Eduardo Pazuello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Eduardo Pazuello
Eduardo Pazuello.jpg
Ministro da Saúde do Brasil
(interino)
Período 15 de maio de 2020
até atualidade
Presidente Jair Bolsonaro
Antecessor Nelson Teich
Secretário executivo do Ministério da Saúde
Período 28 de abril de 2020
até 15 de maio de 2020
Ministro Nelson Teich
Antecessor João Gabbardo dos Reis
Sucessor Antonio Elcio Franco
Secretário da Fazenda de Roraima
Período 10 de dezembro de 2018
até 14 de fevereiro de 2019
Governador Antonio Denarium
Antecessor Enoque Rosas
Sucessor Marco Antônio Alves
Dados pessoais
Nome completo Eduardo Pazuello
Nascimento
Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Alma mater Academia Militar das Agulhas Negras
Profissão Militar
Serviço militar
Lealdade  Brasil
Serviço/ramo Coat of arms of the Brazilian Army Exército Brasileiro
Graduação General do Exército.gif General de Exército

Eduardo Pazuello (Rio de Janeiro,[quando?]) é um general de divisão do Exército Brasileiro e político brasileiro,[1] atualmente ministro da Saúde interino do Brasil.[2]

Formação

Formou-se na Academia Militar das Agulhas Negras como Oficial de Intendência, em 1984.[3][4]

Carreira

O general atuou na coordenação das tropas do Exército nos Jogos Olímpicos de 2016[4] e, desde fevereiro de 2018, coordenou a Operação Acolhida, que cuida de refugiados da Venezuela em Roraima,[5] além de servir previamente como Secretário da Fazenda no Governo do Estado de Roraima no período da intervenção federal,[6] de onde anunciou sua saída em 15 de fevereiro de 2019.[7][8]

Em 8 de janeiro de 2020, deixou a coordenação da operação para comandar a 12ª Região Militar, em Manaus (AM)[9] substituindo Carlos Alberto Maciel Teixeira. Na posse destacou que vai seguir com o trabalho em defesa da Amazônia.[10]

Foi nomeado como Secretário-Executivo do Ministério da Saúde pelo ex-Ministro da Saúde Nelson Teich para ser o segundo na hierarquia da pasta, em substituição a João Gabbardo.[1] No momento da nomeação, em 22 de abril de 2020, Nelson Teich afirmou que a nomeação do general se deu pela sua experiência em logística.[11]

Em maio de 2020, uma reportagem da Agência Sportlight, revelou que Eduardo Pazuello alegou "uso não comercial" em um contrato de treze anos feito com a Infraero e uma empresa que faturava R$ 6 mil por aluno de paraquedismo.[12]

Ministro da Saúde

Assumiu, interinamente, o ministério da saúde após a saída de Nelson Teich, em 15 de maio de 2020, durante a pandemia de COVID-19 no Brasil.[13] Em junho de 2020, Pazuello foi nomeado Ministro da Saúde interino e exonerado do cargo de secretário-executivo do ministério.[2]

Referências

  1. a b «Teich anuncia general Eduardo Pazuello como novo número 2 do Ministério da Saúde». G1. 22 de abril de 2020. Consultado em 16 de maio de 2020 
  2. a b «Decreto de 2 de junho de 2020». Diário Oficial da União. 3 de junho de 2020. Cópia arquivada em 3 de junho de 2020 
  3. Martins, H.; Maria Cruz, M. (15 de maio de 2020). «Saiba quem é o general Eduardo Pazuello, que assume interinamente a Saúde». Correio Braziliense. Consultado em 16 de maio de 2020 
  4. a b «Quem é Eduardo Pazuello, o general que assumirá por enquanto o Ministério da Saúde». Época Negócios. Consultado em 17 de maio de 2020 
  5. «Quem é o general Eduardo Pazuello, que assume Saúde após saída de Teich». Catraca Livre. 15 de maio de 2020. Consultado em 16 de maio de 2020 
  6. Diário Oficial de Roraima, Decretos 11-P e 12-P
  7. Correia, Cyneida (16 de fevereiro de 2019). «Coronel vai assumir lugar de general na Fazenda». Folha de Boa Vista. Consultado em 12 de maio de 2020 
  8. Nacional, Imprensa. «DECRETOS DE 28 DE ABRIL DE 2020 - DECRETOS DE 28 DE ABRIL DE 2020 - DOU - Imprensa Nacional» 
  9. «Eduardo Pazuello deixa o comando da Operação Acolhida». Folha de Boa Vista. 24 de outubro de 2019. Consultado em 16 de maio de 2020 
  10. Figueiredo, João Pedro (8 de janeiro de 2020). «Prefeito acompanha troca de comando da 12ª Região Militar». Prefeitura de Manaus. Consultado em 16 de maio de 2020 
  11. «Teich anuncia Eduardo Pazuello como novo secretário-executivo do Ministério da Saúde». Portal A TARDE. Consultado em 17 de maio de 2020 
  12. «General Pazuello alegou "uso não comercial" em vantajoso contrato com Infraero de empresa que faturava R$ 6 mil por aluno de paraquedismo». Agência Sportlight. 20 de maio de 2020. Consultado em 23 de maio de 2020. Cópia arquivada em 23 de maio de 2020 
  13. «Nelson Teich pede demissão; general assume Ministério da Saúde - Política». Estadão. 15 de maio de 2020. Cópia arquivada em 17 de maio de 2020 


Precedido por
Nelson Teich
Ministro da Saúde do Brasil
2020
Sucedido por