Eleições gerais de Angola de 2022

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
← 2017 • Flag of Angola.svg             
Eleições gerais de Angola de 2022
Presidente para o período 2022-2027
220 lugares na Assembleia Nacional
24 de agosto de 2022
2018-07-04 President João Lourenço-0555.jpg
João LourençoMPLA
Assentos obtidos: 124  
  
51.17%
Adalberto Costa (cropped).jpg
Adalberto Costa JúniorUNITA
Assentos obtidos: 90  
  
43.95%
Transparent - replace this image male on Infobox lightgrey background.svg
Benedito DanielPRS
Assentos obtidos: 2  
  
1.14%
Transparent - replace this image male on Infobox lightgrey background.svg
Nimi A SimbiFNLA
Assentos obtidos: 2  
  
1.06%
Transparent - replace this image male on Infobox lightgrey background.svg
Florbela MalaquiasPHA
Assentos obtidos: 2  
  
1.02%

Presidente

Foram realizadas eleições gerais em Angola a 24 de Agosto de 2022 para os cargos de Presidente e de deputado da Assembleia Nacional.[1]

Apesar da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) dar a vitória ao Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) por 51%, o resultado foi contestado pela União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) e pela Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA–CE),[2] sendo alegadas irregularidades na contagem dos votos.[3] A despeito de tais reclamações, tanto a CNE como o Tribunal Constitucional, respectivamente órgão executivo e órgão judiciário da matéria eleitoral angolana, declararam improcedentes e insuficientes as alegações[4] e recursos apresentados,[2][5] ratificando o resultado e marcando a data de posse do Presidente e da Vice-Presidente para dia 15 de setembro de 2022 e dos deputados para o dia seguinte.[6]

Sistema eleitoral[editar | editar código-fonte]

Os 220 membros da Assembleia Nacional são eleitos por dois métodos; 130 são eleitos por representação proporcional de lista fechada em uma única circunscrição nacional, com assentos distribuídos proporcionalmente. 90 são eleitos em 18 círculos eleitorais de cinco lugares, usando o método D'Hondt.[7][8] Os eleitores devem ter pelo menos 18 anos de idade e não ter uma condenação por falência, condenação criminal, dupla cidadania ou ter sido declarado com perturbações mentais. Os candidatos devem ter no mínimo 35 anos.[7] Pela primeira vez, os angolanos residentes no estrangeiro têm direito de voto.[9]

O presidente é eleito por votação dupla simultânea — no qual vários cargos, como o de presidente e os membros de uma legislatura, são eleitos por meio de um único voto para uma lista partidária —, em voto maioritário unipessoal de maioria simples, e pode cumprir no máximo dois mandatos. Cada partido participante indica um candidato presidencial no topo de sua lista, que deve ser claramente identificado no boletim de voto. O principal candidato do partido mais votado é eleito presidente de acordo com a constituição de 2010.[10][11]

Cenário anterior[editar | editar código-fonte]

Na eleição de 2017 o Movimento Popular de Libertação de Angola venceu de forma esmagadora, obtendo 61% dos votos. Embora o partido tenha perdido 25 assentos, manteve a sua maioria na Assembleia Nacional, garantindo 150 assentos. O maior partido da oposição, a União Nacional para a Independência Total de Angola, ganhou 51 lugares, acrescentando 19 novos assentos no parlamento com um total de 26% dos votos. A Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral conquistou 16 cadeiras, o Partido de Renovação Social ganhou duas e a Frente Nacional de Libertação de Angola garantiu uma.[12]

Candidaturas[editar | editar código-fonte]

Estiveram nas listas eleitorais de 2022:[13][14][15][16][17][18]

Partido/Coligação Espectro Cabeça de lista/
Líder da chapa
Resultado
de 2017
Votos (%) Assentos
MPLA Movimento Popular de Libertação de Angola Centro-esquerda a
esquerda
João Lourenço 61.1%
150 / 220
UNITA União Nacional para a Independência Total de Angola Centro a
direita
Adalberto Costa Júnior 26.7%
51 / 220
CASA–CE Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral Centro-direita Manuel Fernandes 9.5%
16 / 220
PRS Partido de Renovação Social Centro-esquerda Benedito Daniel 1.4%
2 / 220
FNLA Frente Nacional de Libertação de Angola Centro-direita a
direita
Nimi A Simbi 0.9%
1 / 220
APN Aliança Patriótica Nacional Centro-esquerda Quintino Moreira 0.5%
0 / 220
P-NJANGO Partido Nacionalista para a Justiça em Angola Direita Dinho Chingunji
PHA Partido Humanista de Angola Centro Florbela Malaquias

