Eleição presidencial da França em 2022

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Eleição presidencial da França em 2022
  2017 ← Flag of France (1794–1815, 1830–1974, 2020–present).svg → 2027
10 de abril de 2022 (primeiro turno)
24 de abril de 2022 (segundo turno)
Emmanuel Macron June 2021 (cropped).jpg Марин Ле Пен (28-01-2022) (cropped).jpg
Candidato Emmanuel Macron Marine Le Pen
Partido LREM RN
Votos 18 779 641 13 297 760
Porcentagem 58,54% 41,46%
Élection présidentielle française de 2022 T2 carte départements & régions.svg
Resultados do segundo turno por departamento

Logo da Eleição

A décima-segunda eleição presidencial da Quinta República Francesa foi realizada em 10 e 24 de abril de 2022. O Presidente da França, Emmanuel Macron, do La République En Marche! (LREM), que venceu as eleições presidenciais de 2017 e cujo primeiro mandato terminava em 13 de maio de 2022, anunciou em 3 de março de 2022 sua candidatura à reeleição para um segundo mandato de cinco anos para o qual é elegível de acordo com a Constituição de França. Sua principal concorrente era Marine Le Pen, do partido Reagrupamento Nacional.

Macron e Le Pen foram o primeiro e segundo colocados, respectivamente, no primeiro turno. Duas semanas depois aconteceu o segundo turno onde o atual presidente, Emmanuel Macron, conseguiu se reeleger.[1]

Contexto[editar | editar código-fonte]

Possível nova candidatura de Emmanuel Macron[editar | editar código-fonte]

Em virtude do artigo 6.º da constituição francesa, ninguém pode exercer mais do que dois mandatos consecutivos como Presidente da República Francesa. Emmanuel Macron, cuja primeira eleição foi nas eleições presidenciais de 2017 (contra Marine Le Pen), podia, portanto, apresentar constitucionalmente a sua candidatura em 2022 para um segundo mandato.

Seu primeiro mandato de cinco anos foi marcado desde o início pelo caso Benalla e pelo movimento dos coletes amarelos, o que o impulsionou a organizar um grande debate nacional. A segunda parte do mandato foi marcada por um projeto de reforma da previdência contestado e, em seguida, adiado, assim como pelo estabelecimento de uma convenção de cidadãos para o clima e pela pandemia de Covid-19.

Divisões restantes[editar | editar código-fonte]

Ao nível do eleitorado, o investigador Antoine Bristielle observa que a esquerda francesa está "claramente dividida em duas grandes tendências": de um lado, o Partido Socialista e a Europa Ecologia - Os Verdes, alinhados na maioria das questões; de outro, o eleitorado próximo à França insubmissa. As principais diferenças entre esses blocos dizem respeito, segundo ele, à questão económica e à União Europeia. Elas reduzem a possibilidade de haver um candidato de esquerda na 2ª volta.

Sistema eleitoral[editar | editar código-fonte]

Condições de candidatura[editar | editar código-fonte]

Cada candidato deve atender a várias condições:

  • ser de nacionalidade francesa e não ser privado dos seus direitos cívicos relativos à elegibilidade;
  • ter pelo menos 18 anos;
  • estar inscrito em lista eleitoral;
  • tenham elaborado uma declaração de situação financeira;
  • ter uma conta bancária de campanha;
  • coletar 500 "assinaturas" de parlamentares ou representantes eleitos locais: essas assinaturas devem vir de pelo menos trinta departamentos ou coletividades do exterior e não mais do que um décimo dos signatários eleitos não devem vir do mesmo departamento ou da mesma coletividade do exterior. A lei orgânica de 25 de abril de 2016 de modernização de várias regras aplicáveis ​​à eleição presidencial exige a publicação de todos os nomes, em vez de 500 aleatoriamente como era o caso anteriormente. Devem ser encaminhados diretamente ao Conselho Constitucional, por correio, que os publica progressivamente no site criado para esta eleição.

Datas de eleição[editar | editar código-fonte]

De acordo com o artigo 7 da Constituição, o primeiro turno da eleição presidencial deve ocorrer entre 20 e 35 dias antes da transição de poder ao final do mandato de cinco anos do presidente cessante. Emmanuel Macron assumiu o cargo em 14 de maio de 2017, a possível transferência deve ocorrer em 13 de maio de 2022 mais tarde. O primeiro turno da eleição presidencial será realizado em 10 de abril de 2022 e o segundo turno, em 24 de abril de 2022.

