Eleição municipal de Barretos em 2012

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
2008 Brasil 2016
Eleição municipal de Barretos em 2012 Bandeira Barretos SaoPaulo Brasil.svg
7 de outubro de 2012
Primeiro turno
Green - replace this image male.svg Blue - replace this image male.svg Yellow - replace this image male.svg
Candidato Guilherme Ávila Mussa Calil Neto Luiz Carlos Anastacio
Partido PSDB PTB PDT
Natural de Barretos Barretos Guaíra
Vice Luciana Costa Celia Rodrigues Milton Aparecido da Silva
Votos 24,713 9,872 5,671
Porcentagem 57,03% 23,31% 13,39%
Red - replace this image male.svg Purple - replace this image male.svg Orange - replace this image male.svg
Candidato Francisco de Paula Silva Wilson Marçal Vieira Junior Diego Henrique Ferreira
Partido PT PTN PSTU
Natural de Araraquara Barretos Barretos
Vice Ana Claudia dos Santos José Guimaraes Sobrinho David Barbosa de Oliveira
Votos 1,944 401 289
Porcentagem 4,59% 0,95% 0,68%


Brasão Barretos.png
Prefeito de Barretos

A eleição municipal de Barretos em 2012 aconteceu em 7 de outubro de 2012 para eleger um prefeito, um vice-prefeito e 17 vereadores no município de Barretos, no Estado de São Paulo, no Brasil.[1] O prefeito eleito foi Guilherme Ávila, do PSDB, com 57,03% dos votos válidos, sendo vitorioso logo no primeiro turno em disputa com seis adversários, Mussa Calil Neto (PTB), Luiz Carlos Anastacio (PDT), Francisco de Paula Silva (PT), Wilson Marçal Vieira Junior (PTN), Diego Henrique Ferreira (PSTU), Uebe Rezeck (PMDB). A vice-prefeita eleita, na chapa de Guilherme Ávila, foi Luciana Costa (PR).[2] O pleito em Barretos foi parte das eleições municipais nas unidades federativas do Brasil. A disputa para as 17 vagas na Câmara Municipal de Barretos envolveu a participação de 191 candidatos. O candidato mais bem votado foi Olimpio Jorge Naben, que obteve 2.868 votos (4,58% dos votos). [2]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Na eleição municipal de 2008, Emanoel Carvalho, do PSDB, derrotou o candidato do PTB, Mussa Calil. A diferença percentual entre os candidatos foi de 33,72 sendo assim 57,03% dos votos válidos para Emanoel Carvalho e 23,31% para Mussa Calil. Vale ressaltar que Emanoel Mariano Carvalho foi eleito em 2004, sendo assim no ano de de 2008 ele foi reeleito. [3]

Eleitorado[editar | editar código-fonte]

Vista de Barretos, em 2015

Na eleição de 2012, estiveram aptos a votar 83.847 barretenses.[4] Foram apurados 67.303 votos dos quais 42.350 (62,92%) válidos. Os votos brancos somaram 2.162 (3,21%), e os votos nulos 22.791 (33,86%). As abstenções chegaram a 16.544 (19,73%).

Candidatos[editar | editar código-fonte]

Foram sete candidatos à prefeitura em 2012: Guilherme Ávila do PSDB, Mussa Calil Neto do PTB, Luiz Carlos Anastacio do PDT, Francisco de Paula Silva do PT, Wilson Marçal Vieira Junior do PTN, Diego Henrique Ferreira do PSOL e Uebe Rezeck do PMDB[2]. O candidato do PMDB Uebe Rezeck que foi prefeito de Barretos no período de 1983 até 198, teve sua candidatura indeferida pela justiça por conta de condenações por improbidade administrativa, computando 0 votos no resultado da votação. [5]

