Eduardo Sterblitch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde junho de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Eduardo Sterblitch
O ator em 2011 no espetáculo "Minhas Sinceras Desculpas.
Nome completo Eduardo Sterblitch Páschoa
Apelido(s) Edu
Nascimento 15 de janeiro de 1987 (30 anos)
Rio de Janeiro,  Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileiro
Ocupação Comediante, roteirista e ator
Atividade 2007–presente
Cônjuge Louise D'Tuani (2015-presente)
IMDb: (inglês)

Eduardo Sterblitch Páschoa (Rio de Janeiro, 15 de janeiro de 1987), mais conhecido apenas como Eduardo Sterblitch ou, simplesmente, Edu, é um comediante, roteirista, ator e cantor brasileiro que se tornou conhecido nacionalmente quando se juntou ao Pânico na TV, exibido de 2003 a 2011 pela RedeTV! e posteriormente pela Rede Bandeirantes. Sterblitch se casou com a atriz Louise D'Tuani em 2015.[1][2][3] De acordo com o jornalista Flávio Ricco, Sterblitch não renovou seu contrato com a Band, e portanto, não é mais integrante do Pânico na Band,[4] humorístico no qual esteve presente desde 2007, quando foi descoberto no teatro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Começou a estudar teatro aos três anos de idade, quando sua mãe, Jacqueline Sterblitch, o matriculou em um curso livre na Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema, na capital fluminense. Seu avô apresentou-lhe, de forma descartável, nove anos de clown e muita literatura dramatúrgica. Eduardo recebeu influência de referências como Antonin Artaud, Samuel Beckett, Eugène Ionesco, Jim Carrey, Mister Bean, Charles Chaplin, Buster Keaton, Monty Python, Friedrich Nietzsche, Arthur Schopenhauer, Harold Lloyd, Andy Kaufman e vários outros nomes igualmente importantes. Mais tarde, aos 8 anos, estudou no Teatro Tablado. [5]

Ficou famoso ao interpretar vários personagens, entre os mais conhecidos estão César Polvilho, Ursinho Gente Fina, Poderoso Castiga (personagem que rendeu repercussão nacional com o bordão. Mais ou Menos), O Melhor do Mundo, personagem que Eduardo Sterblitch levou ao teatro com o Melhor Show do Mundo (Que conta também com a presença de Márcio Eiras) Serginho do BBB10 e o irreverente Freddy Mercury Prateado no extinto programa Pânico na TV, da Rede TV!. [6]

Participou de várias peças de teatro, inclusive fez parte do espetáculo DEZnecessários (2007-2009). Nesta época, Emílio Surita, apresentador do programa, descobriu o ator e o levou para a Rede TV!, ao fazer parte do elenco do programa. 2012, mudaram de emissora e foram para a Rede Bandeirantes, onde toda a equipe passou a apresentar o Pânico na Band. No mesmo ano ainda estreou no cinema com a comédia Os Penetras. Estreou novos quadros e novos personagens de sucesso como Jeferson Camila, o Melhor, Melhor do Mundo entre outros. Compôs uma música, junto de Rick Bonadio e Di Ferrero chamada "Hashtag" para um musical chamado "Hashtag", escrito pelo ator e comediante, porem o musical até então, nunca foi aos palcos. A música foi gravada no estúdio de Rick Bonadio, por Manu Gavassi e Di Ferrero. Sterblitch inaugurou a mais nova casa de humor em São Paulo Pikadero Fun House junto com Marcos Chiesa (Bola) e Carlos Alberto (O Mendigo). Foram oito anos no elenco do "Pânico", vivendo personagens importantes do humorístico como Prateado, e O Poderoso. Sterblitch começou a se afastar do "Pânico" em agosto de 2015, ao fazer um quadro que vivia o personagem "Africano". Denunciado por "racismo" , Sterblitch "deu um tempo" na atração. Ele chegou a gravar um quadro ou outro, mas sua presença no humorístico ficou cada vez mais rara. Em abril, o humorista se afastou de vez do programa.

Em julho de 2017, disputa o prêmio do novo reality musical da Rede Globo, Popstar.[7]Em setembro apresenta seu primeiro programa como apresentador em Humoristinhas do Multishow; uma competição entre humoristas mirims.[8]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Eduardo Sterblitch saiu do Pânico na Band após brigar com o diretor do programa Alan Rapp e alegar que só voltaria ao programa se ele saísse.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Já teve um relacionamento com a humorista Tatá Werneck. No ano de 2013, no final do mês de maio, terminou o namoro de quatro anos com a jornalista e empresária Raíssa Machado. Em seguida, namorou a cantora Anitta.[9] No começo de 2014, Eduardo finalmente assumiu seu namoro com a atriz Louise D'Tuani pela rede social Instagram, porém os dois já se conheciam, por amigos em comum e em 2015, se casaram.

Apesar de não se considerar religioso, o humorista segue a prática budista do "Nam Myoho Rengue Kyo".

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2012 Os Penetras Beto
2014 Rio, Eu Te Amo Leandro Segmento: "Dona Fulana"
2017 Os Penetras 2 – Quem Dá Mais? Beto
2017 O Homem Perfeito Tuto
2018 Chacrinha - O Filme Chacrinha Versão Jovem[10]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2008—12 Pânico na TV Vários
2012—15 Pânico na Band Vários
2016 Procurando Casseta & Planeta Participação Episódio: "Sauna Gay"
2017 Amor & Sexo Jurado
2017 PopStar Participante Temporada 1
2017 Humoristinhas Apresentador

Internet[editar | editar código-fonte]

Ano Título Canal Notas
2016 Casa do Edu Manifesto [11]
2016 #NaCasadeUmPenetra Penetras Oficial Websérie no Youtube, baseada no personagem Beto, de Os Penetras

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2007—09 DezNecessários Vários
2011 Minhas Sinceras Desculpas Ele mesmo Monólogo
2012 A Velha Velha
2013 O Melhor Melhor Show do Mundo Vários
2014 Poderoso Castiga e Banda Poderoso Castiga Também roteirista
2014 Ensaio Aberto Ele mesmo Convidado; também diretor
2015—16 Use Me Ele mesmo também diretor e roteirista
2016—17 Eduardo Sterblitch Não Tem um Talk Show Ele mesmo também roteirista [12]

Personagens[editar | editar código-fonte]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Trabalho Resultado
2011 Meus Prêmios Nick Humorista Favorito Ele mesmo Indicado
2012 Prêmio Jovem Brasileiro Melhor Espetáculo Minhas Sinceras Desculpas Venceu
2012 Meus Prêmios Nick Humorista Favorito Ele mesmo Venceu
2013 Prêmio Jovem Brasileiro Humorista Favorito Ele mesmo Venceu
2013 Meus Prêmios Nick Humorista Favorito Ele mesmo Indicado
2014 Meus Prêmios Nick Humorista Favorito Ele mesmo Indicado
2015 Meus Prêmios Nick Humorista Favorito Ele mesmo Indicado
2015 Prêmio Jovem Brasileiro Humorista Favorito Ele mesmo Indicado

Referências