A Constituição prevê que:

  • em caso de incapacidade ou morte na última semana de apresentação das candidaturas de quem tenha anunciado a intenção de candidatura, o Conselho Constitucional pode adiar a eleição;
  • em caso de incapacidade ou morte de candidato antes do primeiro turno, a eleição é adiada;
  • em caso de invalidez ou falecimento de candidato habilitado ao segundo turno, todas as operações eleitorais voltam a ser realizadas.

Candidaturas[editar | editar código-fonte]

Assinaturas[editar | editar código-fonte]

Um candidato deve obter 500 assinaturas de políticos eleitos, a fim de poder participar do 1º turno, em 10 de abril,[2] com o período de coleta de assinatura terminando em 4 de março.[3] A tabela abaixo lista as assinaturas dos candidatos recebidas pelo Conselho Constitucional.[4]

Cor da legenda
1–50 51–100 101–150 151–200 201–250 251–300 301–350 351–400 401–450 451–500 500+

Candidatos lançados[editar | editar código-fonte]

A lista final de candidatos foi determinada pelo Conselho Constitucional em 7 de Março, com a ordem determinada por sorteio.[11] A ordem abaixo, será a mesma seguida das cédulas de votação no dia do 1º turno, previsto para 10 de abril.

Candidato (nome e idade) [nt 1] Histórico Político Detalhes
Nathalie Arthaud (52)
Luta Operária (LO)
Nathalie Arthaud Porta-voz do Luta Operária
(desde 2008)
Porta-voz do Luta Operária desde 2008, foi candidata deste partido em 2012 e 2017. O partido decidiu pela sua candidatura em seu 50º congresso, em dezembro de 2020, para “garantir a presença da corrente comunista revolucionária” nesta eleição.[12] Ela anunciou sua candidatura em 16 de setembro de 2021.[13]
Fabien Roussel (52)
Partido Comunista Francês (PCF)
Fabien Roussel Secretário Nacional do Partido Comunista Francês
(desde 2018)
Deputado do 20º distrito do Norte
(desde 2017)
Deputado do 20º distrito do Norte desde 2017, tornou-se secretário nacional do Partido Comunista Francês em 2018. Anunciou sua candidatura em 26 de novembro de 2020.[14] Ativistas do partido confirmaram seu apoio à sua candidatura durante uma consulta interna em maio de 2021.[15]
Emmanuel Macron (44)
A República Em Marchaǃ (LREM)
Emmanuel Macron Presidente da França
(desde 2017)
Ministro da Economia, Indústria e do Digital sob a presidência de François Hollande. Eleito Presidente da República em 2017, formalizou a sua candidatura a um segundo mandato a 3 de março de 2022 numa “Carta aos Franceses”.[16]
Jean Lassalle (66)
Resistirǃ (Rǃ)
Jean Lassalle Presidente do Resistirǃ
(desde 2016)
Deputado do 4º distrito dos Pirenéus Atlânticos
(desde 2002)
Membro do Movimento Democrático, distanciou-se de François Bayrou num contexto de desacordo estratégico e deixou o partido em 2016. É conhecido pela sua marcha pela França em 2013.[17] Candidato em 2017 tendo obtido 1,21% no primeiro turno, ele oficializou sua nova candidatura em 16 de março de 2021.[18]
Marine Le Pen (53)
Reagrupamento Nacional (RN)
Marine Le Pen Presidente do Reagrupamento Nacional
(desde 2011)
Deputada do 11º distrito de Pas-de-Calais
(desde 2017)
Eleita presidente da Frente Nacional em 2011, já foi sua candidata em 2012 e 2017, onde terminou na terceira e depois na segunda posição, sendo derrotada por Emmanuel Macron no segundo turno desta última eleição. Ela anunciou sua candidatura à presidência durante uma coletiva de imprensa em 16 de janeiro de 2020.[19]
Éric Zemmour (63)
Reconquistaǃ (REC)
Éric Zemmour Nenhum Jornalista e escritor, anunciou sua candidatura em 30 de novembro de 2021. Jean-Frédéric Poisson, presidente da Via, o caminho do povo, assim como Jacline Mouraud, figura dos Coletes Amarelos, desistiram de se candidatar em seu favor.[20][21]
Jean-Luc Mélenchon (70)
França Insubmissa (FI)
Jean Luc MELENCHON in the European Parliament in Strasbourg, 2016 (cropped).jpg Deputado do 4º distrito de Bocas do Ródano
(desde 2017)
Candidato nas eleições de 2012 e 2017, propôs sua candidatura em 8 de novembro de 2020, buscando uma “nomeação popular” de 150 000 pessoas para validar sua candidatura, que obteve rapidamente.[22][23]
Anne Hidalgo (62)
Partido Socialista (PS)
Anne Hidalgo Prefeita de Paris
(desde 2014)
Conselheira Municipal de Paris
(desde 2001)
Ela anunciou sua candidatura em 12 de setembro de 2021[24] e foi nomeada pelos membros socialistas em 14 de outubro.[25]
Yannick Jadot (54)
Europa Ecologia - Os Verdes (EELV)
Yannick Jadot Eurodeputado
(desde 2019)
Depois de vencer as primárias ambientalistas de 2016 contra Michèle Rivasi para a eleição presidencial de 2017, ele finalmente se retirou para apoiar o candidato socialista Benoît Hamon.[26] Candidato às primárias presidenciais da ecologia em setembro de 2021, venceu Sandrine Rousseau por pouco no segundo turno.[27]
Valérie Pécresse (54)
Os Republicanos (LR)
Valérie Pécresse Governadora de Ilha de França
(desde 2015)
Ministra do Ensino Superior e então Ministra do Orçamento na presidência de Nicolas Sarkozy, tornou-se governadora de Ilha-de-França em 2015 e anunciou sua candidatura em 22 de julho de 2021 às primárias da direita.[28] Ela ganhou o Congresso dos Republicanos em 4 de dezembro de 2021.[29] Além do LR e do movimento Livres!, ela também foi apoiada pela UDI e Os Centristas.
Philippe Poutou (55)
Novo Partido Anticapitalista (NPA)
Philippe Poutou Conselheiro Municipal de Bordeaux
(desde 2020)
Ex-sindicalista da fábrica da Ford em Bordeaux, foi candidato do Novo Partido Anticapitalista nas eleições presidenciais de 2012 (1,15% dos votos) e 2017 (1,09%). Ele é lançado por seu partido para a eleição de 2022.[30]
Nicolas Dupont-Aignan (61)
Levantar a França (DLF)
Nicolas Dupont-Aignan Presidente do Levantar a França
(desde 2008)
Deputado do 8º distrito de Essonne
(desde 1997)
Ex-prefeito de Yerres e deputado do 8º distrito de Essonne, ele é presidente do Levantar a França. Concorreu às eleições presidenciais de 2012 e 2017, nas quais obteve 1,79% e 4,70% dos votos, respectivamente, apoiando Marine Le Pen no segundo turno em 2017. Anunciou uma terceira candidatura em 26 de setembro de 2020.[31][32]

Pesquisas[editar | editar código-fonte]

2º turno[editar | editar código-fonte]