Campanha[editar | editar código-fonte]

A 5 de Outubro de 2021, os partidos de oposição UNITA, Bloco Democrático e PRA JÁ Servir Angola anunciaram a formação de uma coligação denominada Frente Patriótica Unida. Adalberto Costa Júnior da UNITA foi anunciado como candidato da FPU para desafiar o presidente João Lourenço em coletiva de imprensa do porta-voz do grupo Amândio Capoco.[19] Capoco a descreveu como "uma aliança de angolanos ansiosos por mudanças".[20] Adalberto Costa Júnior respondeu anunciando que estaria pronto para desafiar João Lourenço, declarando que "a nossa pátria clama por mudanças", descrevendo o país como "assolado pelo desespero e pelo empobrecimento".[21] Em março de 2022 a FPU não pôde se inscrever como coligação por não cumprimento de requisitos eleitorais, muito embora tenha continuado a existir como plataforma oposicionista durante a campanha eleitoral.[22] Os membros dos partidos Bloco Democrático e PRA JA-Servir Angola optaram por se inscrever na lista da UNITA, ficando fora da eleição.[23][24]

A campanha também foi ofuscada pela morte do antigo presidente José Eduardo dos Santos em 8 de julho de 2022.[25] No entanto, havia uma briga em andamento entre os membros da família Dos Santos e entre parte da família e o Estado angolano acerca do sepultamento.[26]

Apesar do clima de crispação, a campanha também ficou marcada pela participação dos líderes dos três principais partidos (MPLA, UNITA e CASA-CE) num culto ecuménico, no domingo anterior às eleições, pela primeira vez na história.[27]

O MPLA, por sua vez, indicou pela primeira vez uma mulher, Esperança da Costa, como vice-cabeça de lista.[28]

Resultados oficiais[editar | editar código-fonte]

Os resultados divulgados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE), o órgão máximo das eleições angolanas, encontram-se na tabela abaixo. Apesar da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) dar a vitória ao MPLA por 51%, o resultado não foi reconhecido pela UNITA e pela CASA-CE, que contestaram o número de mandatos atribuídos a cada partido, sendo alegadas várias irregularidades na contagem dos votos, em particular na soma dos resultados das actas-síntese.[3][29] Do mesmo modo, os delegados da UNITA que fazem parte da CNE ensaiaram demarcar-se dos resultados apresentados, tendo a própria CNE reconhecido que poderia haver alterações aos resultados finais.[30]

A 29 de agosto, a CNE anunciou ter aprovado o resultado final.[31] Após o anúncio, os partidos teriam 72 horas para reclamar dos mesmos junto do Tribunal Constitucional.[32]

Em 7 e 8 de setembro de 2022 o Tribunal Constitucional, verificando os documentos da CNE, julgou que eram insuficientes e improcedentes as alegações[4] e recursos apresentados pelas agremiações políticas UNITA e CASA-CE,[2][5] ratificando o resultado e marcando a data de posse do Chefe do Executivo para dia 15 de setembro de 2022 e dos membros do Legislativo para o dia seguinte.[6]

