Eleições federais no Canadá em 2011

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
‹ 2008 • Flag of Canada.svg • 2015
Eleições federais no Canadá em 2011
2 de Maio de 2011
Demografia eleitoral
Hab. inscritos:  24 257 592
Votantes : 14 720 580
  
61.1% Green Arrow Up.svg 3.9%
Partido Conservador do Canadá.png
Partido Conservador
Votos: 5 832 401  
Lugares obtidos: 166 Green Arrow Up.svg 16.1%
  
39.62%
NDP-NPD Canada.svg
Novo Partido Democrático
Votos: 4 508 474  
Lugares obtidos: 103 Green Arrow Up.svg 178.4%
  
30.63%
Red flag waving.svg
Partido Liberal
Votos: 2 783 175  
Lugares obtidos: 34 Red Arrow Down.svg 55.8%
  
18.91%
Bloco Quebequense
Votos: 889 788  
Lugares obtidos: 4 Red Arrow Down.svg 91.8%
  
6.04%
Green flag waving.svg
Partido Verde
Votos: 576 221  
Lugares obtidos: 1  
  
3.91%

A Eleição Federal Canadense de 2011 foi realizada em 2 de maio de 2011 para eleger os 308 deputados da Câmara dos Comuns do Canadá para formar o 41º Parlamento Canadense. A eleição ocorreu após a dissolução da Câmara dos Comuns pelo Governador-Geral, depois de uma moção de censura contra o governo minoritário do conservador Stephen Harper. Foi convocada em 26 de março, dias depois de os partidos de oposição rejeitarem o orçamento do governo.[1][2] O governo estivera no poder por 3 anos. Se não houvessem sido convocadas em 2011, a próxima eleição geral seria realizada em 15 de outubro de 2012.

Como resultado, os conservadores de Stephen Harper conquistaram a maioria dos assentos, o que lhe permitiu formar um governo majoritário, havendo também um grande crescimento do Novo Partido Democrático de Jack Layton formando a oposição oficial pela primeira vez em sua história. A eleição também caracterizou-se pelo enfraquecimento do Partido Liberal bem como do Bloco Quebequense, e a eleição da primeira deputada do Partido Verde.


Cronologia[editar | editar código-fonte]


Resultados[editar | editar código-fonte]

O comparecimento às urnas foi estimado em aproximadamente 61,4%.[7]

Os resultados da eleição deram vitória ao Partido Conservador do Canadá. Após haver falhado em formar um governo majoritário nas duas eleições anteriores, os conservadores obtiveram uma maioria de 12 assentos. O resultado assegura a recondução de Stephen Harper ao posto de Primeiro-Ministro, desta vez com maioria, mais estável que o governo minoritário que dirigia anteriormente.[8] Pela terceira vez consecutiva, o Partido Conservador é a maior força política do país, a primeira vez nos oito anos de história do Partido. É também a primeira vez que um partido de Direita obtém a maioria no Governo desde que o Partido Progressita Conservador obteve sua última maioria em 1988.[9] Os Conservadores obtiveram 39,62% do voto popular, um aumento de 1,96%, obtendo 24 assentos a mais na Casa dos Comuns.[10]

Na oposição, houve um grande fortalecimento do Novo Partido Democrático, recebendo mais de 30% dos votos e elegendo 103 deputados, o partido de Jack Layton torna-se a segunda maior força política do Canadá e conquista pela primeira vez o posto de Líder da Oposição Oficial.[11] Grande parte de seus votos vieram do Quebec. Esta votação expressiva ocorreu em detrimento do Partido Liberal e do Bloco Quebequense, que viram seus votos reduzidos em comparação às eleições de 2006 e 2008. Seus chefes, Michael Ignatieff e Gilles Duceppe, respectivamente, demitiram-se dos cargos de líderes de seus partidos. O Bloco Quebequense, perdendo 43 assentos, é praticamente eliminado da Câmara dos Comuns, obtendo apenas 4 eleitos. O resultado levantou questões sobre o futuro de ambos os partidos, à medida que observadores consideraram este resultado como o início do bipartidarismo no Canadá[12]