Instituto Data Entrevistados Emmanuel Macron Marine Le Pen
Macron
LREM
Le Pen
RN
Ipsos Sopra-Steria 22/4 12 129 56,5% 43,5%
Ipsos Sopra-Steria 22/4 1 600 57% 43%
Harris Interactive 21 - 22/4 2 379 55% 45%
Elabe 21 - 22/4 1 709 55,5% 44,5%
Ifop 19 - 22/4 3 010 55% 45%
Odoxa 21/4 1 901 53% 47%
Ipsos Sopra-Steria 21/4 1 600 57,5% 42,5%
Ipsos Sopra-Steria 18 - 20/4 1 698 56,5% 43,5%
OpinionWay 18 - 19/4 1 080 56% 44%
Elabe 18 - 19/4 1 598 54,5% 45,5%
OpinionWay 16 - 19/4 1 597 56% 44%
Kantar 15 - 18/4 1 400 55% 45%
Harris Interactive 15 - 18/4 2 363 54% 46%
Ipsos Sopra-Steria 15 - 18/4 1 682 56% 44%
Ifop 14 - 18/4 3 015 54,5% 45,5%
OpinionWay 15 - 17/4 1 060 56% 44%
Odoxa 14 - 15/4 940 53% 47%
Ipsos Sopra-Steria 13 - 15/4 1 674 56% 44%
OpinionWay 12 - 15/4 1 602 54% 46%
OpinionWay 13 - 14/4 1 024 53% 47%
BVA 13 - 14/4 1 502 54% 46%
OpinionWay 12 - 13/4 1 082 53% 47%
Elabe 12 - 13/4 1 518 53,5% 46,5%
Ipsos Sopra-Steria 11 - 13/4 1 674 56% 44%
Ipsos Sopra-Steria 11 - 13/4 1 693 55% 45%
Ifop 10 - 13/4 3 006 53% 47%
OpinionWay 11 - 12/4 1 091 53% 47%
OpinionWay 10 - 12/4 1 091 54% 46%
Ifop 10 - 12/4 1 877 52,5% 47,5%
OpinionWay 10 - 11/4 1 059 54% 46%
Harris Interactive 10 - 11/4 2 477 53% 47%
Odoxa 10/4 1 411 54,5% 45,5%
Elabe 10/4 1 446 52% 48%
Ifop 10/4 968 51% 49%
OpinionWay 10/4 1 739 54% 46%
Ipsos Sopra-Steria 10/4 2 000 54% 46%

1º turno[editar | editar código-fonte]