Candidato(a) Vice Partido Coligação
Guilherme Ávila Luciana Costa PSDB "Uma nova esperança "
(PR / PSDC / PSB / PSDB)
Mussa Calil Neto Celia Rodrigues PTB "Unidos por Barretos"
(PP / PTB / PSC / PPS / DEM / PMN / PRP / PPL / PT do B)
Luiz Carlos Anastacio Milton Aparecido da Silva PTD "Vamos crescer juntos com Barretos"
(PDT / PSL / PHS / PTC / PV)
Francisco de Paula Silva Ana Claudia dos Santos PT "PT "
Wilson Marçal Vieira Junior José Guimaraes Sobrinho PTN "PTN "
Diego Henrique Ferreira David Barbosa de Oliveira PSTU "Barretos para os trabalhadores "
(PSTU / PSOL)
Uebe Rezeck Graça Lemos PMDB "A experiencia faz a diferença "
(PRB / PMDB / PSD / PC do B)

Campanha[editar | editar código-fonte]

Guilherme Ávila contou com um Plano de Governo, que foi amplamente divulgado durante a sua campanha. Ele prometeu mudanças em algumas áreas como: A criação da guarda municipal para proporcionar segurança aos patrimônios públicos. Colocação de guardas municipais nas escolas garantir a segurança dos alunos, a instalação de 200 câmeras de vigilância em todos os bairros da cidade, um convênio com a atividade delegada, pagando o policial militar na sua hora de folga para que ele possa fazer uma ronda em toda a cidade e a criação de uma Secretaria da Segurança Pública Municipal para fazer um gerenciamento e cuidar da logística. Em relação ao meio ambiente prometeu a implantação da coleta seletiva e com a mesma seria possível reduzir o volume de lixo orgânico que vai para os aterros em até 25%, aumentando assim o tempo de vida útil do aterro de Barretos.[6] Como principal desafio estava a necessidade de sanar as finanças da Prefeitura, implantar uma gestão mais austera proporcionando economia nos gastos públicos.[7] O prefeito eleito finalizou a coletiva de imprensa realizada no dia 18 de outubro pedindo paciência aos municípios porque a princípio serão tempos de "vacas magras" e que somente em janeiro saberá o real valor da dívida da prefeitura. Resumidamente ele assumiu o governo já sabendo que seria necessário uma economia financeira.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Prefeito[editar | editar código-fonte]

No dia 7 de outubro, Guilherme Ávila foi reeleito com 57,03% dos votos válidos.[8]

Candidato(a) Vice 1º Turno
7 de outubro de 2012
Votação
Total Porcentagem
Guilherme Ávila (PSDB) Luciana Costa (PSDB) 24.713 57,03%
Mussa Calil Neto (PTB) Celia Rodrigues (DEM) 9.872 23,31%
Luiz Carlos Anastacio (PDT) Milton Aparecido da Silva (PDT) 5.671 13,39%
Francisco de Paula Silva (PT) Ana Claudia dos Santos (PT) 1.944 4,59%
Wilson Marçal Vieira Junior(PTN) José Guimaraes Sobrinho (PTN) 401 0,95%
Diego Henrique Ferreira(PSTU) David Barbosa de Oliveira (PSOL) 289 0,68%
Uebe Rezeck(PSOL) Graça Lemos (PSOL) 0 0,00%
Total de votos válidos 42.350 62,92%
Votos em branco 2.162 3,21%
Votos nulos 22.791 33,86%
Total 203.976 100%
Abstenções 16.544 19,73%
Votos apurados 67.303 100%
Total de eleitores 83.847 100%
  Eleito(a)

Vereador[editar | editar código-fonte]

Dos dezessete (17) vereadores eleitos, três (3) eram em 2012 da base de Guilherme Ávila .[9] Cinco vereadores foram reeleitos; havia apenas duas mulher dentre os vereadores eleitos em 2012. O vereador mais votado foi Euripinho (PDT), que teve 2.868 ou 4,58% dos votos.[10] O PTB é o partido com o maior número de vereadores eleitos (4), seguido por PMDB, PDT, PT, PC do B, PR, PV, DEM, PSDB e PPS. Todos os eleitos ganharam um salário de R$ 6.484,30 por mês. O vereador mais votado nas eleições para vereador de 2012 Euripinho foi afastado do cargo por infidelidade partidária, ou seja, por ter deixado o PPS para se filiar ao PDT. Porém ele conseguiu voltar ao cargo após conseguir uma liminar que solicitou a suspensão dos efeitos do acórdão do Tribunal Regional de São Paulo (TER/SP) que julgou procedente a ação do Ministério Público Eleitoral, que decretou a perda do mandato eletivo de vereador. [11]

