Egídio Michaelsen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Egidio Michaelsen)
Ir para: navegação, pesquisa

Egídio Michaelsen (São Sebastião do Caí, 27 de fevereiro de 1908Rio de Janeiro, 8 de setembro de 1972) foi um político brasileiro.

Em 1928 forma-se bacharel em ciências jurídicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Em 1935 disputa a prefeitura de São Sebastião do Caí pelo partido de âmbito municipal União dos Filhos do Cahy, o que era permitido pela legislação da época, dissidência do Partido Republicano Liberal (PRL), que apoiou a reeleição de Athos de Moraes Fortes. Vitorioso, permanece à frente do município de 1935 até 1944, mandato este que foi estendido pelo advento do Estado Novo em 1937, quando Getúlio Vargas o confirma como seu homem de confiança em Caí.

Em 1947 elegeu-se deputado à Assembleia Constituinte do Rio Grande do Sul, pelo PTB. Ocupou uma cadeira na Câmara Federal de abril de 1951 a março de 1952, quando foi nomeado secretário do Interior e Justiça do Rio Grande do Sul pelo governador Ernesto Dornelles, em substituição a João Goulart.

Em outubro de 1962 candidatou-se à sucessão do governador Leonel Brizola, mas acabou derrotado por Ildo Meneghetti.

Foi ministro da Indústria e do Comércio do Brasil no governo João Goulart, de 27 de junho de 1963 a 31 de março de 1964.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Antônio Balbino
Ministro da Indústria e do Comércio do Brasil
1963 — 1964
Sucedido por
Otávio Gouveia de Bulhões


Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.