Egotrip

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste(a) artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Egotrip
Pôster de divulgação do grupo
Informação geral
Origem Rio de Janeiro, RJ
País  Brasil
Gênero(s) Pop, pop rock, rock
Período em atividade 1985 - 1990
Gravadora(s) Epic Records
Afiliação(ões) The Police, Rush, Heróis da Resistência, Camisa de Vênus, Zero, Hanói-Hanói
Integrantes Arthur Maia
Nando Chagas
José Rubens
Francisco Frias
Pedro Gil

O Egotrip foi uma banda brasileira de Pop/Rock formada no Rio de Janeiro, em 1985. Fizeram grande sucesso em 1987 com as canções "Kamikaze" e "Viagem ao Fundo do Ego".

História[editar | editar código-fonte]

Arthur Maia, que posteriormente trabalharia com artistas como Gal Costa, Caetano Veloso e Roberto Carlos, fundou o grupo em 1985.[1] Seu primeiro e único disco foi lançado em 1987.

No auge, o grupo chegou a fazer várias apresentações no Cassino do Chacrinha, programa da Rede Globo que fez grande sucesso nas tardes de sábado durante a década de 80.

A música "Viagem ao Fundo do Ego" tornou-se um grande sucesso após ser incluída na trilha sonora da novela Mandala, produzida pela Rede Globo. Outro grande sucesso também do grupo foi a canção "Kamikase", que chegou ao topo das paradas de várias rádios do Brasil naquela época.

No entanto, o Egotrip não duraria por muito tempo: eles se separaram após a morte do baterista de apenas 19 anos, Pedro Gil (filho do consagrado Gilberto Gil), em um fatídico acidente de carro em 1990.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Arthur Maia (Baixo, Vocais e Teclados)
  • Nando Chagas (Vocais, Guitarra e Teclados)
  • Francisco Frias (Guitarra e Teclados)
  • José Rubens (Saxofone e Teclados)
  • Pedro Gil (Bateria e Teclados)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências