Eleições estaduais no Pará em 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
2010 Brasil 2018
Eleições estaduais no Pará Pará em 2014
26 de outubro de 2014
(Segundo Turno)
Simao jatene.jpg Ministro Helder Barbalho.jpg
Candidato Simão Jatene Helder Barbalho
Partido PSDB PMDB
Natural de Belém, PA Belém, PA
Vice Zequinha Marinho Lira Maia
Votos 1.858.869 1.721.479
Porcentagem 51,92% 48,08%


Brasão do Pará.svg
Governador do Pará
Eleição parlamentar no Pará Pará em 2014 (Senado)
5 de outubro de 2014
(Candidatos a senador)[a]
Paulo rocha.jpg Replace this image male.png Mario couto senador.JPG
Líder Paulo Rocha Jefferson Lima Mário Couto
Partido PT PP PSDB
Natural de Curuçá, PA Belém, PA Salvaterra, PA
Votos 1.566.350 741.427 624.401
Porcentagem 46,30% 21,92% 18,46%


Coat of arms of Brazil.svg
Senador

Titular(es)
Mário Couto
PSDB

Eleito(s)
Paulo Rocha
PT

As eleições estaduais no Pará em 2014 foram realizadas em 05 de outubro (1º turno) e 26 de outubro (2º turno), como parte das eleições gerais no Brasil. Os eleitores aptos a votaram elegeram o Presidente da República, Governador do Estado e um senador, além de 17 Deputados Federais e 41 Deputados Estaduais. Os principais candidatos a governador são: Simão Jatene (PSDB), Helder Barbalho (PMDB), Marco Carrera (PSOL) e José Carlos Lima (PV). Como nenhum dos candidatos a governador obteve mais da metade dos votos válidos, um segundo turno foi realizado entre Simão Jatene e Helder Barbalho, sendo Jatene o vitorioso deste pleito.

Regras[editar | editar código-fonte]

Governador e Vice-governador[editar | editar código-fonte]

No geral, as regras para as eleições presidenciais também se aplicam às estaduais. Isto é, as eleições possuem dois turnos e se nenhum dos candidatos alcança maioria absoluta dos votos válidos, um segundo turno entre os dois mais votados acontece. Todos os candidatos com cargos executivos devem renunciar até 5 de abril, para poderem disputar.

Senador[editar | editar código-fonte]

Conforme rodízio previsto para as eleições ao Senado, em 2014, será disputada apenas uma vaga por estado com mandato de 8 anos. O candidato mais votado é eleito, não havendo segundo turno para as eleições legislativas.

Candidatos a governador[1][editar | editar código-fonte]

Simão Jatene (PSDB)[2]: O PSDB anunciou na Convenção Estadual em Belém, o nome do governador Simão Jatene para concorrer à reeleição na votação de outubro. O deputado federal Zequinha Marinho, do PSC, compõe a chapa como candidato a vice-governador. Durante a convenção, Jatene anunciou que pretende continuar os investimentos em saúde, educação e segurança. O governador também disse que é preciso aumentar a atenção básica à saúde e projetos sociais, além de aumentar a confiabilidade do estado para gerar empregos através do investimento de empresas privadas. Simão Robison Oliveira Jatene é economista e atual governador do Pará. Foi secretário de planejamento em duas ocasiões e concorreu pela primeira vez ao governo em 2002, quando foi eleito. Após os quatro anos de mandato, Jatene não disputou reeleição. Em 2010, foi novamente eleito para o cargo.

Helder Barbalho (PMDB)[3]: O PMDB anunciou na Convenção Estadual em Belém, o nome do administrador Helder Barbalho para concorrer ao governo do Pará nas eleições de outubro. O candidato a vice será o deputado Lira Maia, do DEM. De acordo Helder, caso seja eleito, o foco de sua gestão será nas pessoas, para que o Pará cresça e se desenvolva como o restante do país. Helder disse que, se eleito, irá viajar bastante pelo estado para entender as diferenças entre as regiões do Pará, atendendo primariamente demandas de saúde, educação e segurança pública. O candidato anunciou também que o PMDB irá apoiar a candidatura do petista Paulo Rocha ao senado. Helder Zahluth Barbalho é vice-presidente do PMDB, ao qual se filiou em 1997. Antes de concorrer ao governo do estado, Helder foi eleito vereador de Ananindeua em 2000, renunciando ao cargo para disputar como estadual nas eleições de 2002o. Após vencer a disputa, concorreu ao cargo de prefeito de Ananindeua, foi eleito e concorreu novamente em 2008, vencendo pela segunda vez.