Partido Candidato Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola MPLA João Lourenço 3 209 429
51,17 / 100,00
Baixa9,98
124 / 220
Baixa26
União Nacional para a Independência Total de Angola UNITA Adalberto Costa Júnior 2 756 786
43,95 / 100,00
Aumento17,33
90 / 220
Aumento39
Partido de Renovação Social PRS Benedito Daniel 71 351
1,14 / 100,00
Baixa0,20
2 / 220
Estável
Frente Nacional de Libertação de Angola FNLA Nimi A Simbi 66 337
1,06 / 100,00
Aumento0,14
2 / 220
Aumento1
Partido Humanista de Angola PHA Florbela Malaquias 63 749
1,02 / 100,00
Novo
2 / 220
Novo
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral CASA-CE Manuel Fernandes 47 446
0,76 / 100,00
Baixa8,74
0 / 220
Baixa16
Aliança Patriótica Nacional APN Quintino Moreira 30 139
0,48 / 100,00
Baixa0,02
0 / 220
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola P-NJANGO Dinho Chingunji 26 867
0,42 / 100,00
Novo
0 / 220
Novo
Votos Inválidos 119 604
1,87 / 100,00
Baixa2,67
Total 6 454 109
100,00 / 100,00
220 / 220
Eleitorado/Participação 14 399 391
44,82 / 100,00
Baixa30,92
Fonte [33]

Resultados por província[editar | editar código-fonte]

Os resultados por província divulgados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE), o órgão máximo das eleições angolanas, encontram-se nas tabelas abaixo:

Província % D % D % D % D % D % D % D % D D Votantes
MPLA UNITA PRS FNLA PHA CASA-CE APN P-NJANGO
Bengo 55,43 3 39,16 2 0,84 - 1,70 - 1,04 - 0,92 - 0,57 - 0,28 - 5 119 806
Benguela 54,52 3 42,17 2 0,62 - 0,62 - 1,00 - 0,28 - 0,27 - 0,48 - 5 591 910
Bié 60,56 3 35,21 2 0,91 - 0,82 - 1,15 - 0,29 - 0,42 - 0,59 - 5 390 800
Cabinda 26,23 1 68,67 4 1,09 - 0,99 - 0,92 - 1,12 - 0,56 - 0,37 - 5 168 859
Consulados 50,53 - 46,82 - 0,16 - 0,62 - 0,76 - 0,59 - 0,18 - 0,30 - - 11 445
Cuando Cubango 68,87 4 26,93 1 0,85 - 0,71 - 0,90 - 0,68 - 0,31 - 0,71 - 5 119 809
Cuanza Norte 60,70 3 32,44 2 1,15 - 1,66 - 1,26 - 1,30 - 0,65 - 0,79 - 5 121 366
Cuanza Sul 67,99 4 27,11 1 0,93 - 0,98 - 1,39 - 0,69 - 0,30 - 0,57 - 5 365 561
Cunene 82,89 5 14,33 - 0,55 - 0,51 - 0,66 - 0,57 - 0,24 - 0,20 - 5 149 328
Huambo 56,83 3 39,11 2 0,86 - 0,72 - 0,88 - 0,38 - 0,57 - 0,60 - 5 559 389
Huíla 69,33 4 27,01 1 0,80 - 0,64 - 0,92 - 0,56 - 0,36 - 0,34 - 5 485 712
Luanda 33,62 2 62,25 3 0,51 - 0,87 - 1,01 - 0,97 - 0,42 - 0,27 - 5 1 999 222
Lunda Norte 56,55 3 33,39 2 5,53 - 1,32 - 0,93 - 0,88 - 0,82 - 0,61 - 5 185 883
Lunda Sul 52,51 3 34,47 2 10,56 - 0,57 - 0,55 - 0,49 - 0,51 - 0,29 - 5 127 214
Malanje 61,29 3 32,83 2 1,44 - 1,01 - 1,27 - 0,98 - 0,77 - 0,37 - 5 202 452
Moxico 67,28 4 27,36 1 1,93 - 0,95 - 0,80 - 0,74 - 0,43 - 0,45 - 5 173 971
Namibe 65,62 4 30,62 1 0,68 - 0,58 - 0,71 - 0,68 - 0,62 - 0,44 - 5 126 154
Uíge 57,75 3 35,12 2 1,39 - 1,85 - 1,30 - 1,06 - 0,95 - 0,51 - 5 345 675
Zaire 36,26 2 52,12 3 0,83 - 7,30 - 1,03 - 1,25 - 0,70 - 0,50 - 5 143 883
Círculo Nacional 51,17 67 43,95 57 1,14 2 1,06 2 1,01 2 0,75 - 0,48 - 0,42 - 130 6 379 309
Angola 51,17 124 43,95 90 1,14 2 1,06 2 1,01 2 0,75 - 0,48 - 0,42 - 220 6 379 309

Bengo[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 64 278
55,43 / 100,00
Baixa11,55
3 / 5
Baixa1
União Nacional para a Independência Total de Angola 45 407
39,16 / 100,00
Aumento14,56
2 / 5
Aumento1
Frente Nacional de Libertação de Angola 1 982
1,70 / 100,00
Aumento0,47
0 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 1 214
1,04 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 1 077
0,92 / 100,00
Baixa4,68
0 / 5
Estável
Partido de Renovação Social 984
0,84 / 100,00
Baixa0,11
0 / 5
Estável
Aliança Patriótica Nacional 666
0,57 / 100,00
Baixa0,05
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 336
0,28 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Votos Inválidos 4 066
3,38 / 100,00
Baixa1,08
Total 119 806
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 119 806
45,99 / 100,00
Baixa32,75

Benguela[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 311 949
54,41 / 100,00
Baixa7,10
3 / 5
Baixa1
União Nacional para a Independência Total de Angola 242 443
42,28 / 100,00
Aumento14,68
2 / 5
Aumento1
Partido Humanista de Angola 5 771
1,00 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Frente Nacional de Libertação de Angola 3 606
0,62 / 100,00
Estável
0 / 5
Estável
Partido de Renovação Social 3 584
0,62 / 100,00
Baixa0,28
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 2 756
0,48 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 1 659
0,28 / 100,00
Baixa8,67
0 / 5
Estável
Aliança Patriótica Nacional 1 559
0,27 / 100,00
Baixa0,15
0 / 5
Estável
Votos Inválidos 14 108
2,39 / 100,00
Baixa1,67
Total 587 435
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 1 189 521
49,38 / 100,00
Baixa28,53

Bié[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 226 134
60,50 / 100,00
Aumento3,06
3 / 5
Estável
União Nacional para a Independência Total de Angola 131 866
35,28 / 100,00
Baixa2,98
2 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 4 317
1,15 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Partido de Renovação Social 3 416
0,91 / 100,00
Baixa0,14
0 / 5
Estável
Frente Nacional de Libertação de Angola 3 081
0,82 / 100,00
Baixa0,04
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 2 222
0,59 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Aliança Patriótica Nacional 1 585
0,42 / 100,00
Baixa0,19
0 / 5
Estável
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 1 118
0,29 / 100,00
Baixa1,50
0 / 5
Estável
Votos Inválidos 14 543
3,73 / 100,00
Baixa2,82
Total 388 282
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 776 005
50,03 / 100,00
Baixa28,34

Cabinda[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
União Nacional para a Independência Total de Angola 114 300
68,67 / 100,00
Aumento40,37
4 / 5
Aumento3
Movimento Popular de Libertação de Angola 43 669
26,23 / 100,00
Baixa13,39
1 / 5
Baixa1
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 1 880
1,12 / 100,00
Baixa28,21
0 / 5
Baixa2
Partido de Renovação Social 1 817
1,09 / 100,00
Aumento0,04
0 / 5
Estável
Frente Nacional de Libertação de Angola 1 662
0,99 / 100,00
Aumento0,09
0 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 1 541
0,92 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Aliança Patriótica Nacional 947
0,56 / 100,00
Baixa0,21
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 624
0,37 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Votos Inválidos 2 745
1,63 / 100,00
Baixa0,30
Total 166 912
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 168 859
45,96 / 100,00
Baixa29,83

Cuando Cubango[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 79 767
69,09 / 100,00
Baixa4,11
3 / 5
Estável
União Nacional para a Independência Total de Angola 30 849
26,72 / 100,00
Aumento5,19
2 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 1 050
0,90 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Partido de Renovação Social 988
0,85 / 100,00
Baixa0,28
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 824
0,71 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Frente Nacional de Libertação de Angola 820
0,71 / 100,00
Baixa0,14
0 / 5
Estável
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 786
0,68 / 100,00
Baixa2,19
0 / 5
Estável
Aliança Patriótica Nacional 363
0,31 / 100,00
Baixa0,11
0 / 5
Estável
Votos Inválidos 4 362
3,63 / 100,00
Baixa1,46
Total 119 809
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 284 648
42,09 / 100,00
Baixa30,48