Instituto Data Entrevistados Emmanuel Macron Marine Le Pen Jean-Luc Mélenchon Éric Zemmour Valérie Pécresse Yannick Jadot Fabien Roussel Anne Hidalgo Jean Lassalle Nicolas Dupont-Aignan Philippe Poutou Nathalie Arthaud
Macron
LREM
Le Pen
RN
Mélenchon
FI
Zemmour
REC
Pécresse
LR
Jadot
EELV
Roussel
PCF
Hidalgo
PS
Lassalle
Dupont-Aignan
DLF
Poutou
NPA
Arthaud
LO
Ipsos Sopra-Steria 08/4 7 321 26,5% 22,5% 17,5% 9% 8,5% 5% 3% 2% 2,5% 2% 1% 0,5%
Harris Interactive 07 - 08/4 2 113 27% 24% 18% 8,5% 8% 4,5% 2,5% 2% 2% 2% 1% 0,5%
Elabe 07 - 08/4 1 801 26% 25% 17,5% 8,5% 8% 4% 2,5% 2% 2,5% 2,5% 1% 0,5%
BVA 06 - 07/4 1 501 26% 23% 17,5% 9,5% 8,5% 4,5% 2,5% 2,5% 2,5% 2% 1% 0,5%
OpinionWay 06 - 07/4 1 009 25% 22% 17% 9% 9% 6% 3% 2% 3% 3% 1% 0%
Ipsos Sopra-Steria 05 - 07/4 1 716 26,5% 23% 16,5% 8,5% 8,5% 5,5% 3,5% 2% 2,5% 2% 1% 0,5%
Ifop 04 - 07/4 3 010 26,5% 24% 17,5% 8,5% 9% 4,5% 2,5% 2% 2,5% 1,5% 1% 0,5%
Odoxa 05 - 06/4 2 010 28% 24% 16% 8% 7% 5% 3% 2% 3% 2% 1% 1%
OpinionWay 05 - 06/4 1 214 26% 22% 16% 9% 9% 5% 3% 2% 3% 3% 1% 1%
Atlas Politico 04 - 06/4 1 946 27,8% 21,3% 18,1% 12% 5,3% 5% 2,3% 2,4% 1,3% 2,9% 0,4% 0,6%
OpinionWay 04 - 05/4 1 212 27% 23% 15% 9% 9% 6% 3% 2% 3% 2% 1% 0%
Elabe 04 - 05/4 1 358 28% 23% 15,5% 9% 8% 5% 2,5% 2% 3% 2% 1,5% 0,5%
Ipsos Sopra-Steria 03 - 05/4 1 719 27% 20,5% 16,5% 10% 8% 5,5% 3,5% 2% 3% 2,5% 1% 0,5%
Kantar 03 - 05/4 1 467 25% 23% 16% 11% 8% 5% 3% 2,5% 3% 2% 1% 0,5%
OpinionWay 03 - 04/4 1 083 26% 23% 14% 10% 9% 6% 3% 2% 2% 3% 1% 1%
Ipsos Sopra-Steria 02 - 04/4 12 600 26,5% 21,5% 16% 10% 8,5% 6% 3,5% 2% 2,5% 2% 1% 0,5%
Harris Interactive 01 - 04/4 2 200 26,5% 23% 17% 9,5% 9,5% 5% 2,5% 2% 2% 1,5% 1% 0,5%
OpinionWay 02 - 03/4 1 091 27% 22% 14% 9% 10% 6% 4% 2% 3% 2% 1% <1%
Ipsos Sopra-Steria 30/3 - 02/4 1 963 26% 21% 15,5% 11% 9,5% 6% 3% 2% 2,5% 1,5% 1,5% 0,5%
Elabe 31/3 - 01/4 1 472 28,5% 22% 15% 9,5% 8,5% 4,5% 3,5% 1,5% 2,5% 2,5% 1,5% 0,5%
BVA 30 - 31/3 1 502 27% 21% 15,5% 9,5% 9,5% 5% 3,5% 2% 2,5% 2,5% 1% 1%
Ifop 28 - 31/3 2 995 28% 21% 15,5% 11% 10% 4% 2,5% 2% 2,5% 2,5% 1,5% 0,5%
