Eleições estaduais no Paraná em 1986

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
‹ 1982 Brasil 1990
Eleições estaduais no  Paraná em 1986
15 de novembro de 1986
(Turno único)
Foto oficial de Álvaro Dias.jpg Replace this image male.png
Candidato Álvaro Dias Alencar Furtado
Partido PMDB PMB
Natural de Quatá, SP Araripe, CE
Vice Ary Queiroz Jaime Lerner
Votos 2.347.795 797.292
Porcentagem 70,69% 24,01%


Brasão do Paraná.svg
Governador do Paraná

As eleições estaduais no Paraná em 1986 ocorreram em 15 de novembro como parte das eleições no Distrito Federal, em 23 estados e nos territórios federais do Amapá e Roraima.[nota 1] Numa época onde não vigiam os dois turnos em eleições majoritárias para cargos executivos, foram eleitos o governador Álvaro Dias, o vice-governador Ary Queiroz, os senadores Afonso Camargo e José Richa, além de 30 deputados federais e 54 estaduais.[1]

Resultado da eleição para governador[editar | editar código-fonte]

Conforme o arquivo do Tribunal Superior Eleitoral, foram apurados 3.321.094 votos nominais.[1]

Candidatos a governador do estado
Candidatos a vice-governador Número Coligação Votação Percentual
Álvaro Dias
PMDB
Ary Queiroz
PMDB
15
PMDB, PCdoB, PCB
2.347.795
70,69%
Alencar Furtado
PMB
Jaime Lerner
PDT
26
Frente Popular das Oposições
(PMB, PDT, PFL, PJ)
797.292
24,01%
Emanuel José Appel
PT
Maria Lúcia da Silveira
PT
13
PT (sem coligação)
51.187
1,54%
Alberto Garcez
PSC
Sérgio Pereira Jr
PSC
20
PSC (sem coligação)
49.545
1,49%
Banerjo Branco
PH
Paulo Renato Coutinho
PH
19
PH (sem coligação)
35.245
1,06%
Carlos Alberto Pereira
PDC
Pedro Júlio Gipsicki
PDC
17
PDC (sem coligação)
21.460
0,65%
Teolino Paixão
PMC
Humberto Feltrin
PMC
18
PMC (sem coligação)
18.570
0,56%
  Eleito(a)

Resultado da eleição para senador[editar | editar código-fonte]

Dados referentes apenas aos candidatos vencedores fornecidos pelo Tribunal Superior Eleitoral[1] que aponta 5.740.717 votos nominais.

Candidatos a senador da República
Primeiro suplente de senador Número Coligação Votação Percentual
José Richa
PMDB
Sílvio Name
PMDB
151
PMDB, PCB, PCdoB
1.940.047
-
Afonso Camargo
PMDB
Gomes Carvalho
PMDB
155
PMDB, PCB, PCdoB
1.362.835
-
Enéas Faria
PMDB
-
PMDB
154
PMDB, PCB, PCdoB
816.823
-
Amadeu Geara
PDT
-
PDT
122
Frente Popular das Oposições
(PMB, PDT, PFL, PJ)
614.626
-
Fabiano Braga Cortes
PFL
-
PFL
251
Frente Popular das Oposições
(PMB, PDT, PFL, PJ)
471.949
-
Zélia Passos
PT
-
PT
132
PT (sem coligação)
99.454
-
Teresinha Depubel
PL
-
PL
222
PL (sem coligação)
94.502
-
Rosemeri Angeli
PT
-
PT
131
PT (sem coligação)
78.713
-
Macedo[nota 2]
PSC
-
PSC
202
PSC (sem coligação)
49.299
-
Stefano Vlancowski
PDC
-
PDC
171
PDC (sem coligação)
45.463
-
João Carlos de Lucas
PMC
-
PMC
181
PMC (sem coligação)
30.452
-
Wander Esper
PH
-
PH
191
PH (sem coligação)
28.119
-
Augusto Klopffleisch
PSC
-
PSC
201
PSC (sem coligação)
27.419
-
Adeloir Rossi
PCdoB
-
PCdoB
241
PMDB, PCB, PCdoB
27.356
-
Walmor Marcelino
PSB
-
PSB
401
PSB (sem coligação)
21.051
-
Gumercindo Souza
PDC
-
PDC
172
PDC (sem coligação)
16.311
-
Mozart de Quadros
PMC
-
PMC
182
PMC (sem coligação)
16.298
-
  Eleito

Deputados federais eleitos[editar | editar código-fonte]

São relacionados os candidatos eleitos com informações complementares da Câmara dos Deputados.[2] Ressalte-se que os votos em branco eram considerados válidos para fins de cálculo do quociente eleitoral nas disputas proporcionais até 1997 quando essa anomalia foi banida de nossa legislação.[3]

Deputados federais eleitos Partido Votação Percentual Cidade onde nasceu Unidade federativa
Maurício Fruet PMDB 98.945 Curitiba  Paraná
Maurício Nasser PMDB 95.501 Andradina  São Paulo
Mateus Iensen PMDB 79.792 Imbituva  Paraná
Nilso Sguarezi PMDB 74.822 Lagoa Vermelha  Rio Grande do Sul
Nelton Friedrich PMDB 73.453 Sobradinho  Rio Grande do Sul
Matos Leão PMDB 66.595 Inácio Martins  Paraná
Ervin Bonkoski PMDB 64.539 Videira  Santa Catarina
Euclides Scalco PMDB 64.222 Irati  Paraná
José Carlos Martinez PMDB 62.322 São Paulo  São Paulo
Alarico Abib PMDB 60.819 Andirá  Paraná
Basílio Villani PMDB 60.305 Bauru  São Paulo
Santinho Furtado PMDB 57.928 Santo Antônio do Aventureiro  Minas Gerais
Darcy Deitos PMDB 57.805 Joaçaba  Santa Catarina
Hélio Duque PMDB 57.642 Andaraí Bahia Bahia
Waldir Pugliesi PMDB 55.615 Monte Alto  São Paulo
Renato Johnsson PMDB 55.407 Curitiba  Paraná
Osvaldo Macedo PMDB 53.584 Sertanópolis  Paraná
Antônio Ueno PFL 52.729 Cambará  Paraná
José Tavares PMDB 52.435 Bela Vista do Paraíso  Paraná
Jovanni Masini PMDB 50.290 Campinas  São Paulo
Borges da Silveira[nota 3] PMDB 50.238 Lapa  Paraná
Sérgio Spada PMDB 48.056 Planalto  Rio Grande do Sul
Alceni Guerra[nota 3] PFL 47.857 Soledade  Rio Grande do Sul
Paulo Pimentel PFL 45.877 Avaré  São Paulo
Dionísio Dal Prá PFL 44.329 Lagoa Vermelha  Rio Grande do Sul
Max Rosenmann PMDB 42.296 Curitiba  Paraná
Jacy Scanagatta PFL 38.407 Erechim  Rio Grande do Sul
Renato Bernardi PMDB 37.809 Ibirá  São Paulo
Tadeu França PMDB 37.186 Santa Fé  Paraná
Airton Cordeiro PDT 25.527 Curitiba  Paraná

Notas

  1. Estes elegeram apenas quatro deputados federais cada.
  2. Prenome não disponível.
  3. a b Borges da Silveira foi Ministro da Saúde no Governo Sarney e Alceni Guerra ocupou a mesma pasta no Governo Collor, e em razão disso foram substituídos por Osvaldo Trevisan e Gilberto Carvalho, respectivamente.

Referências