Marco Carrera (PSOL)[4]: Inicialmente, a ex-deputada estadual Araceli Lemos havia sido definida pelo diretório estadual do partido em fevereiro de 2014. Porém, acabou desistindo para cuidar de problemas de saúde. No dia 26 de junho, foi definida na Convenção Estadual do PSOL que o sociólogo Marco Carrera concorrerá ao governo estadual. Segundo o partido, o candidato a vice-governador ainda está sendo negociado com o PSTU, que irá compor a coligação Frente de Esquerda. È a primeira vez que Marco Carrera concorre a um cargo eletivo. O professor tem 47 anos, nasceu em Belém e se graduou em sociologia pela Universidade Federal do Pará. Ele é casado e tem dois filhos. O candidato atua como professor na rede pública e exerce cargo técnico na Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), além de ocupar cargo de coordenação no Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Gestão Ambiental do Estado do Pará e ser membro do Conselho Estadual de Meio Ambiente.

José Carlos Lima (PV)[5]: O PV confirmou na convenção do partido o nome do advogado José Carlos Lima, o Zé Carlos do PV, para concorrer ao governo do Pará nas eleições de outubro. O candidato a vice, que irá compor a chapa de Zé Carlos, ainda não foi anunciado. Durante o evento, Zé Carlos disse que planeja manter uma relação de parceria com as cadeias produtivas de madeira e minério, gerando emprego e renda de forma sustentável. Ele apontou que uma grande quantidade de paraenses vive abaixo da linha de pobreza ou em situação de encarceramento, e propôs um programa de integração social através do esporte, cultura e educação. O candidato do PV nasceu em 20 de agosto de 1957 e é formado em direito pela Universidade da Amazônia. Na década de 70, trabalhou como tipógrafo e se envolveu com o movimento sindical. Se filiou ao PT em 1981 e chegou a ser vereador pelo partido. Disputou as eleições de 1992 como candidato a prefeito e cumpriu dois mandatos como deputado estadual. Zé Carlos também trabalhou como Chefe da Casa Civil do governo e exerceu o cargo de Secretário Especial de Promoção Social. Recentemente atuou como secretário de meio-ambiente de Belém e membro da Comissão de Meio Ambiente da OAB.

Elton Braga (PRTB)[6]: O PRTB confirmou na convenção do partido o nome do administrador Elton Braga para concorrer ao governo do Pará nas eleições de outubro. O candidato a vice, que irá compor a chapa de do partido, ainda não foi anunciado. Segundo o candidato, o principal problema do Pará é a baixa capacidade de investimento do estado. Elton critiou a Lei Kandir, que concede benefícios fiscais para produtos exportados, e disse que o governador precisa ter coragem para propor uma reforma administrativa em órgãos de administração direta e indireta, já que a estrutura atual do governo gera um alto impacto nas contas públicas por conta do pagamento da folha salarial. Apesar de ter nascido em Belém, Elton se define como um candidato do interior do estado. O administrador tem 44 anos, morou em Tucuruí e atualmente reside em Parauaopebas. Ele já concorreu aos cargos de vereador, deputado estadual e deputado federal, mas nunca foi eleito.

Marco Antônio (PCB)[7]: O PCB anunciou, na convenção estadual do partido, o nome do administrador Marco Antônio Nascimento Ramos para concorrer ao governo do Pará nas eleições de outubro. O candidato ao cargo de vice-governador será Luis Menezes. O anúncio da sua candidatura foi no Distrito Industrial de Ananindeua. Segundo o partido, o PCB não irá realizar coligações, e tem como plataforma uma maior participação popular na gestão, a valorização do trabalhador, a reforma agrária e a diminuição da concentração de renda no estado.

Candidato a governador Candidato a vice-governador Número Eleitoral Coligação Tempo de horário eleitoral
Simao jatene.jpg
Simão Jatene
PSDB
Deputado Zequinha Marinho.jpg
Zequinha Marinho
PSC
45
Juntos Com o Povo
PSDB, PSC, PSD, PSB, PP, PPS, SD, PTB, PRB, PEN, PMN, PTC, PSDC e PRP e PTdoB
07min22seg
Ministro Helder Barbalho.jpg
Helder Barbalho
PMDB
Deputado Federal Lira Maia.jpg
Lira Maia
DEM
15
Todos pelo Pará
PMDB, DEM, PT, PDT, PR, PCdoB, PROS, PPL, PSL, PHS e PTN
07min49seg
Marco Carrera
PSOL
Benedita Amaral
PSTU
50
Frente de Esquerda - Mudança pra valer.
PSOL e PSTU
01min11seg
José Carlos Lima
PV
Raimundo Salame
PV
43
-
PV
01min22seg
Elton Braga
PRTB
Doutor Josenildo
PRTB
28
-
PRTB
01min08seg
Marco Antônio
PCB
Luís Menezes
PCB
21
-
PCB
01min06seg