Elabe 28 - 30/3 1 531 28% 21% 15,5% 10,5% 9,5% 4% 2,5% 2% 2,5% 2,5% 1,5% 0,5%
Ipsos Sopra-Steria 27 - 30/3 1 728 27% 20,5% 15,5% 11,5% 9% 6% 3% 1,5% 2% 2% 1,5% 0,5%
Ipsos Sopra-Steria 25 - 29/3 1 738 27,5% 19,5% 15% 12% 9% 6% 3,5% 2% 2% 2% 1,5% 0,5%
Ifop 25 - 29/3 2 004 27,5% 21% 14,5% 11% 10,5% 5% 3,5% 2% 2% 1,5% 1% 0,5%
Harris Interactive 25 - 28/3 2 384 28,5% 21% 15% 10% 9,5% 5% 3% 2,5% 2% 2% 1% 0,5%
OpinionWay 25 - 28/3 1 627 28% 20% 14% 10% 11% 5% 3% 2% 3% 2% 1% 1%
Ipsos Sopra-Steria 24 - 28/3 1 723 27,5% 18,5% 15,5% 11,5% 10% 6% 3,5% 2% 2% 2% 1% 0,5%
Ifop 24 - 28/3 1 501 28% 21% 14% 11% 11% 5% 3,5% 2,5% 1,5% 1,5% 0,5% 0,5%
OpinionWay 26 - 27/3 1 072 27% 20% 14% 10% 10% 6% 4% 2% 3% 2% 1% 1%
Ipsos Sopra-Steria 23 - 26/3 1 726 28,5% 17,5% 14,5% 11% 10% 6% 3,5% 2,5% 2,5% 2,5% 1% 0,5%
OpinionWay 22 - 25/3 1 636 27% 21% 13% 10% 12% 5% 4% 2% 3% 1% 1% 1%
Ipsos Sopra-Steria 22 - 25/3 1 718 29% 18,5% 13,5% 10,5% 10% 6% 3,5% 2,5% 2,5% 2,5% 1% 0,5%
Ifop 22 - 25/3 1 504 28% 20,5% 14% 11% 11,5% 5% 3,5% 2% 2% 1,5% 0,5% 0,5%
OpinionWay 21 - 24/3 1 619 28% 20% 14% 9% 12% 5% 4% 2% 3% 1% 2% 1%
Ipsos Sopra-Steria 21 - 24/3 1 724 29,5% 19% 12,5% 10,5% 10% 6,5% 4% 2% 2,5% 2% 1% 0,5%
Ifop 20 - 24/3 1 507 28,5% 20% 14% 11,5% 11,5% 4,5% 3,5% 2% 2% 1,5% 0,5% 0,5%
OpinionWay 22 - 23/3 1 105 28% 19% 14% 10% 11% 6% 4% 2% 2% 2% 1% 1%
BVA 22 - 23/3 1 500 28% 19% 14,5% 11% 10,5% 6% 3% 2% 2,5% 1,5% 1,5% 0,5%
Kantar 21 - 23/3 1 388 29% 20% 14% 11% 10% 4,5% 3% 2% 2% 2,5% 1% 1%
OpinionWay 20 - 23/3 1 614 28% 20% 14% 9% 11% 6% 3% 2% 2% 2% 2% 1%
Ipsos Sopra-Steria 20 - 23/3 1 721 29,5% 18,5% 12,5% 11% 9,5% 7% 4% 2% 2,5% 1,5% 1% 1%
Ifop 19 - 23/3 1 507 28% 20% 14% 12% 11% 5% 3,5% 2% 2,5% 1% 0,5% 0,5%
OpinionWay 19 - 22/3 1 626 29% 19% 14% 9% 12% 5% 3% 2% 2% 2% 2% 1%
Ipsos Sopra-Steria 18 - 22/3 1 741 29,5% 17,5% 13% 11% 9,5% 7% 4% 2,5% 2,5% 1,5% 1% 1%
Ifop 18 - 22/3 1 506 28% 19,5% 13,5% 12,5% 10,5% 5,5% 4% 2% 2,5% 1% 0,5% 0,5%
OpinionWay 20 - 21/3 1 092 29% 18% 14% 10% 12% 5% 3% 2% 2% 2% 2% 1%
Elabe 20 - 21/3 1 551 27,5% 20% 15% 10% 10% 4,5% 3,5% 1,5% 3% 3% 1,5% 0,5%
