foi vice-campeão do Campeonato Equatoriano.

Em 2012, a pedido de seu ex-treinador Jorge Sampaoli, foi contratado pela Universidad de Chile, bicampeã do Campeonato Chileno e campeã da Copa Sul-Americana de 2011, para preencher a lacuna na zaga deixado por José Manuel Rojas, que deixou o clube para acertar com o time carioca Botafogo e Marcos González, que deixou o clube para acertar com o também time carioca Flamengo.[1] A Universidad de Chile pagou US$ 2 milhões por 80% de seu passe, com contrato de quatro anos.[2]

Seleção Equatoriana[editar | editar código-fonte]

Graças as suas atuações destacadas pelo Emelec, foi convocado para a Seleção Equatoriana, pelo treinador Reinaldo Rueda.[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de EquadorSoccer icon Este artigo sobre futebolistas equatorianos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.