Cuanza Norte[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 70 993
60,67 / 100,00
Baixa16,92
3 / 5
Baixa2
União Nacional para a Independência Total de Angola 38 004
32,47 / 100,00
Aumento24,56
2 / 5
Aumento2
Frente Nacional de Libertação de Angola 1 950
1,66 / 100,00
Baixa0,23
0 / 5
Estável
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 1 522
1,30 / 100,00
Baixa9,18
0 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 1 486
1,26 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Partido de Renovação Social 1 356
1,15 / 100,00
Baixa0,41
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 929
0,79 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Aliança Patriótica Nacional 769
0,65 / 100,00
Aumento0,08
0 / 5
Estável
Votos Inválidos 4 357
3,58 / 100,00
Baixa2,50
Total 121 366
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 249 917
48,56 / 100,00
Baixa30,78

Cuanza Sul[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 233 160
67,95 / 100,00
Baixa8,51
4 / 5
Baixa1
União Nacional para a Independência Total de Angola 93 155
27,15 / 100,00
Aumento12,45
1 / 5
Aumento1
Partido Humanista de Angola 4 795
1,39 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Frente Nacional de Libertação de Angola 3 377
0,98 / 100,00
Baixa0,13
0 / 5
Estável
Partido de Renovação Social 3 190
0,92 / 100,00
Baixa0,31
0 / 5
Estável
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 2 390
0,69 / 100,00
Baixa5,28
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 1 986
0,57 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Aliança Patriótica Nacional 1 045
0,30 / 100,00
Baixa0,23
0 / 5
Estável
Votos Inválidos 22 463
6,13 / 100,00
Baixa1,64
Total 365 561
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 746 990
48,93 / 100,00
Baixa30,06

Cunene[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 120 800
82,87 / 100,00
Baixa6,25
5 / 5
Estável
União Nacional para a Independência Total de Angola 20 944
14,36 / 100,00
Aumento8,95
0 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 964
0,66 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 839
0,57 / 100,00
Baixa3,21
0 / 5
Estável
Partido de Renovação Social 810
0,55 / 100,00
Baixa0,26
0 / 5
Estável
Frente Nacional de Libertação de Angola 753
0,51 / 100,00
Baixa0,06
0 / 5
Estável
Aliança Patriótica Nacional 353
0,24 / 100,00
Baixa0,06
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 300
0,20 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Votos Inválidos 3 565
2,38 / 100,00
Baixa1,47
Total 149 328
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 429 608
34,75 / 100,00
Baixa36,37

Huambo[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 307 694
56,90 / 100,00
Baixa1,29
3 / 5
Estável
União Nacional para a Independência Total de Angola 211 109
39,04 / 100,00
Aumento3,14
2 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 4 791
0,88 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Partido de Renovação Social 4 676
0,86 / 100,00
Baixa0,35
0 / 5
Estável
Frente Nacional de Libertação de Angola 3 923
0,72 / 100,00
Baixa0,05
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 3 286
0,60 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Aliança Patriótica Nacional 3 119
0,57 / 100,00
Aumento0,07
0 / 5
Estável
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 2 092
0,38 / 100,00
Baixa3,04
0 / 5
Estável
Votos Inválidos 18 699
3,33 / 100,00
Baixa1,44
Total 559 389
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 1 100 690
50,82 / 100,00
Baixa30,85

Huíla[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 323 724
69,16 / 100,00
Baixa7,40
4 / 5
Baixa1
União Nacional para a Independência Total de Angola 127 229
27,18 / 100,00
Aumento14,79
1 / 5
Aumento1
Partido Humanista de Angola 4 311
0,92 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Partido de Renovação Social 3 778
0,80 / 100,00
Baixa0,44
0 / 5
Estável
Frente Nacional de Libertação de Angola 2 999
0,64 / 100,00
Baixa0,31
0 / 5
Estável
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 2 646
0,56 / 100,00
Baixa7,82
0 / 5
Estável
Aliança Patriótica Nacional 1 713
0,36 / 100,00
Baixa0,11
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 1 623
0,34 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Votos Inválidos 17 689
3,63 / 100,00
Baixa3,05
Total 485 712
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 1 212 405
40,06 / 100,00
Baixa30,42

