Efeito cobra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O efeito cobra ocorre quando uma tentativa de solução para um problema na realidade o agrava.[1][2] Esta é uma instância de consequências não-intencionais. O termo é usado para ilustrar as causas da estimulação incorreta na economia e na política.[2] Há também um livro de 2001, homônimo, do economista alemão Horst Siebert.[2]

Origem[editar | editar código-fonte]

A Cobra Indiana

O termo origina-se de uma anedota ambientada no Índia britânica. O governo britânico estava preocupado com o número de cobras venenosas em Deli.[3] Portanto, tal governo ofereceu uma recompensa par cada cobra. Inicialmente, essa estratégia teve sucesso, com grande número de cobras sendo morto pela recompensa. Entretanto, eventualmente, empreendedores começaram a procriar cobras para renda. Quando o governo percebeu, o programa de recompensas foi desfeito, e então os criadores de cobras soltaram-nas, já que não valiam mais nada. Como resultado, a população de cobras aumentou mais - a solução aparente para o problema tornou a situação ainda pior.[2][4]

Um incidente similar ocorreu em Hanói, Vietnã, sob o domínio da metrópole francesa. O regime colonial criou um programa de recompensas que pagavam por cada rato morto, bastando provar com a cauda danificada.[3] Porém, oficiais coloniais começaram a observar ratos sem cauda em Hanói em uma taxa exagerada. O que ocorria é que os apanhadores de ratos os capturavam, tiravam a cauda, e soltavam de volta nos esgotos, para que eles se procriassem e produzissem mais ratos, que, com mais caudas, aumentavam a renda dos apanhadores.[5]

Referências

  1. Brickman, Leslie H. (1 de novembro de 2002). «Preparing the 21st Century Church». 326 páginas. ISBN 978-1-59160-167-8 
  2. a b c d Siebert, Horst (2001). Der Kobra-Effekt. Wie man Irrwege der Wirtschaftspolitik vermeidet. Munich: Deutsche Verlags-Anstalt. ISBN 3-421-05562-9 
  3. a b Dubner, Stephen J. (11 de outubro de 2012). «The Cobra Effect: A New Freakonomics Radio Podcast». Freakonomics, LLC. Consultado em 24 de fevereiro de 2015 
  4. Schwarz, Christian A. (1996). NCD Implementation Guide. [S.l.]: Carol Stream Church Smart Resources. 126 páginas 
  5. Vann, Michael G. (2003). «Of Rats, Rice, and Race: The Great Hanoi Rat Massacre, an Episode in French Colonial History». French Colonial History. 4: 191–203. doi:10.1353/fch.2003.0027