O Partido Verde elege sua chefe Elizabeth May, tornando-se a primeira candidata de um Partido Verde eleita a um corpo governamental no Canadá e na América do Norte.[13]

Tabela de resultados[editar | editar código-fonte]

Partidos Votos % +/- Deputados +/-
Partido Conservador do Canadá 5 832 401 39,6 Aumento1,9
166 / 308
Aumento23
Novo Partido Democrático 4 508 474 30,6 Aumento12,4
103 / 308
Aumento66
Partido Liberal do Canadá 2 783 175 18,9 Baixa7,4
34 / 308
Baixa43
Bloco Quebequense 889 788 6,0 Baixa4,0
4 / 308
Baixa45
Partido Verde 576 221 3,9 Baixa2,9
1 / 308
Aumento1
Outros 130 521 0,9
0 / 308
Total 14 720 580 100
308 / 308
Eleitorado/Participação 24 257 592 61,1 Aumento2,3

Resultados por província[editar | editar código-fonte]

Província % D % D % D % D % D
CON NDP LIB BQ GP
Colúmbia Britânica 45,5 21 32,5 12 13,4 2 - - 7,7 1
Alberta 66,8 27 16,8 1 9,3 - - - 5,3 -
Saskatchewan 56,3 13 32,3 - 8,6 1 - - 2,7 -
Manitoba 53,5 11 25,8 2 16,6 1 - - 3,6 -
Ontário 44,4 73 25,6 22 25,3 11 - - 3,8 -
Quebec 16,5 5 42,9 59 14,2 7 23,4 4 2,1 -
Nova Brunswick 43,9 8 29,8 2 22,6 1 - - 3,2 -
Nova Escócia 36,7 4 30,3 3 28,9 4 - - 4,0 -
Ilha do Príncipe Eduardo 41,2 1 15,4 - 41,0 3 - - 2,4 -
Terra Nova e Labrador 28,4 1 32,6 2 37,9 4 - - 0,9 -
Yukon 33,8 1 14,4 - 33,0 - - - 18,9 -
Territórios do Noroeste 32,1 - 45,8 1 18,4 - - - 3,1 -
Nunavut 49,9 1 19,4 - 28,6 - - - 2,1 -
Canadá 39,6 166 30,6 103 18,9 34 6,0 4 3,9 1

Referências

  1. «The untold story of the 2011 election: Chapter 2» 
  2. «Radio-Canada : Le gouvernement Harper renversé par l'opposition» 
  3. «BROADCASTING CONSORTIUM - Les débats des chefs 2011 auront lieu au Centre national des conférences à Ottawa» (em francês)
  4. «Changement à l'horaire du débat des chefs 2011 en français» 
  5. «Le débat des chefs devancé d'une journée» 
  6. «Le calendrier électoral de 36 jours» 
  7. Barr, Andrew (3 de maio de 2011). «Canadian election turnout estimated at 61.4%». National Post. Consultado em 3 de maio de 2011 
  8. «PM returns to Ottawa after majority win». Canadian Broadcasting Corporation. 3 de maio de 2011. Consultado em 3 de maio de 2011 
  9. Maher, Stephen (3 de maio de 2011). «Harper delivers Conservatives' first majority since 1988». Halifax Chronicle-Herald. Consultado em 3 de maio de 2011 
  10. Cheadle, Bruce (3 de maio de 2011). «Harper finally wins Conservative majority, NDP makes huge gain». 660news.com. Consultado em 3 de maio de 2011 
  11. Clark, Campbell (3 de maio de 2011). «Layton gears up for new gig as prime minister in waiting». Toronto. Globe and Mail. Consultado em 3 de maio de 2011 
  12. Radwanski, Adam (3 de maio de 2011). «Welcome to Canada's two-party system». Globe and Mail. Toronto. Consultado em 3 de maio de 2011 
  13. Hartnett, Cindy (3 de maio de 2011). «May breaks through as first Green MP». Montreal Gazette. Consultado em 3 de maio de 2011