Luanda[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
União Nacional para a Independência Total de Angola 1 243 894
62,25 / 100,00
Aumento27,25
3 / 5
Aumento1
Movimento Popular de Libertação de Angola 671 861
33,62 / 100,00
Baixa14,86
2 / 5
Baixa1
Partido Humanista de Angola 20 089
1,00 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 19 646
0,98 / 100,00
Baixa13,67
0 / 5
Estável
Frente Nacional de Libertação de Angola 17 699
0,88 / 100,00
Aumento0,11
0 / 5
Estável
Partido de Renovação Social 10 543
0,52 / 100,00
Baixa0,09
0 / 5
Estável
Aliança Patriótica Nacional 8 499
0,42 / 100,00
Aumento0,04
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 5 683
0,28 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Votos Inválidos 33 938
1,68 / 100,00
Baixa0,75
Total 1 999 222
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 4 377 006
43,46 / 100,00
Baixa31,43

Lunda Norte[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 100 462
56,31 / 100,00
Baixa10,35
3 / 5
Baixa1
União Nacional para a Independência Total de Angola 59 867
33,56 / 100,00
Aumento10,63
2 / 5
Aumento1
Partido de Renovação Social 9 872
5,53 / 100,00
Aumento0,39
0 / 5
Estável
Frente Nacional de Libertação de Angola 2 357
1,32 / 100,00
Aumento0,27
0 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 1 673
0,93 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 1 577
0,88 / 100,00
Baixa2,56
0 / 5
Estável
Aliança Patriótica Nacional 1 476
0,82 / 100,00
Aumento0,05
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 1 096
0,61 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Votos Inválidos 7 503
4,02 / 100,00
Baixa2,55
Total 185 883
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 523 873
35,48 / 100,00
Baixa31,23

Lunda Sul[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 64 771
52,51 / 100,00
Aumento6,55
3 / 5
Estável
União Nacional para a Independência Total de Angola 42 519
34,47 / 100,00
Baixa6,59
2 / 5
Estável
Partido de Renovação Social 13 042
10,57 / 100,00
Aumento0,95
0 / 5
Estável
Frente Nacional de Libertação de Angola 706
0,57 / 100,00
Baixa0,22
0 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 684
0,55 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Aliança Patriótica Nacional 639
0,51 / 100,00
Aumento0,04
0 / 5
Estável
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 605
0,49 / 100,00
Baixa1,62
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 370
0,29 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Votos Inválidos 3 878
3,03 / 100,00
Baixa0,66
Total 127 214
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 276 986
45,94 / 100,00
Baixa30,82

Malanje[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 118 347
61,21 / 100,00
Baixa15,32
3 / 5
Baixa2
União Nacional para a Independência Total de Angola 63 634
32,91 / 100,00
Aumento22,13
2 / 5
Aumento2
Partido de Renovação Social 2 800
1,44 / 100,00
Baixa0,51
0 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 2 456
1,27 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Frente Nacional de Libertação de Angola 1 959
1,01 / 100,00
Baixa0,27
0 / 5
Estável
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 1 905
0,98 / 100,00
Baixa7,90
0 / 5
Estável
Aliança Patriótica Nacional 1 500
0,77 / 100,00
Aumento0,19
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 727
0,37 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Votos Inválidos 9 124
4,49 / 100,00
Baixa2,47
Total 202 452
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 505 151
40,07 / 100,00
Baixa30,32

Moxico[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 115 114
68,02 / 100,00
Baixa6,46
4 / 5
Estável
União Nacional para a Independência Total de Angola 45 058
26,62 / 100,00
Aumento7,72
1 / 5
Estável
Partido de Renovação Social 3 322
1,96 / 100,00
Baixa0,82
0 / 5
Estável
Frente Nacional de Libertação de Angola 1 612
0,95 / 100,00
Aumento0,22
0 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 1 364
0,80 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 1 265
0,74 / 100,00
Baixa1,99
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 765
0,45 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Aliança Patriótica Nacional 733
0,43 / 100,00
Aumento0,04
0 / 5
Estável
Votos Inválidos 4 738
2,72 / 100,00
Baixa1,40
Total 173 971
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 396 234
43,90 / 100,00
Baixa34,62

