Eleições gerais no Brasil em 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2016). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde outubro de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Eleição presidencial brasileira de 2014
  2010 ← Brasil → 2018
26 de outubro de 2014
Segundo turno
Dilma Aécio
Candidato Dilma Rousseff Aécio Neves
Partido PT PSDB
Natural de Minas Gerais/Rio Grande do Sul Minas Gerais
Companheiro de chapa Michel Temer (PMDB) Aloysio Nunes (PSDB)
Vencedor em 15 estados 11 estados + DF
Votos 54 501 118 51 041 155
Porcentagem 51,64% 48,36%
2014 Brazilian presidential election map - Municipalities (Round 2).svg
Candidato mais votado no segundo turno por município.


Coat of arms of Brazil.svg
Presidente do Brasil

Titular
Dilma Rousseff
PT

As eleições gerais brasileiras de 2014 foram realizadas no dia 5 de outubro. Na ocasião foram eleitos o presidente da República, os vinte e sete governadores das unidades federativas, um terço dos membros do Senado Federal, a totalidade dos membros da Câmara dos Deputados e os representantes dos poderes legislativos estaduais.

Estima-se que, nestas eleições, mais de 22 milhões de eleitores serão identificados por meio da biometria. Nesse processo, o eleitor é identificado através de suas impressões digitais e, para isso, houve um recadastramento para coletar as digitais e atualizar os dados de milhões de eleitores em alguns municípios no Brasil. A vantagem apontada pelo Tribunal Superior Eleitoral é de “praticamente eliminar a intervenção humana” na etapa de identificação, assim diminuindo fraudes pelas quais uma pessoa se passa por outra.[1]

A divulgação de resultados das eleições pôde ser feito por meio dos sistemas DivWeb e Divulga. O DivWeb permitiu acompanhar o resultado das Eleições por meio da internet e o Divulga permitiu acompanhar o resultado por meio de um software. [2]

Eleição presidencial[editar | editar código-fonte]

Através do sistema DivulgaCand, é possível consultar dados dos candidatos à Presidência da República, desde a declaração pessoal de bens até suas propostas de governo.[3] Eis os candidatos, em ordem alfabética:

Eleição para governador estadual[editar | editar código-fonte]

Governadores eleitos[editar | editar código-fonte]

Os estados que elegeram um governador logo no 1º turno foram: (Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Piauí, Maranhão, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins) [3] [4] Já os estados que não elegeram seu governador no 1º turno foram: (Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia e Roraima)