Harris Interactive 18 - 21/3 2 344 29,5% 19,5% 14% 11% 10% 5% 3% 2,5% 2% 2% 1% 0,5%
OpinionWay 18 - 21/3 1 636 29% 18% 13% 9% 13% 5% 4% 3% 2% 2% 1% 1%
Ipsos Sopra-Steria 17 - 21/3 1 748 30,5% 17% 13% 10% 10% 6,5% 3,5% 3% 3% 2% 1% 0,5%
Ifop 17 - 21/3 1 508 28% 18,5% 14% 12,5% 10,5% 5,5% 4% 2% 3% 1,5% 0,5% 0%
OpinionWay 19 - 20/3 1 092 29% 17% 13% 10% 13% 5% 4% 3% 3% 1% 1% 1%
Ipsos Sopra-Steria 16 - 19/3 1 723 30,5% 16,5% 13% 11% 10% 6% 3,5% 3% 3% 2% 1% 0,5%
OpinionWay 15 - 18/3 1 542 29% 17% 13% 11% 12% 5% 4% 3% 3% 2% 1% <1%
Ipsos Sopra-Steria 15 - 18/3 1 684 31% 15,5% 12% 11,5% 11% 6% 3,5% 2,5% 3% 2% 1,5% 0,5%
Ifop 15 - 18/3 1 507 29% 17,5% 13,5% 13% 11% 5% 4,5% 2% 2,5% 1,5% 0,5% 0%
OpinionWay 14 - 17/3 1 550 29% 17% 12% 11% 12% 6% 4% 3% 3% 2% 1% <1%
Ipsos Sopra-Steria 14 - 17/3 1 650 31% 15,5% 12% 12% 11% 6% 3,5% 2,5% 2,5% 2% 1,5% 0,5%
Ifop 14 - 17/3 1 506 30% 17,5% 12,5% 13% 10,5% 5% 4,5% 2% 2,5% 1,5% 0,5% 0,5%
OpinionWay 15 - 16/3 1 032 29% 18% 11% 12% 11% 6% 4% 2% 2% 3% 1% 1%
BVA 15 - 16/3 1 505 30% 18% 13% 13% 10% 5,5% 3,5% 2,5% 1,5% 2% 0,5% 0,5%
Elabe 15 - 16/3 1 587 31% 18% 14% 10,5% 11,5% 5% 3,5% 1,5% 2% 1,5% 1% 0,5%
Ipsos Sopra-Steria 13 - 16/3 1 651 31% 16% 11% 12% 10,5% 6,5% 4% 2,5% 2,5% 2% 1,5% 0,5%
OpinionWay 14 - 15/3 1 048 30% 19% 12% 11% 10% 6% 4% 2% 2% 2% 1% 1%
OpinionWay 13 - 14/3 1 072 30% 18% 11% 11% 10% 6% 4% 3% 3% 2% 1% 1%
Harris Interactive 11 - 14/3 2 390 30% 19,5% 13,5% 11% 10,5% 5% 3% 2,5% 2% 1,5% 1% 0,5%
OpinionWay 11 - 14/3 1 688 30% 18% 11% 11% 11% 6% 4% 3% 2% 2% 1% 1%
Ifop 10 - 14/3 1 653 31% 18% 11,5% 13% 11% 5% 4,5% 2% 2% 1% 1% 0%
Ipsos Sopra-Steria 09 - 12/3 1 653 30,5% 16% 12% 13,5% 11% 6,5% 3% 2,5% 1,5% 1,5% 1,5% 0,5%
OpinionWay 07 - 10/3 1 505 30% 18% 11% 11% 12% 5% 4% 3% 2% 2% 1% 1%
Ifop 07 - 10/3 1 505 31% 18% 10,5% 12% 12,5% 6% 4% 3% 2% 1% 0,5% 0,5%
BVA 08 - 09/3 1 500 30% 17% 12,5% 13% 12% 5,5% 3% 2,5% 1,5% 1,5% 1% 0,5%
Kantar 07 - 09/3 1 394 31% 17% 11% 13% 12% 4% 3% 1,5% 2% 3% 2% 0,5%
OpinionWay 07 - 08/3 1 071 30% 17% 11% 12% 12% 6% 4% 2% 2% 2% 1% 1%
Elabe 07 - 08/3 1 580 33,5% 15% 13% 11% 10,5% 5% 3,5% 1,5% 2,5% 2,5% 1% 1%