Namibe[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 80 642
65,58 / 100,00
Baixa10,90
4 / 5
Estável
União Nacional para a Independência Total de Angola 37 725
30,67 / 100,00
Aumento25,11
1 / 5
Aumento1
Partido Humanista de Angola 880
0,71 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 841
0,68 / 100,00
Baixa14,93
0 / 5
Baixa1
Partido de Renovação Social 841
0,68 / 100,00
Baixa0,39
0 / 5
Estável
Aliança Patriótica Nacional 767
0,62 / 100,00
Aumento0,09
0 / 5
Estável
Frente Nacional de Libertação de Angola 720
0,58 / 100,00
Baixa0,15
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 551
0,44 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Votos Inválidos 3 187
2,51 / 100,00
Baixa1,04
Total 126 154
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 263 696
47,84 / 100,00
Baixa27,75

Uíge[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Movimento Popular de Libertação de Angola 190 805
57,56 / 100,00
Baixa13,80
3 / 5
Baixa1
União Nacional para a Independência Total de Angola 117 159
35,34 / 100,00
Aumento16,79
2 / 5
Aumento1
Frente Nacional de Libertação de Angola 6 148
1,85 / 100,00
Aumento0,23
0 / 5
Estável
Partido de Renovação Social 4 609
1,39 / 100,00
Baixa0,11
0 / 5
Estável
Partido Humanista de Angola 4 336
1,30 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 3 523
1,06 / 100,00
Baixa5,13
0 / 5
Estável
Aliança Patriótica Nacional 3 164
0,95 / 100,00
Aumento0,17
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 1 723
0,51 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Votos Inválidos 14 208
4,12 / 100,00
Baixa2,59
Total 345 675
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 686 300
50,36 / 100,00
Baixa33,29

Zaire[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
União Nacional para a Independência Total de Angola 73 031
52,10 / 100,00
Aumento25,43
3 / 5
Aumento2
Movimento Popular de Libertação de Angola 50 818
36,25 / 100,00
Baixa15,06
2 / 5
Baixa1
Frente Nacional de Libertação de Angola 10 236
7,30 / 100,00
Aumento5,57
0 / 5
Estável
Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral 1 752
1,25 / 100,00
Baixa16,87
0 / 5
Baixa1
Partido Humanista de Angola 1 451
1,03 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Partido de Renovação Social 1 170
0,83 / 100,00
Baixa0,38
0 / 5
Estável
Aliança Patriótica Nacional 983
0,70 / 100,00
Baixa0,26
0 / 5
Estável
Partido Nacionalista para a Justiça em Angola 711
0,50 / 100,00
Novo
0 / 5
Novo
Votos Inválidos 3 731
2,58 / 100,00
Baixa1,40
Total 143 883
100,00 / 100,00
5 / 5
Eleitorado/Participação 319 690
45,00 / 100,00
Baixa27,88