Bandeira

Estado

UF

Governador

Partido

Vice-governador

Coligação

Bandeira do Acre.svg Acre AC Tião Viana PT Nazaré Araújo Frente Popular do AcrePT/PDT/PSB/PCdoB/PRB/PTB/PROS/PTN/PSL/PEN/PHS/PSDC/PRP
Bandeira de Alagoas.svg Alagoas AL Renan Filho PMDB Luciano Barbosa Com o Povo Pra Alagoas MudarPMDB/PT/PDT/PV/PCdoB/PROS/PSD/PTB/PSC/PTdoB/PHS
Bandeira do Amapá.svg Amapá AP Waldez Góes PDT Papaléo Paes A Força do PovoPDT/PP/PMDB
Bandeira do Amazonas.svg Amazonas AM José Melo PROS Henrique Oliveira Fazendo Mais Por Nossa GentePROS/DEM/PSDB/PR/PSD/PV/PSC/PSL/PTC/PTN/PRTB/SD/PEN/PRP
Bandeira da Bahia.svg Bahia BA Rui Costa PT João Leão Pra Bahia Mudar MaisPT/PP/PCdoB/PDT/PR/PTB/PSD/PMN/PTdoB
Bandeira do Ceará.svg Ceará CE Camilo Santana PT Izolda Cela Pro Ceará Seguir Mudando PT/PROS/PDT/PCdoB/PP/PTB/PV/PRB/PSD/PSL/PMN/SD/PTC/PTdoB/PHS/PRTB/PEN/PPL
Bandeira do Distrito Federal (Brasil).svg Distrito Federal DF Rodrigo Rollemberg PSB Renato Santana Somos Todos BrasíliaPSB/PDT/PSD/SD
Bandeira do Espírito Santo.svg Espírito Santo ES Paulo Hartung PMDB César Colnago O Espírito Santo Pode Muito MaisPMDB/PSDB/DEM/PROS/SD/PEN/PRP
Bandeira de Goiás.svg Goiás GO Marconi Perillo PSDB José Eliton Junior Garantia de um Futuro MelhorPSDB/DEM/PPS/PDT/PRB/PROS/PV/PPS/PSD/PP/PR/PTB/PMN/PSL/PHS/PEN/PTC/PTdoB
Bandeira do Maranhão.svg Maranhão MA Flávio Dino PCdoB Carlos Brandão Todos Pelo MaranhãoPCdoB/PSDB/PSB/PPS/PDT/PROS/PTC/PP/SD
Bandeira de Mato Grosso.svg Mato Grosso MT Pedro Taques PDT Carlos Fávaro Coragem e Atitude Para MudarPDT/PP/PSDB/DEM/PSB/PRB/PPS/PTB/PV/PSC/PSL/PSDC/PRP
Bandeira de Mato Grosso do Sul.svg Mato Grosso do Sul MS Reinaldo Azambuja PSDB Rose Modesto Novo TempoPSDB/DEM/PPS/PSD/PMN/SD
Bandeira de Minas Gerais.svg Minas Gerais MG Fernando Pimentel PT Antônio Andrade Minas Pra VocêPT/PMDB/PCdoB/PROS/PRB
Bandeira do Pará.svg Pará PA Simão Jatene PSDB Zequinha Marinho Juntos Com o PovoPSDB/PSB/PP/PRB/PPS/PTB/PSD/PSC/PMN/PTC/PSDC/PRP/PEN/PTdoB
Bandeira da Paraíba.svg Paraíba PB Ricardo Coutinho PSB Lígia Feliciano A Força do TrabalhoPSB/PT/DEM/PCdoB/PV/PDT/PSL/PPL/PRTB/PRP/PHS
Bandeira do Paraná.svg Paraná PR Beto Richa PSDB Cida Borghetti Todos Pelo ParanáPSDB/PROS/DEM/PSB/PPS/PP/PR/PSC/PSD/PTB/PSL/PMN/PSDC/SD/PEN/PHS/PTdoB
Bandeira de Pernambuco.svg Pernambuco PE Paulo Câmara PSB Raul Henry Frente Popular de PernambucoPSB/PMDB/PSDB/DEM/PCdoB/PPS/PSD/PP/PV/PR/PROS/PSDC/PSL/PTC/PEN/PHS/PRP/SD/PRTB/PTN/PPL
Bandeira do Piauí.svg Piauí PI Wellington Dias PT Margarete Coelho A Vitória Com a Força do PovoPT/PP/PROS/PTB/PHS/SD/PRP
Bandeira do estado do Rio de Janeiro.svg Rio de Janeiro RJ Luiz Fernando Pezão PMDB Francisco Dornelles O Rio em 1º LugarPMDB/PP/PSDB/DEM/PSD/PPS/PSC/PSL/PMN/PSDC/PTC/SD/PTN/PRP/PRTB/PEN/PTB/PHS
Bandeira do Rio Grande do Norte.svg Rio Grande do Norte RN Robinson Faria PSD Fábio Dantas Liderados Pelo PovoPSD/PCdoB/PT/PP/PTC/PRTB/PEN/PTdoB
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Rio Grande do Sul RS José Ivo Sartori PMDB José Paulo Cairoli Um Novo Caminho Para o Rio GrandePMDB/PSD/PPS/PSB/PSL/PSDC/PHS/PTdoB
Bandeira de Rondônia.svg Rondônia RO Confúcio Moura PMDB Daniel Pereira Rondônia no Caminho CertoPMDB/PSB/PDT/PTB/PCdoB/PSL/PTN/PRTB/PRP
Bandeira de Roraima.svg Roraima RR Suely Campos PP Paulo Quartiero Salve RoraimaPP/DEM/PTB
Bandeira de Santa Catarina.svg Santa Catarina SC Raimundo Colombo PSD Eduardo Pinho Moreira Santa Catarina em Primeiro LugarPSD/PMDB/DEM/PCdoB/PTB/PDT/PROS/PR/PRB/PV/PSC/PSDC
Bandeira do estado de São Paulo.svg São Paulo SP Geraldo Alckmin PSDB Márcio França Aqui é São PauloPSDB/PSB/DEM/PPS/PRB/PSC/PSL/PSDC/PMN/PTC/SD/PTN/PEN/PTdoB
Bandeira de Sergipe.svg Sergipe SE Jackson Barreto PMDB Belivaldo Chagas Agora é o PovoPMDB/PSB/PT/PDT/PCdoB/PROS/PSD/PRB/PRTB/PSDC/PRP
Bandeira do Tocantins.svg Tocantins TO Marcelo Miranda PMDB Cláudia Lelis A Experiência Faz a MudançaPMDB/PT/PSD/PV