Resultado da eleição para a Câmara Municipal de Barretos em 2012 por candidato
Candidato Número Partido Votos Porcentagem
Euripinho 12620 PDT 2.868 4,58%
Cido/ Sargento Cipriano 14600 PTB 1.574 2,51%
Dra Glaucia Delegada 15555 PMDB 1.555 2,48%
Paula Lemos 65123 PC do B 1.501 2,39%
Juninho Leite 14000 PTB 1.468 2,34%
Lilico 15611 PMDB 1.400 2,23%
Andre Rezek 15015 PMDB 1.350 2,15%
Kapetinha 12777 PDT 1.333 2,13%
Paulo Correa 22123 PR 1.317 2,10%
Otavio Alves Garcia 25601 DEM 1.311 2,09%
Carlao do Basquete 14614 PTB 1.244 1,98%
Kiko Miziara 43000 PV 1.210 1,93%
Mandioquinha 14444 PTB 1.206 1,92%
Leandro Anastácio-filho Paçoca 12000 PDT 1.193 1,90%
Dr. Almir Neves 55555 PSD 1.162 1,85%
Prof. Adilson 13678 PT 1.139 1,82%
Claudio da Santa Casa 23000 PPS 795 1,27%
Dr.Thalles do Samu 45192 PSDB 1.049 1,67%
Marquinho Perigoso 14014 PTB 1.099 1,75%
Fabricio Lemos 43123 PV 1.087 1,73%
Wilson Ap.do Escritorio Modelo 12630 PDT 1.060 1,69%
Nestor Leonel 12012 PDT 988 1,58%
Willians Souza 10123 PRB 890 1,42%
Lupa 25021 DEM 797 1,27%
Pastor Marcelo 20000 PSC 771 1,23%
Giuliano Capucho 25025 DEM 737 1,18%
Elessandra Pioia 13633 PT 732 1,17%
Angelo Duarte 14603 PTB 731 1,17%
Chim 14500 PTB 716 1,14%
Niltinho do Postao 14789 PTB 705 1,12%
Dr. Neto 12612 PDB 683 1,09%
Thiago do Amas 45045 PSDB 664 1,06%
Raphael Dutra 45145 PSDB 652 1,04%
Joao Minare 14643 PTB 642 1,02%
Betao do Cemiterio 11611 PP 627 1,00%
Betim da Comunidade 25625 DEM 554 0,88%
Dr. Caio do Samu 11192 PP 496 0,79%
Dr. Ilario do Postao 12006 PDT 481 0,77%
Jacqueline Brito - Jaque da Tv 12333 PDT 465 0,74%
Dr. Raphael 12555 PDT 429 0,68%
  Eleito(a)
Votos válidos 62.675 93,12%
Votos nulos 1.672 2,48%
Votos em branco 2.956 4,39%

Análises[editar | editar código-fonte]

Localização da cidade de Barretos em relação ao Brasil/ SP.

Guilherme Ávila (PSDB) é eleito prefeito de Barretos, SP, com 24.173, contra o segundo colocado, candidato Mussa (PTB) que obteve apenas 9.872 votos.