Coligações proporcionais[editar | editar código-fonte]

Deputado federal[editar | editar código-fonte]

A Força da Nossa Gente (PRB / SD)

Avança Pará (PMN / PEN / PRP)

Frente de esquerda - Mudança pra valer (PSOL / PSTU)

Defendendo o Pará (PR / DEM / PHS / PROS / PCdoB / PSL / PDT / PPL)

União Pelo Pará (PSDB / PSD / PSB / PP / PSC / PTB / PPS / PTdoB /PTC)

Todos Pelo Pará II (PMDB / PT)

Sem coligação (PTN / PCB / PSDC / PRTB / PV)

Deputado estadual[editar | editar código-fonte]

A Força da Nossa Gente II (PRB / PSDC / PMN / PRP / SD / PEN)

Frente de esquerda - Mudança pra valer (PSOL / PSTU)

Pra Frente Pará (PSDB / PSD / PTB / PP)

União Pelo Pará (PR / PHS / PROS)

Todos pelo Pará II (PMDB / PT)

PDT - PPL - PTN - PSL (PDT / PPL / PTN / PSL)

Sem coligação (PCB / PPS / DEM / PRTB / PTC / PSB / PV / PCdoB)

Candidatos a senador[editar | editar código-fonte]

Helenilson Pontes (PSD): O Vice governador do Pará, foi lançado pelo PSD como candidato a uma vaga pelo senado paraense. O candidato tem como 1º suplemente Fernando Yamada.

Mário Couto (PSDB): Eleito senador em 2006, Mário Couto irá disputar a reeleição pelo cargo do senado pelo PSDB.

Paulo Rocha (PT): Mesmo após ter sua candidatura cassada pelo TSE, e ficar envolvido no escândalo do mensalão, o ex deputado Paulo Rocha irá tentar uma vaga pelo senado paraense, o candidato tem o apoio do PMDB.

Jefferson Lima (PP): O Radialista e apresentador Jefferson Lima é o candidato do PP para o senado, tentou uma vaga em 2012 nas eleições para prefeito de Belém, mas acabou ficando em 3º lugar.

Duciomar Costa (PTB): O Ex-prefeito de Belém e eleito senador em 2002 Duciomar Costa, irá tentar uma reeleição no senado pelo PTB.

Pedrinho Maia (PSOL): O PSOL apostou em Pedrinho Maia ao senado.

Professor Simão (PV): O PV apostou em Professor Simão ao senado.

Renato Rolim (PCB): O PCB apostou em Renato Rolim ao senado.

Eliezer Barros (PRTB): O PRTB apostou em Eliezer Barros ao senado.

Angela Azevedo (PSTU): O PSTU apostou em Angela Azevedo ao senado

Marcela Tolentino (SD): O Partido Solidariedade decidiu apostar na Enfermeira Marcela Tolentino para o senado

Candidato a senador 1º Suplente 2º Suplente Número Eleitoral Coligação
Helenilson Pontes PSD Fernando Yamada PSD Alessando Mariano PSD 555 -

PSD, PSC, PTC, PRP, PPS, PSB

Mário Couto PSDB Ronilson Sena PSDB Gervasio Camilo PSDB 456 -

PSDB

Paulo Rocha PT Valdir Ganzer PT Ibanes Taveira PDT 131 Todos pelo Pará

PMDB, DEM, PT, PDT, PR, PCdoB, PROS, PPL, PSL, PHS e PTN

Jefferson Lima PP Ivanildo Pontes PP Bruno Soares PP 111 -

PP

Duciomar Costa PTB Quaresma PTB Marcio Rocha PTB 141 -

PTB

Marcela Tolentino SD Angelo Raiol SD Gilberto Lima SD 777 -

SD, PRB

Pedrinho Maia PSOL Charles Aviz PSOL Maike Vieira PSOL 500 -

PSOL

Eliezer Barros PRTB Alexande Maués PRTB Marcio Sherlo PRTB 280 -

PRTB

Professor Simão PV Rodrigo Vianna PV Antonio Ramos PV 433 -

PV

Angela Azevedo PSTU Roberto Santos PSTU Silvio Ribeiro PSTU 161 -

PSTU

Renato Rolin PCB Gildo Brito PCB Luis Costa PCB 210 -

PCB

Pesquisas de intenção de voto[editar | editar código-fonte]

