Edward Dmytryk

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Edward Dmytryk
Nome completo Edward Dmytryk
Nascimento 4 de setembro de 1908
Grand Forks, Colúmbia Britânica
Nacionalidade Canadá canadense
Morte 1 de julho de 1999 (90 anos)
Encino, Los Angeles
Ocupação Diretor de cinema e editor
Atividade 1929–1979
Cônjuge Madeleine Robinson (1932–47) (divorciados)
Jean Porter (1948–99) (até sua morte)
Outros prêmios
Melhor filme do Festival Internacional de Cinema de San Sebastián
1965

Edward Dmytryk (Grand Forks, Colúmbia Britânica, 4 de setembro de 1908Encino, Califórnia, 1 de julho de 1999) foi um cineasta canadense que fez carreira no cinema estadunidense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Filho de imigrantes ucranianos, Dmytryk cresceu em San Francisco e aos quinze anos já era projecionista na Paramount. Tornou-se montador no início do cinema sonoro e em 1935 dirigiu seu primeiro filme, The Hawk. Na década de 1940, filmou thrillers e dramas de guerra em preto-e-branco, com orçamentos apertados. Segundo a crítica, este é seu período mais criativo, com destaque para O Farol dos Espias (Seven Miles from Alcatraz, 1942), estrelado por James Craig, Os Filhos de Hitler (Hitler's Children, 1943), com o mocinho de faroestes B Tim Holt, Espírito Indomável (Back to Bataan, 1945), com John Wayne, Acossado (Cornered, 1946), com Dick Powell e Rancor (Crossfire, 1947), com Robert Mitchum, que lhe valeu sua única indicação para o Oscar de direção e a primeira para melhor filme. Seu trabalho mais significativo nesse período, no entanto, é Até a Vista, Querida (Murder, My Sweet, 1944), esplêndida adaptação do romance "Adeus, Minha Adorada (Farewell, My Lovely), de Raymond Chandler, com memorável atuação de Dick Powell.

Quando tudo parecia ir bem, a carreira de Dmytryk sofreu um revés: em 1947 foi acusado de ser comunista pelo Comitê de Atividades Anti-Americanas, do Senado estadunidense. Com isso, ele foi demitido pelo estúdio RKO e refugiou-se na Inglaterra, onde fez três filmes. Condenado pelo Comitê, retornou aos Estados Unidos para cumprir uma sentença de seis meses, em 1950. No ano seguinte, foi alvo de novos interrogatórios e há indícios de que tenha citado o nome de diversos colegas, episódio que o tornou marcado para sempre como delator.

Reabilitado pela indústria cinematográfica hollywoodiana, Dmytryk voltou a trabalhar, agora em produções de primeira classe, geralmente em cores e em Cinemascope. Ainda rodou algumas películas de impacto, como A Nave da Revolta (The Caine Mutiny, 1954), com Humphrey Bogart, A Lança Partida (Broken Lance), estrelada por Spencer Tracy e A Árvore da Vida (The Raintree County, 1957), com Elizabeth Taylor; porém, a despeito dos largos orçamentos, seus filmes foram perdendo paulatinamente o brilho e a inspiração. Os Deuses Vencidos (The Young Lions, 1958), drama de guerra com Marlon Brando e Minha Vontade É Lei (Warlock, 1959), western com Henry Fonda, são os últimos a apresentar traços do antigo vigor criativo.

Dmytryk só parou de filmar nos anos 1970. Em 1978 publicou sua autobiografia It's a Hell of a Life, But Not a Bad Living. Morreu vítima de insuficiência cardíaca e renal.[1][2]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Todos os títulos em português referem-se a exibições no Brasil. Estão listados somente os longa-metragens.[3]

  • 1935 The Hawk
  • 1939 Ela Prefere um Atleta (Million Dollar Legs); creditado somente ao codiretor Nick Grinde
  • 1939 Espionagem Por Televisão (Television Spy)
  • 1940 Servidores da Lei (Emergency Squad)
  • 1940 O Corsário Fantasma (Mystery Sea Raider)
  • 1940 Luvas de Ouro (Golden Gloves)
  • 1940 Seu Primeiro Romance (Her First Romance)
  • 1941 A Namorada do Colégio (Sweetheart of the Campus)
  • 1941 Os Mortos Falam (The Devil Commands)
  • 1941 A Loura de Singapura (The Blonde from Singapore)
  • 1941 Menores de Idade (Under Age)
  • 1941 As Jóias do Imperador (Secrets of the Lone Wolf); série B policial Lone Wolf
  • 1941 O Segredo da Estátua (Confessions of Boston Blackie); série B policial Boston Blackie
  • 1942 Dama em Perigo (Counter-Espionage)
  • 1942 O Farol dos Espias (Seven Miles from Alcatraz)
  • 1943 Os Filhos de Hitler (Hitler's Children)
  • 1943 A Mulher Fera (Captive Wild Woman)
  • 1943 Atrás do Sol Nascente (Behind the Rising Sun)
  • 1943 O Falcão Contra-Ataca (The Falcon Strikes Back); série B policial The Falcon
  • 1943 Mulheres de Ninguém (Tender Comrade)
  • 1944 Até a Vista, Querida (Murder, My Sweet)
  • 1945 Espírito Indomável (Back to Bataan)
  • 1946 Acossado (Cornered)
  • 1946 Noite na Alma (Till the End of Time)
  • 1947 Rancor (Crossfire)
  • 1947 Aquele Dia Inesquecível (So Well Remembered)
  • 1949 Mórbido Despeito (Obsession)
  • 1949 O Preço de uma Vida (Give Us This Day)
  • 1952 Motim Sangrento (Mutiny)
  • 1952 Oito Homens de Ferro (Eight Iron Men)
  • 1952 Volúpia de Matar (The Sniper)
  • 1953 O Malabarista (The Juggler)
  • 1954 A Nave da Revolta (The Caine Mutiny)
  • 1954 A Lança Partida (Broken Lance)
  • 1954 Pelo Amor de Meu Amor (The End of the Affair)
  • 1955 O Aventureiro de Hong Kong (Soldier of Fortune)
  • 1955 Do Destino Ninguém Foge (The Left Hand of God)
  • 1956 A Maldição da Montanha (The Mountain)
  • 1957 A Árvore da Vida (Raintree County)
  • 1958 Os Deuses Vencidos (The Young Lions)
  • 1959 Minha Vontade É Lei (Warlock)
  • 1959 O Anjo Azul (The Blue Angel)
  • 1962 O Anjo Relutante (The Reluctant Angel)
  • 1962 Pelos Bairros do Vício (Walk on the Wild Side)
  • 1963 Os Insaciáveis (The Carpetbaggers)
  • 1964 Escândalo na Sociedade (Where Love Has Gone)
  • 1965 Miragem (Mirage)
  • 1966 Alvarez Kelly (Alvarez Kelly)
  • 1968 A Batalha de Anzio (The Battle for Anzio)
  • 1968 Shalako (Shalako)
  • 1972 O Barba Azul (Bluebeard)
  • 1974 He Is My Brother
  • 1975 Vingador Implacável ou Destinados a Morrer (The 'Human' Factor)

Referências

  1. QUILAN, David, The Illustrated Guide to Film Directors, Londres: B. T. Batsford Ltd., 1983 (em inglês)
  2. FINKLER, Joel W., The Movie Directors Story, Nova Iorque: Crescent Books, 1985 (em inglês)
  3. FILHO, Rubens Ewald (2002). Dicionário de Cineastas. São Paulo: Companhia Editora Nacional 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]