Eleição para o Senado Federal[editar | editar código-fonte]

Senadores eleitos[editar | editar código-fonte]

Foi renovado um terço do Senado.

Bandeira

Estado

UF

Senadores

Partido

Número

Bandeira do Acre.svg Acre AC Gladson Cameli PP 111
Bandeira de Alagoas.svg Alagoas AL Fernando Collor PTB 144
Bandeira do Amapá.svg Amapá AP Davi Alcolumbre DEM 255
Bandeira do Amazonas.svg Amazonas AM Omar Aziz PSD 555
Bandeira da Bahia.svg Bahia BA Otto Alencar PSD 555
Bandeira do Ceará.svg Ceará CE Tasso Jereissati PSDB 456
Bandeira do Distrito Federal (Brasil).svg Distrito Federal DF José Antônio Reguffe PDT 123
Bandeira do Espírito Santo.svg Espírito Santo ES Rose de Freitas PMDB 156
Bandeira de Goiás.svg Goiás GO Ronaldo Caiado DEM 251
Bandeira do Maranhão.svg Maranhão MA Roberto Rocha PSB 400
Bandeira de Mato Grosso.svg Mato Grosso MT Wellington Fagundes PR 222
Bandeira de Mato Grosso do Sul.svg Mato Grosso do Sul MS Simone Tebet PMDB 151
Bandeira de Minas Gerais.svg Minas Gerais MG Antônio Anastasia PSDB 456
Bandeira do Pará.svg Pará PA Paulo Rocha PT 131
Bandeira da Paraíba.svg Paraíba PB José Maranhão PMDB 155
Bandeira do Paraná.svg Paraná PR Álvaro Dias PSDB 456
Bandeira de Pernambuco.svg Pernambuco PE Fernando Bezerra Coelho PSB 400
Bandeira do Piauí.svg Piauí PI Elmano Férrer PTB 141
Bandeira do estado do Rio de Janeiro.svg Rio de Janeiro RJ Romário PSB 400
Bandeira do Rio Grande do Norte.svg Rio Grande do Norte RN Fátima Bezerra PT 131
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Rio Grande do Sul RS Lasier Martins PDT 123
Bandeira de Rondônia.svg Rondônia RO Acir Gurgacz PDT 123
Bandeira de Roraima.svg Roraima RR Telmário Mota PDT 123
Bandeira de Santa Catarina.svg Santa Catarina SC Dário Berger PMDB 155
Bandeira do estado de São Paulo.svg São Paulo SP José Serra PSDB 456
Bandeira de Sergipe.svg Sergipe SE Maria do Carmo Alves DEM 251
Bandeira do Tocantins.svg Tocantins TO Kátia Abreu PMDB 155

Pré-candidaturas e candidaturas ao Senado Federal[editar | editar código-fonte]

Acre[editar | editar código-fonte]

Na eleição para senador estava em jogo a cadeira de Aníbal Diniz. Dados oriundos do Tribunal Superior Eleitoral.[5]

Alagoas[editar | editar código-fonte]

Com informações oriundas do Tribunal Superior Eleitoral.[6] [7]

Candidatos a senador da República
Primeiro suplente de senador Número Coligação Votação Percentual
Fernando Collor
PTB
Renilde Bulhões
PTB
144
Com o povo pra Alagoas mudar
(PMDB, PTB, PSD, PDT, PT, PCdoB, PSC, PROS, PV, PTdoB, PHS)
689.266
55,69%
Heloísa Helena
PSOL
Maurício Dias
PSOL
500
Frente de Esquerda de Alagoas
(PSOL, PSTU)
394.309
31,86%
Omar Coelho
DEM
José Pacheco Filho
PP
255
Juntos com o povo pela melhoria de Alagoas
(PP, PSB, PR, DEM, PPS, SD, PSL, PSDC, PRP)
137.237
11,09%
Oldemberg Paranhos
PRTB
Jefferson Piones
PRTB
288
Caminhando com o povo
(PRTB, PPL, PMN)
6.390
0,52%
Elias Barros
PTC
Sílvio Sapucaia
PTC
369
PTC
(sem coligação)
5.914
0,48%
Marcos Aguiar
PTN
Sargento Rosivan
PTN
192
PTN
(sem coligação)
2.741
0,22%
Coronel Brito
PEN
Tenente Elias
PEN
511
PEN
(sem coligação)
1.922
0,16%
  Eleito(a)

