Eldar Sattarov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Eldar Sattarov

Eldar Sattarov (Almaty, 26 de abril de 1973) é um escritor do Cazaquistão.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em sua juventude, Sattarov cantou nas primeiras bandas punk do país, trabalhou como operário de diferentes fábricas, na agricultura (viticultura, olivicultura) e, em seguida, como jornalista, editor e colunista em vários meios. Atualmente, é tradutor (Russo, Inglês, Francês, Italiano, Espanhol).

Algumas das editoras de Moscou publicaram os livros de Giorgio Agamben,[1][2] Guy Debord, Raoul Vaneigem, Francesc Ferrer i Guàrdia, Antonin Artaud e outros autores traduzidos por Sattarov. Ele começou a escrever ficção em 2010. O primeiro romance, "Perdendo as nossas ruas", publicado sob o nome artístico de Albert Spiazzatov, foi vendido na Rússia, Cazaquistão e Ucrânia, recebendo críticas positivas dos críticos e leitores.

O segundo romance intitulado "Saigon-Almaty. Em trânsito" atingiu a final do prêmio "Best-Seller Nacional" (Natsbest) na Rússia, realizada em São Petersburgo, no dia 5 de junho de 2016, obtendo o segundo lugar na Tabela de Classificação.[3] Sattarov tornou-se, assim, o primeiro representante do Cazaquistão em um dos três principais prêmios literários da Rússia[4].[5] Torce pela Mocidade Independente.[6] Todos os livros de Sattarov são ilustradas por Andrea Rocca, ex-baterista do Clube 27 (Club27, "Terroristen", 2006), a banda punk da cidade de Milão, que na Itália abriu os shows do Buzzcocks, The Damned, U. K. Subs, Adolescentes, 999, etc., e um ex-free-lance (fotos e os reportagens ao vivo) para a web-fanzine Nerdsattack.

Referências