Simulações de 2º turno[editar | editar código-fonte]

Macron x Le Pen

Macron x Mélenchon

Macron x Zemmour

Macron x Pécresse

Resultados[editar | editar código-fonte]

Candidato Partido 1º Turno 2º Turno
Votos % Votos %
Emmanuel Macron A República Em Marchaǃ LREM 9 785 578
27,84%
18 779 641
58,54%
Marine Le Pen Reagrupamento Nacional RN 8 136 369
23,15%
13 297 760
41,46%
Jean-Luc Mélenchon França Insubmissa FI 7 714 949
21,95%
Éric Zemmour Reconquista REC 2 485 935
7,07%
Valérie Pécresse Os Republicanos LR 1 679 470
4,78%
Yannick Jadot Europa Ecologia - Os Verdes EELV 1 628 337
4,63%
Jean Lassalle Resistirǃ 1 101 690
3,13%
Fabien Roussel Partido Comunista Francês PCF 802 615
2,28%
Nicolas Dupont-Aignan Levantar a França DLF 725 356
2,06%
Anne Hidalgo Partido Socialista PS 616 651
1,75%
Philippe Poutou Novo Partido Anticapitalista NPA 268 984
0,77%
Nathalie Arthaud Luta Operária LO 197 184
0,56%
Votos válidos 35 143 118
97,83%
32 077 041
91,40%
Votos brancos 543 638
1,51%
2 228 044
6,35%
Votos nulos 237 023
0,66%
790 946
2,25%
Votos totais 35 923 779
100,00%
35 096 391
100,00%
Participação 35 923 779
73,69%
35 096 391
71,99%
Abstenção 12 824 135
26,31%
13 656 109
28,01%
Eleitorado 48 747 914
100,00%
48 752 500
100,00%
Fonteː Ministério do Interior
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre a Eleição presidencial da França em 2022

