Eleição presidencial nos Estados Unidos em 1884

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Eleição presidencial dos Estados Unidos em 1884
 

1880 ← Flag of the United States.svg → 1888


4 de novembro
StephenGroverCleveland.png JamesGBlaine.png
Candidato Grover Cleveland James G. Blaine
Partido Democrata Republicano
Candidato para Vice-presidente Thomas A. Hendricks John A. Logan
Colégio eleitoral 219 182
Vencedor em 20 estados 18 estados
Votos 4.874.621 4.848.936
Porcentagem 48,50% 48,25%
ElectoralCollege1884.svg

Seal Of The President Of The United States Of America.svg
Presidente dos Estados Unidos

A eleição presidencial dos Estados Unidos de 1884 foi a vigésima-quinta eleição presidencial do país. Foi a primeira eleição em que um democrata se elegeu como presidente dos Estados Unidos desde a eleição de 1856 (depois da Guerra Civil). O presidente eleito anteriormente, James A. Garfield havia falecido em 19 de setembro de 1881 devido a um tiro que ele havia levado em 2 de julho. Assim, assumiu o vice Chester A. Arthur.[1] O governador de Nova Iorque Grover Cleveland derrotou o candidato republicano, o senador James G. Blaine para quebrar a maior série de derrotas para qualquer grande partido na história política americana (seis consecutivas nas eleições presidenciais). Nova Iorque decidiu a eleição, para o governador Cleveland foram atribuídos 36 votos do Colégio Eleitoral do estado. Cleveland recebeu apoio dos democratas e de republicanos reformistas ("mugwumps", independentes) que não gostavam do histórico de seu oponente republicano.[2] A campanha foi marcada pela animosidade política excepcional e invectivas pessoais.

Processo eleitoral[editar | editar código-fonte]

A partir de 1832, os candidatos para presidente e vice começaram a ser escolhidos através das Convenções. Os delegados partidários, escolhidos por cada estado para representá-los, escolhem quem será lançado candidato pelo partido. Os eleitores gerais elegem outros "eleitores" que formam o Colégio Eleitoral. A quantidade de "eleitores" por estado varia de acordo com a quantidade populacional do estado. Em quase todos os estados, o vencedor do voto popular leva todos os votos do Colégio Eleitoral.[3]

Convenções[editar | editar código-fonte]

Benjamin F. Butler foi indicado a presidente pelos partidos Anti-Monopólio e Greenback.

Convenção Nacional do Partido Anti-Monopólio de 1884[editar | editar código-fonte]

A Convenção Nacional do Partido Anti-Monopólio foi realizada em 14 de maio em Chicago. O partido tinha sido formado para expressar oposição à práticas de negócio das empresas emergentes a nível nacional. Havia delegados presentes de 16 estados, mas metade dos delegados vieram de Michigan e Illinois. Benjamin Franklin Butler foi nomeado para presidente no primeiro escrutínio com 124 votos contra 8 de outros. A convenção decidiu não nomear um candidato para vice, esperando que outras convenções endossariam uma plataforma semelhante e nomeariam um candidato a vice adequado.[4]

Convenção Nacional do Partido Greenback de 1884[editar | editar código-fonte]

A terceira Convenção Nacional do Partido Greenback (oficialmente o Partido Trabalhista Nacional Greenback) foi realizada entre 28 e 29 de maio em Indianapolis. Delegados de 28 estados e Distrito de Columbia estavam presentes. A convenção nomeou Benjamin Franklin Butler para presidente na primeira votação por 323 votos a 103 de outros. Absolom M. West foi indicado por unanimidade para a vice.[5]

Convenção Nacional do Partido Republicano de 1884[editar | editar código-fonte]

Cartaz republicano com Blaine e Logan.

A oitava Convenção Nacional Republicana foi realizada entre 3 e 6 de junho em Chicago. James G. Blaine foi indicado para presidente na quarta votação por 541 votos, a 278 de Chester A. Arthur, e a 212 votos de outros. John A. Logan foi nomeado para vice.[6]

Convenção Nacional do Partido Americano Proibição de 1884[editar | editar código-fonte]

O Partido Americano (Proibição) realizou sua convenção nacional entre 19 e 20 de junho em Chicago. O partido procurou mesclar os movimentos de reforma de antimaçonaria, proibição, antipoligamia, e eleição direta do Presidente em um novo partido. Durante a convenção, o nome do partido foi mudado de Partido Americano para o Partido Americano Proibição. O nome do partido foi o Partido Anti-Maçônico em 1880. O partido nomeou Samuel C. Pomeroy para presidente na primeira votação por 72 votos a 12 de outros. John A. Conant foi indicado para vice.[7]

Convenção Nacional do Partido Democrata de 1884[editar | editar código-fonte]

Cartaz democrata com Cleveland e Hendricks.

A décima-quarta Convenção Nacional Democrata foi realizada entre 8 e 11 de julho em Chicago. Grover Cleveland foi nomeado para presidente na segunda votação por 683 votos, a 170 de Thomas F. Bayard, a 124 de Thomas A. Hendricks, e a 258 de outros. Thomas A. Hendricks foi nomeado para vice.[8]

Convenção Nacional do Partido da Proibição de 1884[editar | editar código-fonte]

A quarta Convenção Nacional do Partido da Proibição foi realizada entre 23 e 24 de julho em Pittsburgh. Havia 505 delegados de 31 estados e territórios na convenção. Com unânimidade foi escolhido John P. St. John para presidente e William Daniel para vice.[9]

Convenção Nacional do Partido Direitos Iguais de 1884[editar | editar código-fonte]

Belva Ann Lockwood.

Insatisfeito com resistência por parte dos homens dos grandes partidos ao sufrágio das mulheres, um pequeno grupo de mulheres anunciou a formação em 1884 do Partido Direitos Iguais. A Convenção Nacional do Partido Direitos Iguais foi realizada em 20 de setembro em São Francisco. A convenção nomeou a senhora advogada de Washington DC Belva A. Lockwood para presidente e Marietta L. Stow para vice. Belva disse: "Eu não posso votar, mas eu posso ser votada." Ela foi a primeira mulher a executar uma campanha completa para o ofício (Victoria Woodhull realizou uma campanha mais limitada em 1872). O partido não possuía dinheiro, mas Lockwood deu palestras para pagar viagens de campanha. Ela ganhou menos de 500 votos.[10]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Candidato presidencial Partido Estado de origem Voto popular Colégio Eleitoral Running mate
Votos % Votos % Candidato vice-presidencial Estado de origem Colégio Eleitoral
Grover Cleveland Partido Democrata Nova Jersey 4.874.621 48,50% 219 54,6% Thomas A. Hendricks Ohio 219
James G. Blaine Partido Republicano Pensilvânia 4.848.936 48,25% 182 45,4% John A. Logan Illinois 182
Benjamin Butler Partido Greenback/Partido Anti-Monopólio Nova Hampshire 175,096 1,74% 0 0% Absolom M. West Alabama 0
John St. John Partido da Proibição Indiana 147.482 1,47% 0 0% William Daniel Maryland 0
Outros 3,619 0,04% 0 0% Outros 0
Total 10.049.754 100% 401 401
Votos minímos do Colégio Eleitoral de que se precisa para vencer 201 201

Fonte - Voto popular:[11] Colégio Eleitoral:[12]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre eleições nos Estados Unidos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.