Governador[editar | editar código-fonte]

1º turno

Data Instituto Candidato
Simão Jatene (PSDB) Helder Barbalho (PMDB) Marco Antonio (PCB)

Impugnado

Zé Carlos do PV (PV) Marco Carrera (PSOL) Elton Braga (PRTB) Brancos ou Nulos Nenhum ou Não sabe
11 a 14/08/2014 Ibope[8] 37% 38% 3% 3% 2% 2% 6% 9%
24 a 27/08/2014 Ibope[9] 40% 40% 1% 2% 2% 1% 5% 9%
08 a 11/09/2014 Ibope[10] 42% 38% 2% 1% 1% 1% 5% 10%
01 a 03/10/2014 Ibope[11] 41% 42% 1% 1% 2% 1% 6% 5%

2º turno

Data Instituto Candidato
Simão Jatene (PSDB) Helder Barbalho (PMDB) Brancos ou Nulos Nenhum ou Não sabe
16 de Outubro Ibope Votos Totais [12] 45% 48% 3% 4%
16 de Outubro Ibope Votos Válidos [12] 48% 52% - -
25 de Outubro Ibope Votos Totais [13] 47% 47% 4% 2%
25 de Outubro Ibope Votos Válidos [13] 50% 50% - -

Senador[editar | editar código-fonte]

Data Instituto Candidato
Mario Couto (PSDB) Paulo Rocha (PT) Duciomar Costa (PTB)

Impugnado

Jefferson Lima (PP) Professor Simão (PV) Helenilson Pontes (PSD) Angela Azevedo (PSTU) Eliezer Barros (PRTB) Pedrinho Maia (PSOL) Renato Rolim (PCB)

Impugnado

Brancos ou Nulos Nenhum ou Não sabe
11 a 14/08/2014 Ibope[14] 16% 16% 14% 13% 5% 4% 3% 1% 1% 1% 9% 16%
24 a 27/08/2014 Ibope[15][16] 17% 23% 7% 13% 2% 4% 2% 0% 1% 1% 8% 21%
08 a 11/09/2014 Ibope[17][18] 17% 23% 9% 14% 2% 4% 1% 1% 1% 0% 7% 20%
01 a 03/10/2014 Ibope[19] 14% 30% 7% 17% 1% 4% 1% 0% 1% 0% 7% 17%

Resultados[editar | editar código-fonte]

Governador[editar | editar código-fonte]

Candidato(a) Vice 2º turno
26 de outubro de 2014
Votação
Fonte: TSE
Total Percentagem
Helder Barbalho (PMDB) Lira Maia (DEM) 1.795.992 49,88%
Simão Jatene (PSDB) Zequinha Marinho (PSC) 1.745.442 48,48%
José Carlos Lima (PV) Raimundo Salame (PV) 44.247 1,23%
Elton Braga (PRTB) Josenildo Santos (PRTB) 16.878 0,43%
Marco Carrera (PSOL) Benedita Amaral (PSTU) 0 0,00%
Marco Antônio (PCB) Luís Menezes (PCB) 0 0,00%
Total de votos válidos 3.600.393 87,99%
→ Votos em branco 135.202 3,30%
→ Votos nulos 356.248 8,71%
Total 4.091.843 78,91%
Abstenções 1.094.107 21,10%
Total de inscritos 5.185.950 100,00%
Candidato(a) Vice 2º turno
26 de outubro de 2014
Votação
Fonte: TSE
Total Percentagem
Simão Jatene (PSDB) Zequinha Marinho (PSC) 1.858.869 51,92%
Helder Barbalho (PMDB) Lira Maia (DEM) 1.721.479 48,08%
Total de votos válidos 3.580.348 92,32%
→ Votos em branco 57.204 1,48%
→ Votos nulos 240.437 6,20%
Total 3.877.989 100,00%
Abstenções 1.308.042 25,22%
Total de inscritos 5.186.031 100,00%
  Eleito

Senador[editar | editar código-fonte]