Notas

  1. Por convenção, a idade dos candidatos é calculada com base na data de realização do 1º turno da eleição presidencial.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Macron vence Le Pen e garante novo mandato na França». G1. Consultado em 24 de abril de 2022 
  2. Conseil Constitutionnel (1 de fevereiro de 2022). «Les règles». Conseil Constitutionnel 
  3. «Quelles sont les dates-clés de l'élection présidentielle 2022 ?». Le Monde. 9 de novembro de 2021 
  4. Conseil Constitutionnel (1 de fevereiro de 2022). «Les parrainages validés par candidat». Conseil Constitutionnel 
  5. «Présidentielleː Jean-Luc Mélenchon accorde son parrainage à Philippe Poutou». BFMBV. 1 de março de 2022 
  6. «Christiane Taubira annonce son retrait de la campagne présidentielle». Le Monde. 2 de março de 2022 
  7. «Présidentielle 2022 : faute de parrainages, terminus pour Anasse Kazib, cheminot et ex-figure des «Grandes gueules»». Le Parisien. 3 de março de 2022 
  8. «Présidentielle 2022 : Antoine Waechter dit stop». La Provence. 1 de março de 2022 
  9. «Présidentielle 2022 : Arnaud Montebourg jette l'éponge». France24. 19 de janeiro de 2022 
  10. «Présidentielle 2022 : Florian Philippot, figure des antipass, jette l'éponge». 20Minutes. 18 de fevereiro de 2022 
  11. Conseil Constitutionnel (7 de março de 2022). «Élection présidentielle : Laurent Fabius rend publique la liste des candidats». Conseil Constitutionnel 
  12. «Présidentielle 2022 : quels candidats se sont déjà déclarés ?». France Inter. 25 de março de 2021 
  13. «Présidentielle 2022 : Nathalie Arthaud se lance dans sa troisième campagne pour Lutte ouvrière». LCI. 16 de setembro de 2021 
  14. «Présidentielle 2022: Fabien Roussel se prépare, mais fera voter les militants». Le Figaro. 26 de novembro de 2020 
  15. «Présidentielle 2022 : Fabien Roussel, candidat pour le Parti communiste». Le Monde. 9 de maio de 2021 
  16. «Emmanuel Macron officialise sa candidature à la présidentielle dans une lettre adressée aux Français». BFMTV. 3 de março de 2022 
  17. «Après 5000 km, le député Jean Lassalle ovationné devant l'Assemblée nationale». L'Express. 14 de dezembro de 2013 
  18. «Jean Lassalle candidat à la présidentielle 2022». Le Point. 16 de março de 2021 
  19. «Vu de l'étranger.Avec "un populisme épuré", Marine Le Pen vise l'Élysée». Courrier international. 17 de janeiro de 2020 
  20. «Jean-Frédéric Poisson soutient Eric Zemmour et renonce à sa candidature». Huffington Post. 3 de dezembro de 2021 
  21. «La Morbihannaise Jacline Mouraud, ex-figure des Gilets jaunes, rejoint Eric Zemmour». Franceinfo. 5 de dezembro de 2021 
  22. «Mélenchon obtient ses 150.000 parrainages pour 2022». Huffington Post. 12 de novembro de 2020 
  23. «Présidentielle : Mélenchon revendique déjà ses 150 000 parrainages». Libération. 12 de novembro de 2020 
  24. «Anne Hidalgo, candidate à la présidentielle pour «bâtir une France plus juste»». Le Figaro. 12 de setembro de 2021 
  25. «Présidentielle 2022 : Anne Hidalgo espère se relancer après l'adoubement du PS». Les Echos. 14 de outubro de 2021 
  26. «Présidentielle : Jadot et Hamon fêtent leur alliance approuvée par les écologistes». Le Parisien. 26 de fevereiro de 2017 
  27. «Primaire écologiste : Yannick Jadot remporte de justesse le scrutin face à Sandrine Rousseau». Le Monde. 28 de setembro de 2021 
  28. «Valérie Pécresse: «Je suis candidate à la présidence de la République pour restaurer la fierté française»». Le Figaro. 22 de julho de 2021 
  29. «Présidentielle 2022 : Valérie Pécresse remporte le Congrès LR et devient la candidate de la droite». Le Figaro. 4 de dezembro de 2021 
  30. «Présidentielle 2022 : Poutou désigné candidat du NPA pour la troisième fois». Le Figaro. 28 de junho de 2021 
  31. «Nicolas Dupont-Aignan se déclare officiellement candidat aux élections présidentielles de 2022». La Depeche. 26 de setembro de 2020 
  32. «Dupont-Aignan candidat à la présidentielle pour offrir un « choix » aux Français». Ouest France. 26 de setembro de 2020