Eduardo White

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eduardo White
Eduardo White (2006).
Nascimento 1963
Quelimane,  Moçambique
Morte 24 de agosto de 2014 (51 anos)
Ocupação Poeta
Prémios Prémio José Craveirinha de Literatura (2004)

Prémio literário Glória de Sant'Anna (2013)

Eduardo White (Quelimane, 1963 - 24 de agosto de 2014) foi um poeta de Moçambique.

Nasceu em Quelimane em 1963. Foi membro da Associação dos Escritores Moçambicanos - AEMO. Perdeu a vida em 24 de Agosto de 2014.

A sua poesia está exposta no museu Val-du-Marne em Paris desde 1989. Em 2001 foi considerado em Moçambique a figura literária do ano.

Em 2013 venceu o Prémio Literário Glória de Sant’Anna.

No concerto de comemoração dos 35 anos de carreira de Rui Veloso, realizado a 6 de novembro de 2015, o músico estreeou uma canção chamada Do Meu País com letra do poeta moçambicano Eduardo Costly-White.[1]

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

  • Amar sobre o Índico (1984)
  • Homoíne (1987)
  • “País de Mim (1990); Prémio Gazeta revista Tempo
  • Poemas da Ciência de Voar e da Engenharia de Ser Ave (1992); Prémio Nacional de Poesia
  • Os Materiais de Amor Seguido de O Desafio à Tristeza (1996)
  • Janela para Oriente (1999)
  • Dormir com Deus e um Navio na Língua (2001); bilingue português/inglês; Prémio Consagração Rui de Noronha (Editora Labirinto)
  • As Falas do Escorpião (novela; 2002)
  • O Homem a Sombra e a Flor e Algumas Cartas do Interior (2004)
  • O Manual das Mãos (2004); Grande Prémio de Literatura José Craveirinha, Prémio TVZine para Literatura
  • Até Amanhã Coração (2007)
  • Dos Limões Amarelos do Falo, às Laranjas Vermelhas da Vulva (2009); Prémio Corres da Escrita
  • Nudos (2011), Antologia da sua obra poética
  • O Libreto da Miséria (2010-2012)
  • A Mecânica Lunar e A Escrita Desassossegada (2012)
  • O Poeta Diarista e os Ascetas Desiluminados (2012) Prémio Glória de Sant’Anna
  • Bom Dia, Dia (2014)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]