Amapá[editar | editar código-fonte]

Neste pleito, será disputada apenas uma vaga por estado ao senado, com mandato de 8 anos. Como não há segundo turno para as vagas do legislativo, o candidato mais votado é eleito, não havendo necessidade de se obter mais da metade dos votos. No dia 23 de junho, o senador José Sarney, por meio de sua assessoria, divulgou que não será candidato à reeleição. Na convenção estadual do PMDB-AP, no dia 27 do mesmo mês, o ex-presidente chancelou sua desistência e declarou que "a política está muito desestimulante".[8] [9] Os principais candidatos ao Senado Federal são: Davi Alcolumbre (DEM),[10] Palmira Bittencourt (PTC), Gilvam Borges (PMDB),[11] Raquel Capiberibe (PMN) e [12] Dora Nascimento (PT).[13]

Candidatos a senador da República
Candidatos a suplente de senador Número Coligação Votos Percentual
Silver - replace this image male.svg
Davi Alcolumbre[14]
DEM
1º: Marco Jeovano
2º: José Samuel Alcolumbre
255
Juntos pelo Desenvolvimento, pela Paz e pela Vida
PSD, PSDB, DEM, SDD
131.695
36,26%
Gilvam borges.jpg
Gilvam Borges[15]
PMDB
1º: Paulo Batista Guerra
2º: Salomão Alcolumbre Júnior
152
A Força do Povo
PDT, PMDB, PP
124.438
34,26%
Silver - replace this image male.svg
Promotor Moisés Rivaldo
PEN
1º: Enildo Pena do Amaral
2º: Cleineide Batista
511
O Futuro Começa Agora
PPS, PMN, PEN, PRP, PTC, PRTB, PSC, PPL, PTB
48.136
13,25%
Gray - replace this image female.svg
Dora Nascimento
PT
1º: Manoel Bacelar Souza
2º: Paulo Rocha
131
Frente Popular a Favor do Amapá
PSB, PT, PC do B, PSOL
38.919
10,71%
Silver - replace this image male.svg
Pastor Jorvan Nascimento
PRP
1º: Rodrigo Lima Júnior
2º: Janete Nascimento
441
Partido Republicano Progressista
PRP
7.443
2,05%
Gray - replace this image female.svg
Coronel Palmira Bittencourt
PTC
1º: Ricardo Alexandre de Souza
2º: Jaira do Socorro Serra
369
Partido Trabalhista Cristão
PTC
5.016
1,38%
Gray - replace this image female.svg
Raquel Capiberibe
PMN
1º: Hélio Martins e Silva
2º: Clelton Ribeiro Leite
333
Partido da Mobilização Nacional
PMN
3.545
0,98%
Silver - replace this image male.svg
Professor Paulo Ricardo
PSTU[16]
1º: Jucimar Dias da Cunha
2º: Sérgio Fernando Moraes
161
Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado
PSTU
2.558
0,70%
Silver - replace this image male.svg
Marquinho Abreu
PRTB
1º: Augusto Rodrigues
2º: Inês Rabelo da Silva
280
Partido Renovador Trabalhista Brasileiro
PRTB
1.486
0,41%
Silver - replace this image male.svg
Ricardo Vilhena
PCB
1º: Francione Dantas
2º: Elliane Gomes
210
Partido Comunista Brasileiro
PCB
0
0%
  Eleito(a)

Amazonas[17] [editar | editar código-fonte]

Praciano (PT): O deputado federal Francisco Praciano (PT) foi candidato ao Senado Federal, com o apoio do candidato ao governo estadual Eduardo Braga (PMDB), do ex-presidente da República Luís Inácio Lula da Silva (PT) e da presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT).

Jonatas Almeida (PMN): Pela primeira vez, o PMN apostou em candidatura própria ao senado, indicando Jonatas Almeida.