Candidato 5 de outubro de 2014
Votação
Total Percentagem
Paulo Rocha (PT) 1.566.305 46,30%
Jefferson Lima (PP) 741.427 21.92%
Mário Couto (PSDB) 624.401 18.46%
Helenilson Pontes (PSD) 313.525 9.27%
Marcela Tolentino (SD) 94.387 2.79%
Pedrinho Maia (PSOL) 28.547 0.84%
Professor Simão (PV) 14.058 0.42%
Duciomar Costa (PTB) 0 0.00%
Angela Azevedo (PSTU) 0 0.00%
Renato Rolin (PCB) 0 0.00%
Eliezer Barros (PRTB) 0 0.00%
Total de votos válidos 3.382.695 82.67%
→ Votos em branco 268.270 6.56%
→ Votos nulos 440.878 10.77%
Total 4.091.843 78.90%
Abstenções 1.094.107 21.10%
Total de inscritos 5.185.950 100.00%

| style="width: 50%;text-align: left; vertical-align: top; " |

Senador - Esquema Gráfico
Paulo Rocha
  
46,30%
Jefferson Lima
  
21,92%
Mário Couto
  
18,46%
Helenilson Pontes
  
9,27%
Marcela Tolentino
  
2,79%
Pedrinho Maia
  
0,84%
Professor Simão
  
0,42%
Duciomar Costa
  
0,00%
Angela Azevedo
  
0,00%
Renato Rolin
  
0,00%
Eliezer Barros
  
0,00%
Brancos e Nulos
  
6,56%
Abstenções
  
21,10%

Deputados federais eleitos[editar | editar código-fonte]

Foram eleitos dezessete (17) deputados federais pelo estado.[20]

Deputados estaduais eleitos[editar | editar código-fonte]

Foram eleitos 41 deputados estaduais pelo estado.[21]

Referências

  1. Bilhetim - Todos podem vencer. Arquivado em 3 de junho de 2016, no Wayback Machine. Acessado em 20 de junho de 2014.
  2. Em convenção, PSDB anuncia candidatura de Simão Jatene. Acessado em 04 de julho de 2014.
  3. Em convenção, PMDB anuncia candidatura de Helder Barbalho. Acessado em 04 de julho de 2014.
  4. Em convenção, PSOL confirma candidatura de Marco Carrera. Acessado em 04 de julho de 2014.
  5. Em convenção, PV anuncia candidatura de Zé Carlos. Acessado em 04 de julho de 2014.
  6. Em convenção, PRTB anuncia candidatura de Elton Braga. Acessado em 04 de julho de 2014.
  7. Em convenção, PCB anuncia candidatura de Marco Antônio. Acessado em 04 de julho de 2014.
  8. «Helder tem 38%, Jatene, 37%, e Marco Antonio, 3%, aponta Ibope». G1. 16 de agosto de 2014. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  9. «Pesquisa Ibope registra empate entre Helder e Jatene com 40% no Pará». G1. 30 de agosto de 2014. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  10. «Ibope divulga terceira pesquisa encomendada pela TV Liberal». G1. 15 de setembro de 2014. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  11. «Ibope, votos válidos - Pará: Helder tem 48%, e Jatene, 46%». G1. 04 de outubro de 2014. Consultado em 5 de outubro de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  12. a b http://g1.globo.com/pa/para/eleicoes/2014/noticia/2014/10/ibope-votos-validos-helder-tem-52-e-jatene-48-no-pa.html%7Cautor=%7Cdata=16[ligação inativa] de Outubro de 2014|acessodata=27 de outubro de 2014|título=Ibope, votos válidos: Helder tem 52% e Jatene 48% no PA|publicado=G1}}
  13. a b http://g1.globo.com/pa/para/eleicoes/2014/noticia/2014/10/ibope-votos-validos-helder-tem-50-e-jatene-50-no-pa.html%7Cautor=%7Cdata=25[ligação inativa] de Outubro de 2014|acessodata=27 de outubro de 2014|título=Ibope, votos válidos: Helder tem 50% e Jatene 50% no PA|publicado=G1}}
  14. «Mário Couto e Paulo Rocha têm 16%, Duciomar, 14%, aponta Ibope». G1. 16 de agosto de 2014. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  15. «Paulo Rocha tem 23% na disputa pelo Senado no Pará, diz Ibope». G1. 30 de agosto de 2014. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  16. «Helder Barbalho e Simão Jatene seguem empatados em disputa pelo governo do Pará». Ibope inteligência. 31 de agosto de 2014. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  17. «Paulo Rocha tem 23% na disputa pelo senado no PA, diz Ibope». G1. 13 de setembro de 2014. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  18. «Disputa pelo governo do Pará segue empatada, com ligeira vantagem de Simão Jatene». Ibope inteligência. 13 de setembro de 2014. Consultado em 21 de setembro de 2014 
  19. «Ibope, votos válidos, Senado no PA: Paulo Rocha, 40%; Jefferson Lima, 22%». G1. 04 de outubro de 2014. Consultado em 5 de outubro de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  20. «Candidatos a Deputado Federal pelo Pará». Eleições 2014 
  21. «Candidatos a Deputado Estadual do Pará». Eleições 2014