Ejido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um ejido é uma porção de terra não cultivada e de uso público, também é considerada, em alguns casos, como propriedade do Estado ou dos municípios. Para o México, o ejido é uma propriedade rural de uso coletivo de grande importância na vida agrícola do país.

O processo do ejido consiste em o governo tomar terras particulares e utilizá-las como terras comuns: prática comum durante o império Asteca no México.

Na era colonial do México, o ejido quase desapareceu, mas foi reimplantado pelo sistema de haciendas. Entretanto, este sistema foi abolido na Constituição de 1917, apesar de ter havido a promessa de restabelecer o sistema de ejidos, o qual não sucedeu até a presidência de Lázaro Cárdenas em 1934.

O propósito de restabelecer o sistema de ejidos era devolver terras ao povo e produzir mais alimentos. A terra pertence ao estado e o banco nacional paga por todo o maquinário e todo o necessário para manter a terra.

Em 1960 23% das terras cultivadas no México eram ejidos.

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.