Professor Queiroz (PSOL): Professor Queiroz foi o candidato do PSOL ao Senado Federal. Ele teve o apoio de Abel Alves (PSOL), candidato ao governo estadual, e Luciana Genro (PSOL) candidata à presidência.

Omar Aziz (PSD) : O ex-governador do estado, Omar Aziz, foi candidato do PSD ao Senado Federal, com o apoio do atual governador, José Melo de Oliveira (PROS).

Marcelo Serafim (PSB): O vereador de Manaus, Marcelo Serafim (PSB) foi o candidato do partido ao Senado Federal, tendo apoio do ex-prefeito de Manaus, Serafim Corrêa (PSB), do candidato ao governo estadual, Marcelo Ramos (PSB) e da candidata à presidente, Marina Silva (PSB) .

Júlio Ferraz (PSTU): O candidato do PSTU ao Senado Federal foi Júlio Ferraz.

Bahia[editar | editar código-fonte]

Cinco candidaturas à vaga no Senado foram registradas junto à justiça eleitoral, e abaixo estão listados pela ordem numérica crescente do números dos candidatos titulares.[18] [19]

Candidato(a) a senador(a) Candidato(a)s a suplentes de senador(a) Coligação Duração da propaganda eleitoral[20]
150 Geddel Vieira Lima.jpg Geddel Vieira Lima (PMDB)
Geddel Quadros Vieira Lima
Eliel Lima Santana (PSC)
1º suplente
Ricardo Grey de Araújo Lemos (PTC)
2º suplente
"Unidos pela Bahia"
3min33s
400 Ministra do STJ Eliana Calmon 2.jpg Eliana Calmon (PSB)
Eliana Calmon Alves
Juvêncio Ruy Cardoso Neves (PSB)
1º suplente
Edvaldo Mendes Araújo (PSB)
2º suplente
"Um novo caminho para a Bahia"
1min2s
500 Hamilton Assis vota 50, eleições 2012.jpg Hamilton Assis (PSOL)
Hamilton Moreira de Assis
César Oliveira Carneiro (PSOL)
1º suplente
José Nildo Rodrigues dos Santos (PSOL)
2º suplente
Partido não coligado
42s
511 Silver - replace this image male.svg Marcelo Evangelista (PEN)
Mariana Nuno (PEN)
1º suplente
Mario César da Silva (PEN)
2º suplente
"Por uma Bahia Livre e Justa"
41s
555 Otto Alencar.jpg Otto Alencar (PSD)
Otto Roberto Mendonça de Alencar
Abel Rebouças São José (PDT)
1º suplente
Marizete Lisboa Fernandes Pereira (PT)
2º suplente
"Pra Bahia Mudar Mais"
4min

Ceará[editar | editar código-fonte]

Número Candidato
(em ordem alfabética)
Partido Suplentes Coligação
400 Geovana Maria Cartaxo de Arruda Freire PSB 1º: Maria Valda de Albuquerque
2º: Geraldo Cadeira de Oliveira
Partido não coligado
900 Carlos Mauro Benevides Filho PROS 1º: José Linhares Ponte (PP)
2º: Francisco Honorio Pinheiro Alves
Para o Ceará Seguir Mudando
PROS / PT / PRB / PP / PDT / PTB / PSL / PRTB / PHS / PMN / PTC / PV / PEN / PPL / PSD / PCdoB / PTdoB / SD
161 Raquel Dias Araujo PSTU 1º: Carlota Sales de Carvalho
2º: Augusto César Tavares da Silva
Frente de Esquerda Socialista
PSOL / PSTU / PCB
456 Tasso Ribeiro Jereissati PSDB 1º: Francisco Feitosa de Albuquerque Lima (DEM)
2º: Fernando Antonio Mendes Façanha Filho
Ceará de Todos
PMDB / PR / PSDB / DEM / PPS / PRP / PSC / PSDC / PTN

Distrito Federal[editar | editar código-fonte]

