Edyr de Castro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Edyr de Castro
Nascimento 2 de setembro de 1946
Rio de Janeiro
Morte 15 de janeiro de 2019 (72 anos)
Rio de Janeiro
Ocupação atriz
Atividade 1969-2009

Edyr de Castro (Rio de Janeiro, 2 de setembro de 1946 - Rio de Janeiro, 15 de janeiro de 2019) foi uma atriz e cantora brasileira.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Começou a carreira assinando com seu nome original, passando depois a assinar Edyr Duque. Foi uma das componentes do grupo vocal As Frenéticas, tendo também integrado o grupo Mucamas do Painho derivado de sua participação no programa Chico Anysio Show.

Foi casada com o cantor e compositor Zé Rodrix com quem teve Joy Rodrigues. É filha única e avó de Amodini.

Morte[editar | editar código-fonte]

Morreu em 15 de janeiro de 2019 por falência múltipla de órgãos.[1]

Seus últimos anos de vida, morava no Retiro dos Artistas, após descobrir que sofria de Alzheimer.[2]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2009 Poder Paralelo Rosa Nunes
2007 Amor e Intrigas Donata
Sete Pecados vendedora de barraquinhas da escola
2006 Sinhá Moça Ruth
2004 Cabocla Maria
2003 Agora É que São Elas Guadalupe [3]
2000 A Turma do Pererê Mãe Docelina
1999 Chiquinha Gonzaga Zanza
1998 Mulher Cissa
1997 Por Amor Elvira
1992 Anos Rebeldes Zulmira
1989 Pacto de Sangue Baiana
1988 Bebê a Bordo companheira de cela de Ana
1986 Livre para Voar Testemunha
Cambalacho Doroteia
1985 Roque Santeiro Nininha
Tenda dos Milagres Terência
1984 A Máfia no Brasil
1976 Escrava Isaura Ana

Teatro[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
1970 Paixão na Praia
1976 O Vampiro de Copacabana Babá
1989 Corpo em Delito [4]
1995 Menino Maluquinho - O Filme Irene
2006 Proibido Proibir Rosalina
2010 5x Favela - Agora por nós mesmos Madalena

Referências

  1. Ex-cantora das Frenéticas e atriz, Edyr de Castro morre aos 72 anos Notícias da TV
  2. «Ex-Frenética Edyr de Castro está com Alzheimer e mora no Retiro dos Artistas». Correio 24 Horas. 17 de março de 2015. Consultado em 14 de janeiro de 2019 
  3. «Teledramaturgia - Resultados da pesquisa edyr de castro». Consultado em 18 de janeiro de 2019 
  4. «Corpo em Delito». Cinemateca Brasileira. Consultado em 24 de janeiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.