Eleições estaduais em Minas Gerais em 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
2010 Brasil 2018
Eleições estaduais do  Minas Gerais em 2014
5 de outubro de 2014
(Decisão em primeiro turno)
Fernando pimentel 2011.jpg Pimenta da Veiga, 2014.jpg
Candidato Fernando Pimentel Pimenta da Veiga
Partido PT PSDB
Natural de Belo Horizonte, MG Belo Horizonte, MG
Vice Antônio Andrade Dinis Pinheiro
Votos 5.362.870 4.240.706
Porcentagem 52,98% 41,89%
Resultados da eleição para governador de Minas Gerais em 2014 por cidades.png
Resultado da eleição para governador no primeiro turno por cidades.
  Cidades onde Pimentel obteve maior votação

  Cidades onde Pimenta obteve maior votação


Brasão de Minas Gerais.svg
Governador de Minas Gerais

As eleições estaduais em Minas Gerais em 2014 aconteceram em 5 de outubro como parte das eleições gerais no Distrito Federal e em 26 estados brasileiros. Foram eleitos o governador Fernando Pimentel, o vice-governador Antônio Andrade e o senador Antonio Anastasia, além de 53 deputados federais e 77 estaduais.[1] Como o candidato mais votado a governador superou a metade mais um dos votos válidos, o pleito foi decidido em primeiro turno e conforme a Constituição a posse do governador e do vice-governador se daria em 1º de janeiro de 2015 para quatro anos de mandato.[2][3][nota 1]

Resultado da eleição para governador[editar | editar código-fonte]

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral houve 10.123.030 votos nominais (83,07%), 1.043.891 votos em branco (8,57%) e 1.019.261 votos nulos (8,36%) resultando no comparecimento de 12.186.182 eleitores.[1][4][nota 2]

Candidatos a governador do estado
Candidatos a vice-governador Número Coligação Votação Percentual
Fernando Pimentel
PT
Antônio Andrade
PMDB
13
Minas pra você
(PT, PMDB, PRB, PCdoB, PROS)
5.362.870
52,98%
Pimenta da Veiga
PSDB
Dinis Pinheiro
PP
45
Todos por Minas
(PSDB, PP, DEM, PV, PPS, PTB, PSD, PTN, PR, PMN, SD, PDT, PTC, PSL, PSC)
4.240.706
41,89%
Tarcísio Delgado
PSB
Sílvia Reis
PRTB
40
Minas quer mudança
(PSB, PRTB, PPL)
395.039
3,90%
Fidélis Alcântara
PSOL
Victoria Mello
PSTU
50
Frente de esquerda socialista de Minas Gerais
(PSOL, PSTU)
67.785
0,67%
Túlio Lopes
PCB
Roberto Auad
PCB
21
PCB (sem coligação)
26.023
0,26%
Eduardo Ferreira
PSDC
Raimundo Nonato
PSDC
27
PSDC (sem coligação)
23.017
0,23%
Cleide Donária
PCO
Fábio Cardoso de Andrade
PCO
29
PCO (sem coligação)
7.590
0,07%
  Eleito(a)

Resultado da eleição para senador[editar | editar código-fonte]

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral houve 8.995.689 votos nominais (73,82%), 1.441.159 votos em branco (11,83%) e 1.749.334 votos nulos (14,36%) resultando no comparecimento de 12.186.182 eleitores.[1][4][nota 2]

Candidatos a senador da República
Candidatos a suplente de senador Número Coligação Votação Percentual
Antonio Anastasia
PSDB
Alexandre Silveira
PSD
Lael Varela
DEM
456
Todos por Minas
(PSDB, PP, DEM, PV, PPS, PTB, PSD, PTN, PR, PMN, SD, PDT, PTC, PSL, PSC)
5.102.987
56,73%
Josué Alencar
PMDB
Maria Inês Rodrigues
PROS
Sebastião Riera
PMDB
150
Minas pra você
(PT, PMDB, PRB, PCdoB, PROS)
3.614.720
40,18%
Margarida Vieira
PSB
Alexandro de Souza
PPL
Igor Versiani
PSB
400
Minas quer mudança
(PSB, PRTB, PPL)
192.649
2,14%
Geraldo Batata
PSTU
Andrea Carla Ferreira
PSTU
Erafim Moura
PSTU
161
Frente de esquerda socialista de Minas Gerais
(PSOL, PSTU)
24.676
0,27%
José Tarcísio dos Santos
PSDC
Adélcio Neves
PSDC
Roney Faria
PSDC
270
PSDC (sem coligação)
21.785
0,24%
Pablo Lima
PCB
José Francisco Neres
PCB
Cledimárcio Kojak
PCB
210
PCB (sem coligação)
20.183
0,23%
Edilson Nascimento
PTdoB
Juares Ferreira
PTdoB
Alexandre Santos
PTdoB
700
Mais Minas
(PTdoB, PRP, PHS, PEN)
11.300
0,13%
Maria das Graças Vieira
PCO
Adilson Povão
PCO
Sérgio Rodrigues
PCO
290
PCO (sem coligação)
7.389
0,08%
  Eleito(a)

Deputados federais eleitos[editar | editar código-fonte]

São relacionados os candidatos eleitos com informações complementares da Câmara dos Deputados.[5] Ressalte-se que os votos em branco eram considerados válidos para fins de cálculo do quociente eleitoral nas disputas proporcionais até 1997, quando essa anomalia foi banida de nossa legislação.[3]

