Eleições estaduais no Maranhão em 1965

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
1962 Brasil 1966
Eleições estaduais no  Maranhão em 1965
3 de outubro de 1965
(Decisão em turno único)
José Sarney Presidente.jpg Male portrait placeholder cropped.jpg
Candidato José Sarney Costa Rodrigues
Partido UDN PDC
Natural de Pinheiro, MA São Luís, MA
Vice Antônio Dino Antenor Bogéa
Votos 121.062 68.560
Porcentagem 53,63% 30,37%


Brasão do Maranhão.png
Governador do Maranhão

Titular
Newton Belo
PSD

Eleito
José Sarney
UDN

As eleições estaduais no Maranhão em 1965 aconteceram em 3 de outubro como parte das eleições gerais no Brasil em 1965 em onze estados[1] cujos governadores exerciam um mandato de cinco anos, embora o pleito em Alagoas não tenha sido validado por razões legais.

Figura central da política maranhense após o fim da Era Vargas, o senador Vitorino Freire deu apoio ao Regime Militar de 1964 para conservar seu poderio, contudo o novo governo resolveu vincular sua imagem a uma nova liderança e o escolhido foi o advogado, jornalista e escritor José Sarney, até então filiado à UDN.[nota 1] Nascido em Pinheiro, ele se formou na Universidade Federal do Maranhão em 1953 e trabalhou em O Imparcial entre outros jornais. Filiado ao PSD foi terceiro suplente de deputado federal em 1954 chegando a ser convocado e após migrar para a UDN foi eleito em 1958 e 1962.

Para vice-governador, foi eleito Antônio Dino. Natural de Cururupu ele é formado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e na então capital federal integrou o corpo clínico e dirigiu diferentes hospitais, além de ser médico do Serviço de Assistência Médica Domiciliar (SAMDU) da Guanabara. Membro da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro e de São Luís, presidente da Liga Maranhense de Combate ao Câncer e professor da Universidade Federal do Maranhão.[2] Eleito deputado federal em 1954 e 1958 e deputado estadual em 1962, Antônio Dino assumiu o Palácio dos Leões em 14 de maio de 1970 quando o governador José Sarney renunciou para concorrer ao mandato de senador.[3]

Resultado da eleição para governador[editar | editar código-fonte]

Foram apurados 225.725 votos nominais, 5.418 votos em branco e 16.013 votos nulos resultando no comparecimento de 247.156 eleitores.[4][5][6]

Candidatos a governador do estado
Candidatos a vice-governador Número Coligação Votação Percentual
José Sarney
UDN
Antônio Dino
PSP
-
Oposições Coligadas
(UDN, PSP, PTN)
121.062
53,63%
Costa Rodrigues
PDC
Antenor Bogéa
PDC
-
PDC, PL
68.560
30,37%
Renato Archer
PTB
Pedro Braga
PTB
-
PTB, PSD
36.103
15,99%
  Eleito

Bancada federal após o bipartidarismo[editar | editar código-fonte]

Referências

Notas

  1. Com a extinção dos partidos políticos e a imposição do bipartidarismo pelo AI-2, em 27 de outubro de 1965, Sarney ingressou na Arena, partido de sustentação do regime militar.Biografia de José Sarney (Biblioteca da Presidência da República)