Referências

  1. Presse, AFP-Agence France. «Angola Sets August 24 Election Date». www.barrons.com (em inglês). Consultado em 4 de junho de 2022 
  2. a b c Welle (www.dw.com), Deutsche (7 de setembro de 2022). «Eleições em Angola: Tribunal Constitucional rejeita recurso da CASA-CE». Consultado em 10 de setembro de 2022 
  3. a b Rodrigues, António. «UNITA não reconhece resultados provisórios». PÚBLICO. Consultado em 29 de agosto de 2022 
  4. a b Lusa (8 de setembro de 2022). «Angola: Tribunal Constitucional chumbou recurso da UNITA». RFI. Consultado em 10 de setembro de 2022 
  5. a b Lusa (8 de setembro de 2022). «Tribunal Constitucional chumba recurso da UNITA». Deutsche Welle. Consultado em 10 de setembro de 2022 
  6. a b Lusa (8 de setembro de 2022). «João Lourenço toma posse no dia 15 de setembro». RTP. Consultado em 10 de setembro de 2022 
  7. a b Electoral system IPU
  8. Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais n.º 36/11, de 21 de Dezembro Arquivado 2017-05-17 no Wayback Machine CNE
  9. Welle (www.dw.com), Deutsche. «Tudo o que precisa de saber sobre as eleições em Angola | DW | 02.08.2022». DW.COM. Consultado em 24 de agosto de 2022 
  10. «Angola's Constitution of 2010» (PDF) (em inglês). Oxford Constitutional Law (Oxford University Press). 6 Jun 2017. Consultado em 27 de novembro de 2017 
  11. «Constituição da Républica de Angola» (PDF). World Intellectual Property Organisation. Consultado em 27 de novembro de 2017 
  12. Agência EFE - Luanda (24 de agosto de 2017). «João Lourenço vence eleição para presidência de Angola, segundo projeção oficial». Agência Brasil 
  13. Jornal de Angola (13 de julho de 2022). «Conheça as posições dos partidos no Boletim de Voto das Eleições de 24 de Agosto». www.jornaldeangola.ao (em inglês). Consultado em 24 de julho de 2022 
  14. Deutsche Welle (30 de maio de 2022). «Angola: Uma mulher na corrida à Presidência da República». www.dw.com. Consultado em 24 de julho de 2022 
  15. Angola24horas (27 de maio de 2022). «P-Njango liderado por Eduardo Chingunji quer eleger entre 8 e 30 deputados». www.angola24horas.com. Consultado em 24 de julho de 2022 
  16. Deutsche Welle (23 de abril de 2022). «APN quer firmar sua base eleitoral em Angola». www.dw.com. Consultado em 24 de julho de 2022 
  17. Nimi Ya Simbi promete "fazer tudo para acabar com a fome". DW. 5 de agosto de 2022.
  18. Eleições: Presidente da CASA-CE elege o bem-estar dos cidadãos como prioridade do seu governo. Novo Jornal. 1 de agosto de 2022.
  19. «Angola Opposition Parties Unite to Challenge MPLA's 46-Year Rule». www.bloomberg.com. 5 de outubro de 2021. Consultado em 12 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 5 de outubro de 2021 
  20. Mendes, Candido. «Angola Opposition Parties Unite to Challenge MPLA's 46-Year Rule». BloombergQuint (em inglês). Consultado em 12 de dezembro de 2021 
  21. AfricaNews (6 de outubro de 2021). «Angola's opposition parties form coalition». Africanews (em inglês). Consultado em 12 de dezembro de 2021. Cópia arquivada em 6 de outubro de 2021 
  22. Angola: Frente Patriótica Unida pede mais tempo para registo eleitoral. DW. 30 de março de 2022.
  23. Bloco Democrático diz que está a fazer "esforço" pela "alternância". DW. 24 de junho de 2022.
  24. Angola: Governo de Luanda rejeita marcha da oposição por riscos de segurança. DW. 29 de julho de 2022.
  25. New York Times (8 de julho de 2022). «José Eduardo dos Santos, Longtime Angolan Ruler, Dies at 79». www.nytimes.com (em inglês). Consultado em 24 de julho de 2022 
  26. New York Times (8 de julho de 2022). «José Eduardo dos Santos, Longtime Angolan Ruler, Dies at 79». www.nytimes.com (em inglês). Consultado em 24 de julho de 2022 
  27. Neto, Dulce. «A festa de oração pela paz onde não faltou a política. MPLA, UNITA e CASA-CE juntos pela primeira vez em culto ecuménico». Observador. Consultado em 25 de agosto de 2022 
  28. Quem é Esperança Eduardo Francisco da Costa, a futura Vice-Presidente de Angola. Luanda Post. 23 de maio de 2022.
  29. «Líder da UNITA esclarece posição do partido». euronews. 29 de agosto de 2022. Consultado em 29 de agosto de 2022 
  30. Portugal, Rádio e Televisão de. «CNE admite alteração dos resultados das eleições em Angola». CNE admite alteração dos resultados das eleições em Angola. Consultado em 29 de agosto de 2022 
  31. CNE angolana divulga resultados definitivos e proclama João Lourenço como Presidente de Angola. Observador. 29 de agosto de 2022.
  32. Lusa. «Comissão eleitoral de Angola aprova resultado final: MPLA ganha mais de metade dos votos reclamados». PÚBLICO. Consultado em 29 de agosto de 2022 
  33. «CNE»