Candidato a Senador 1º Suplente 2º Suplente Número Eleitoral Coligação Tempo de horário eleitoral
Geraldo Magela medidas de combate a corrupção.jpg
Geraldo Magela
PT
Pastor Manoel Ferreira (PSC) Roberto Barreto (PP)
133
Respeito por Brasília
Silver - replace this image male.svg
Sandra Quezado
PSDB
Wander Rodrigues Sobrinho (PSDC) Leão Magno (PSDB)
456
Seriedade para Mudar
José Antônio Machado Reguffe.jpg
Reguffe
PDT
José Carlos Vasconcellos (PDT) Fadi Faraj (SD)
123
Somos Todos Brasília
Gim argello.jpg
Gim Argello
PTB
Weslian Roriz (PRTB) Anicélia (PTB)
144
União e Força
Silver - replace this image male.svg
Aldemario
PSOL
Tatiana Maranhão (PSOL) Clemildo Sá (PSOL)
500
Partido Socialismo e Liberdade
PSOL
Silver - replace this image male.svg
Robson
PSTU
Silvio (PSTU) Francisco Targino (PSTU)
160
Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado
PSTU
Silver - replace this image male.svg
Jamil Magari
PCB
Maria de Fátima (PCB) Tânia Maria (PCB)
211
Partido Comunista Brasileiro
PCB
Silver - replace this image male.svg
Expedito Mendonça
PCO
Valmir Barbosa (PCO) Maria das Graças (PCO)
290
Partido da Causa Operária
PCO

Espírito Santo[editar | editar código-fonte]

Conforme rodízio previsto para as eleições ao Senado, em 2014, será disputada apenas uma vaga por estado com mandato de 8 anos. O candidato mais votado é eleito, não havendo segundo turno para as eleições legislativas.[21] Antes das candidaturas serem oficializadas, institutos de pesquisa chegaram a considerar como pré-candidatos a governador os senadores Ricardo Ferraço (PMDB)[22] e Magno Malta (PR), e o ex-prefeito de Colatina Guerino Balestrassi (PSDB),[23] e a senador o citado ex-governador Paulo Hartung, o ex-prefeito de Vitória Luiz Paulo Vellozo Lucas[24] [25] e o professor Luiz Cláudio Ribeiro (PPS).[26] O delegado de trânsito Fabiano Contarato (PR) chegou a se candidatar a senador, mas renunciou em favor de Neucimar Fraga.[27] Ao cargo de senador, são candidatos a deputada federal Rose de Freitas (PMDB), o ex-prefeito de Vitória João Coser (PT), o advogado André Moreira (PSOL), o professor Raphael Furtado (PSTU)[28] e o ex-prefeito de Vila Velha Neucimar Fraga.[27]

Goiás[29] [editar | editar código-fonte]

Candidatos a senador
Ronaldo Caiado 2 minutos e 15 segundos
Antônio Neto 28 segundos
Aldo Muro 29 segundos
Elber Sampaio 30 segundos
Vilmar Rocha 3 minutos e 39 segundos
Aguimar Jesuíno 58 segundos
Marina Sant'anna 1 minuto e 37 segundos

Maranhão[editar | editar código-fonte]

Na eleição para senador está em jogo a cadeira de Epitácio Cafeteira.