Deputados federais eleitos Partido Votação Percentual Cidade onde nasceu Unidade federativa
Reginaldo Lopes PT 310.226 3,07% Bom Sucesso  Minas Gerais
Rodrigo de Castro PSDB 292.848 2,89% Viçosa  Minas Gerais
Misael Varela DEM 258.363 2,55% Muriaé  Minas Gerais
Odair Cunha PT 201.782 1,99% Piedade  São Paulo
Gabriel Guimarães PT 200.014 1,98% Governador Valadares  Minas Gerais
Weliton Prado PT 186.098 1,84% Uberlândia  Minas Gerais
Odelmo Leão PP 179.652 1,78% Uberaba  Minas Gerais
Eros Biondini PTB 179.073 1,77% Belo Horizonte  Minas Gerais
Jaime Martins Filho PSD 158.907 1,57% Nova Serrana  Minas Gerais
Toninho Pinheiro PP 148.239 1,47% Ibirité  Minas Gerais
Patrus Ananias PT 147.175 1,45% Bocaiuva  Minas Gerais
George Hilton PRB 146.792 1,45% Alagoinhas Bahia Bahia
Stefano Aguiar PSB 144.153 1,42% Belo Horizonte  Minas Gerais
Domingos Sávio PSDB 143.901 1,42% São Tiago  Minas Gerais
Marcus Pestana PSDB 131.687 1,30% Juiz de Fora  Minas Gerais
Eduardo Barbosa PSDB 130.453 1,29% Pará de Minas  Minas Gerais
Mauro Lopes PMDB 129.795 1,28% Entre Folhas  Minas Gerais
Dimas Fabiano PP 129.096 1,28% Macaé  Rio de Janeiro
Newton Cardoso Júnior PMDB 128.489 1,27% Belo Horizonte  Minas Gerais
Olavo Bilac Pinto Neto PR 123.377 1,22% Rio de Janeiro  Rio de Janeiro
Leonardo Quintão PMDB 118.470 1,17% Taguatinga  Distrito Federal
Luiz Fernando Faria PP 117.542 1,16% Santos Dumont  Minas Gerais
Marcos Montes PSD 116.175 1,15% Nova Serrana  Minas Gerais
Leonardo Monteiro PT 115.336 1,14% Governador Valadares  Minas Gerais
Luís Tibé PTdoB 114.948 1,14% Belo Horizonte  Minas Gerais
Diego Andrade PSD 114.240 1,13% Belo Horizonte  Minas Gerais
João Carlos Siqueira PT 112.722 1,11% Urucânia  Minas Gerais
Saraiva Felipe PMDB 111.317 1,10% Belo Horizonte  Minas Gerais
Zé Silva SD 109.925 1,09% Iturama  Minas Gerais
Renzo Braz PP 109.510 1,08% Muriaé  Minas Gerais
Carlos Melles DEM 107.906 1,07% São Sebastião do Paraíso  Minas Gerais
Paulo Abi-Ackel PSDB 104.849 1,04% Belo Horizonte  Minas Gerais
Caio Narcio PSDB 101.040 1,00% Uberlândia  Minas Gerais
Lincoln Portela PR 98.834 0,98% Belo Horizonte  Minas Gerais
Raquel Muniz PSC 96.073 0,95% Montes Claros  Minas Gerais
Subtenente Gonzaga PDT 93.997 0,93% Manhuaçu  Minas Gerais
Miguel Corrêa PT 93.450 0,92% Belo Horizonte  Minas Gerais
Rodrigo Pacheco PMDB 92.743 0,92% Porto Velho  Rondônia
Aelton Freitas PR 91.103 0,90% Iturama  Minas Gerais
Mário Heringer PDT 90.738 0,90% Manhumirim  Minas Gerais
Marcelo Aro PHS 87.113 0,86% Belo Horizonte  Minas Gerais
Júlio Delgado PSB 86.245 0,85% Juiz de Fora  Minas Gerais
Bonifácio de Andrada PSDB 83.628 0,83% Barbacena  Minas Gerais
Fábio Ramalho PV 83.567 0,83% Brasília  Distrito Federal
Margarida Salomão PT 78.973 0,78% Juiz de Fora  Minas Gerais
Laudivio Carvalho PMDB 78.762 0,78% Bocaiuva  Minas Gerais
Jô Moraes PCdoB 67.650 0,67% Cabedelo  Paraíba
Tenente Lúcio PSB 67.459 0,67% Uberlândia  Minas Gerais
Marcelo Álvaro Antônio PRP 60.384 0,60% Belo Horizonte  Minas Gerais
Adelmo Carneiro Leão PT 57.921 0,57% Itapagipe  Minas Gerais
Dâmina Pereira PMN 52.679 0,52% Lavras  Minas Gerais
Edson Moreira PTN 49.391 0,49% São Paulo  São Paulo
Brunny Gomes PTC 45.381 0,45% Governador Valadares  Minas Gerais

Deputados estaduais eleitos[editar | editar código-fonte]

Foram escolhidos 77 deputados estaduais para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais.[1][3]

Notas

  1. A posse dos parlamentares eleitos ocorreria em 1º de fevereiro de 2015.
  2. a b Além do comparecimento de 12.186.182 eleitores (79,98%), houve uma abstenção de 3.050.396 eleitores (20,02%) somando 15.236.578 inscritos aptos a votar.

Referências

  1. a b c d «Banco de dados do Tribunal Superior Eleitoral». Consultado em 17 de dezembro de 2017 
  2. «BRASIL. Presidência da República. Constituição de 1988». Consultado em 17 de dezembro de 2017 
  3. a b c «BRASIL. Presidência da República. Lei nº. 9.504 de 30/09/1997». Consultado em 17 de dezembro de 2017 
  4. a b «G1 eleições 2014: apuração do 1º turno em Minas Gerais». Consultado em 17 de dezembro de 2017 
  5. «Página oficial da Câmara dos Deputados». Consultado em 17 de dezembro de 2017