Elétron livre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Um elétron livre ocorre na banda proibida de nuvens eletrônicas, em camadas de valência, ao ganhar fótons altamente energéticos. Os elétrons dão o chamado salto quântico e saem da região onde se encontram confinados pelas cargas elétricas e se tornam elétrons livres, saltando a barreira de potencial. Os chamados tunelamentos quânticos também causam o mesmo fenômeno, embora difíceis de ocorrer. Os elétrons ganham energia suficiente, e transpassam a barreira de potencial ao invés de saltá-la. Após o salto, existe a possibilidade da recombinação.

Função de onda[editar | editar código-fonte]

Muitas vezes, estatisticamente, a função de onda de um elétron demonstra uma probabilidade quase nula daquele estar em determinado ponto, embora esteja.

Princípio da incerteza de Heisenberg[editar | editar código-fonte]

Quando se tenta medir a posição e quantidade de movimento de elétrons, estes podem simplesmente confundir toda a tentativa, devida sua natureza ondulatória. Também movimentos aparentemente aleatórios que podem impossibilitar a medição da sua velocidade. Assim o Princípio da incerteza de Heisenberg determina a função dual dos elétrons (Onda- partícula).

Ver também[editar | editar código-fonte]