Elas São do Baralho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Elas São do Baralho
 Brasil
1977 •  cor •  82 min 
Direção Silvio de Abreu
Roteiro Silvio de Abreu
Rubens Ewald Filho
Adriano Stuart (colaboração)
Roberto Silveira (colaboração)
Elenco Cláudio Correa e Castro
Sônia Mamede
Antonio Fagundes
Género comédia
pornochanchada
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Elas São do Baralho é um filme brasileiro de 1977, uma pornochanchada dirigida por Sílvio de Abreu.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Eugênio Miranda é um alto executivo de uma corretora de valores em Belo Horizonte, que é transferido com sua esposa para São Paulo para melhorar o desempenho da filial paulista. A chegada a São Paulo é bastante atribulada, pois logo é assaltado e ainda acaba sendo preso. Eugênio decide mostrar toda a sua fibra à cidade, que o recebera de forma não-amistosa. No escritório da empresa, alguns funcionários preparam uma armadilha para o novo chefe, o que inclui uma festinha pouco ortodoxa.

Elenco[editar | editar código-fonte]


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.