Guilherme Ávila foi o prefeito mais jovem eleito da história de Barretos. Aos 33 anos, teve como responsabilidade a administração da cidade com 110 mil habitantes. [12] Depois da disputa eleitoral Guilherme Ávila pregou a união política como forma de esforços para desenvolver o município, ele disse: “A eleição passa, o mandato acaba, mas a cidade fica”. Guilherme disse que não esperava por problemas de relacionamento entre o Executivo e Legislativo e nem “uma oposição burra”, mas uma Câmara consciente e responsável. “Se o prefeito for mal, a cidade vai mal”. Guilherme Ávila afirmou ainda para a revista AQUI & ALI que tinha conversado com Emanoel, ex-prefeito, após a eleição e disse que após eleito focaria na transição de governos principalmente na parte financeira e jurídica". Ávila garantiu que daria sequência aos projetos em andamento e afirmou que já teria convidado Emanoel para participar de inaugurações das obras em execução. "Tudo o que for bom para a cidade não pode parar. Quero que o atual prefeito esteja junto comigo para levar os méritos que conquistou".[13] O Secretário Estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, se reuniu com o prefeito de Barretos, Guilherme Ávila, para fortalecer as ações sociais no município. Na ocasião, assinou o Termo de Aditamento para a construção do Centro de Convivência do Idoso, que faz parte do programa São Paulo Amigo do Idoso. Sendo assim Guilherme Ávila no dia 1 de junho de 2016 o prefeito de Barretos, acompanhado do secretário municipal de Obras e Serviços Urbanos, Rafael Ducati, esteve presente no local onde está sendo construído um novo CCI - Centro Dia Idoso na cidade. [14]."O CCI atende os idosos com toda dignidade que eles merecem, e a cidade merecia uma outra unidade. Justamente pela excelência do trabalho que realiza a demanda vem crescendo. Agora ficará mais próximo para os idosos que residem nesta região poderem desfrutar de todos estes serviços", disse Guilherme Ávila.[15] Apesar do início das obras do CCI os números não são dos melhores para o atual Prefeito de Barretos. De acordo com uma pesquisa eleitoral contratada pelo jornal O Diário de Barretos com 850 entrevistas realizadas no período de 19 a 21 de janeiro. Apontou-se Luiz Carlos Anastácio “Paçoca” (SD) com índice de rejeição de 13,6%, seguido de Emanoel Carvalho (PTB) com 12,3% e Guilherme Ávila (PSDB) com 10,1% nas eleições para prefeito de Barretos em outubro de 2016. Porém claro esses números podem se alterar até as eleições visto que a realização da pesquisa foi em janeiro de 2016.

Referências

  1. a b g1 (7 de outubro de 2012). «Guilherme Ávila (PSDB) é eleito prefeito de Barretos, SP, com 57,03%». Consultado em 3 de junho de 2016 
  2. a b c «Apuração de votos e candidatos eleitos primeiro turno». 7 de outubro de 2012. Consultado em 6 de junho de 2016 
  3. Prefeitura Municipal de Barretos. «Prefeitos». Consultado em 6 de maio de 2016 
  4. G1 (07 de outubro de 2012). «Guilherme Ávila (PSDB) é eleito prefeito de Barretos, SP, com 57,03%». Consultado em 06 de junho de 2016  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  5. Folha UOL (18 de setembro de 2012). [hhttp://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/ribeiraopreto/1154950-tre-mantem-indeferimento-de-candidatura-de-uebe-rezeck-em-barretos.shtml «TRE mantém indeferimento de candidatura de Uebe Rezeck em Barretos»]. Consultado em 15 de junho de 2016 
  6. G1 Ribeirao e Franca (7 de setembro de 2012). «Guilherme Ávila, de Barretos, SP, é entrevistado no Jornal da EPTV». Consultado em 7 de junho de 2016 
  7. «Guilherme Ávila: trabalharei incessantemente». Consultado em 7 de junho de 2016 
  8. UOL. «Placar uol priemiro turno». Consultado em 7 de junho de 2016 
  9. Eleições Brasil. «Rodrigo contará com 13 vereadores». Consultado em 7 de junho de 2016. Arquivado do original em 20 de setembro de 2016 
  10. UOL. «Placar UOL: barretos». Consultado em 7 de junho de 2016 
  11. Roberto José Minuncio (06 de novembro de 2012). «'Euripinho reassume cadeira na Câmara Municipal através de liminar concedida pelo Ministério Público'». Consultado em 07 de junho de 2016  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  12. Rede Brasil Atual (novembro de 2012). «O mais jovem prefeito eleito da história de Barretos» (PDF). Consultado em 7 de junho de 2016 
  13. Patrício Augusto (21 de novembro de 2012). «Transição democrática de governo em Barretos». Consultado em 7 de junho de2016. Arquivado do original em 1 de julho de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  14. «Secretário de Desenvolvimento Social incentiva a construção do Centro de Convivência do Idoso em Barretos». 13 de março de 2015. Consultado em 7 de junho de 2016 
  15. «Iniciadas as obras para a construção de novo CCI». 2 de junho de 2016. Consultado em 7 de junho de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]