  • Gastão Vieira (PMDB): iniciou sua carreira política em 1985, sendo eleito em 1986 para deputado estadual e reeleito em 1990. Em 1994, foi eleito deputado federal, sendo reeleito novamente em 1998, 2002, 2006 e 2010. Licenciou-se de seus mandatos por quatro vezes: a primeira entre 1995 e 1998, quando foi nomeado Secretário de Educação do Maranhão; a segunda em 2008, quando disputou a prefeitura de São Luís, sendo derrotado; a terceira entre 2009 e 2010, quando foi nomeado Secretário de Planejamento e Orçamento do Maranhão; e a última e mais recente, entre 2010 e 2014, quando foi nomeado Ministro do Turismo pela presidente Dilma Rousseff, e agindo como um dos principais organizadores da Copa do Mundo FIFA de 2014 no país. Posteriormente, candidatou-se ao senado federal, contando com o apoio da presidente, da governadora Roseana Sarney, e de Edison Lobão Filho, seu companheiro de campanha.
  • Roberto Rocha (PSB): é filho do falecido ex-governador do estado, Luiz Rocha, primeiro a ser eleito após o fim da ditadura. Eleito deputado estadual em 1990, candidatou-se a deputado federal em 1994, sendo eleito e posteriormente reeleito em 1998, além de se candidatar novamente em 2006, sendo novamente eleito pela maioria dos votos. Compôs a chapa de Edivaldo Holanda Júnior na disputa pela prefeitura de São Luís em 2012, como vice-prefeito, vencendo as eleições no 2º turno. Apoiado por Flávio Dino na sua candidatura em 2012, resolveu candidatar-se à uma vaga no senado federal, e ajudou a trazer um de seus cabos eleitorais, Eduardo Campos, para apoiar a candidatura do seu companheiro de campanha.
Candidato a Senador 1º Suplente 2º Suplente Número Eleitoral Coligação Tempo de horário eleitoral
Gastão Vieira
PMDB
José Antônio Heluy (PT) Remi Ribeiro (PMDB)
151
Pra Frente Maranhão
PMDB, PT, DEM, PEN, PHS, PMN, PR, PRB, PRP, PRTB, PSC, PSD, PSDC, PSL, PTB, PTdoB, PTN, PV
Roberto Rocha
PSB
Pinto Itamaraty (PSDB) Paulo Matos (PPS)
400
Todos Pelo Maranhão
PSB, PCdoB, PSDB, PPS, PP, SD, PDT, PTC, PROS
Haroldo Saboia
PSOL
Profª. Socorro Sampaio (PSOL) Paulo de Tasso (PSOL)
500
-
PSOL
Evan de Andrade
PCB
Profª. Aneri Tavares (PCB) Idalcy Coutinho (PCB)
212
-
PCB
Marcos Silva
PSTU
Wilson Leite (PSTU) Marco Aurelio (PSTU)
163
-
PSTU
Gersão
PPL
Cardoso Filho (PPL) Marcos Célio (PPL)
541
-
PPL

Mato Grosso[editar | editar código-fonte]

Com informações oriundas do Tribunal Superior Eleitoral.[6] [30]

Candidato a senador e partido Suplentes do senador Número Coligação Votação Percentual Status
Wellington Fagundes - PR 1º : Jorge Yanai (PMDB)

2º : Manoel Motta (PCdoB)

222 AMOR A NOSSA GENTE (PT / PMDB / PROS / PR / PC do B) 646.344 48,19% Eleito majoritariamente
Rogério Salles - PSDB 1º : Donizete da Castrillon (PTB)

2º : Eduardo Moura (PPS)

456 CORAGEM E ATITUDE PRA MUDAR (PDT / PP / DEM / PSDB / PSB / PPS / PV / PTB / PSDC / PSC / PRP / PSL / PRB 541.357 40,36% Não eleito
Rui Prado

PSD

1º : Manoel de Souza (SD)

2º : Paulo Gasparoto (PSD)

555 VIVA MATO GROSSO (PSD / PTC / PTN / PEN / PRTB / SD) 137.380 10,24% Não eleito
Gilberto Lopes Filho

PSOL

1º : Jeová Caetano Júnior (PSOL)

2º : Gilberto Lopes (PSOL)

500 PSOL 16.229 1,21% Não eleito

Mato Grosso do Sul[editar | editar código-fonte]

Candidato a senador 1º suplente 2º suplente Número Eleitoral Coligação Tempo de horário eleitoral
Simone Tebet
PMDB
Celso Dal Lago
PMDB
Moacir Kohl
PSB
151
MS Cada Vez Melhor
PMDB, PSB, PSC, PRB, PRTB, PHS e PT do B
02’09”24
Ricardo Ayache
PT
Leocádia Petry Leme
PDT
Joedi Guimarães
PRP
133
Mato Grosso do Sul com a Força de Todos
PT, PR, PDT, PRP, PROS, PDT, PCdoB, PV, PTC e PTB
03’10”06
Antônio João Hugo Rodrigues
PSD
David Infante
PSD
Maria Lúcia Cintra
PSDB
555
Novo Tempo
PSDB, PSD, SD, PPS, PMN e DEM
02’27”95
Alcides Bernal
PP
Ulisses Duarte
PP
Wilson Acosta
PP
111
-
PP
01’03”74
Lucien Rezende
PSOL
Alexandre Omedo
PSOL
Paulo Benites
PSOL
500
-
PSOL
00’35”67
Valdemir Cassimiro
PSTU
Niel Borba
PSTU
Délcio Cruz
PSTU
167
-
PSTU
00’33”33

Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Candidato a Senador 1º Suplente 2º Suplente Número Eleitoral Coligação Tempo de horário eleitoral
Antonio Anastasia.jpg
Antônio Anastasia
PSDB
Alexandre Silveira (PSD) Lael Varela (DEM)
456
Todos Por Minas
4'02
Silver - replace this image male.svg
Josué Alencar
PMDB
Professora Maria Inês (PROS) Sebastião Riera (PMDB)
150
Minas Pra Você
2'56
Silver - replace this image male.svg
Margarida Vieira
PSB
Alexandro de Souza (PPL) Igor Versiani (PSB)
400
Minas Quer Mudança
0'48
Silver - replace this image male.svg
Geraldo Batata
PSTU
Andrea Carla (PSTU) Erafim Moura (PSTU)
161
Frente de Esquerda Socialista
0'27
Silver - replace this image male.svg
Tarcísio
PSDC
Adelcio Neves (PSDC) Roney Faria (PSDC)
270
Partido Social Democrata Cristão
PSDC
0'25
Silver - replace this image male.svg
Pablo Lima
PCB
Neres (PCB) Cledimarcio Kojak (PCB)
210
Partido Comunista Brasileiro
PCB
0'25
Silver - replace this image male.svg
Graça
PCO
Adilson Povão (PCO) Sérgio (PCO)
290
Partido da Causa Operária
PCO
0'25
Silver - replace this image male.svg
Edilson Nascimento
PTdoB
Major Juares Ferreira (PTdoB) Alexandre Santos (PTdoB)
700
+Minas
0'30

Pará[editar | editar código-fonte]

Helenilson Pontes (PSD): O Vice governador do Pará, foi lançado pelo PSD como candidato a uma vaga pelo senado paraense. O candidato tem como 1º suplemente Fernando Yamada.

Mário Couto (PSDB): Eleito senador em 2006, Mário Couto irá disputar a reeleição pelo cargo do senado pelo PSDB.

Paulo Rocha (PT): Mesmo após ter sua candidatura cassada pelo TSE, e ficar envolvido no escândalo do mensalão, o ex deputado Paulo Rocha irá tentar uma vaga pelo senado paraense, o candidato tem o apoio do PMDB.

Jefferson Lima (PP): O Radialista e apresentador Jefferson Lima é o candidato do PP para o senado, tentou uma vaga em 2012 nas eleições para prefeito de Belém, mas acabou ficando em 3º lugar.

Duciomar Costa (PTB): O Ex-prefeito de Belém e eleito senador em 2002 Duciomar Costa, irá tentar uma reeleição no senado pelo PTB.

Pedrinho Maia (PSOL): O PSOL apostou em Pedrinho Maia ao senado.

Professor Simão (PV): O PV apostou em Professor Simão ao senado.

Renato Rolim (PCB): O PCB apostou em Renato Rolim ao senado.

Eliezer Barros (PRTB): O PRTB apostou em Eliezer Barros ao senado.

Angela Azevedo (PSTU): O PSTU apostou em Angela Azevedo ao senado

Marcela Tolentino (SD): O Partido Solidariedade decidiu apostar na Enfermeira Marcela Tolentino para o senado

Candidato a senador 1º Suplente 2º Suplente Número Eleitoral Coligação Tempo de horário eleitoral
Helenilson Pontes PSD Fernando Yamada PSD Alessando Mariano PSD 555 -

PSD, PSC, PTC, PRP, PPS, PSB

Mário Couto PSDB Ronilson Sena PSDB Gervasio Camilo PSDB 456 -

PSDB

Paulo Rocha PT Valdir Ganzer PT Ibanes Taveira PDT 131 Todos pelo Pará

PMDB, DEM, PT, PDT, PR, PCdoB, PROS, PPL, PSL, PHS e PTN

Jefferson Lima PP Ivanildo Pontes PP Bruno Soares PP 111 -

PP

Duciomar Costa PTB Quaresma PTB Marcio Rocha PTB 141 -

PTB

Marcela Tolentino SD Angelo Raiol SD Gilberto Lima SD 777 -

SD, PRB

Pedrinho Maia PSOL Charles Aviz PSOL Maike Vieira PSOL 500 -

PSOL

Eliezer Barros PRTB Alexande Maués PRTB Marcio Sherlo PRTB 280 -

PRTB

Professor Simão PV Rodrigo Vianna PV Antonio Ramos PV 433 -

PV

Angela Azevedo PSTU Roberto Santos PSTU Silvio Ribeiro PSTU 161 -

PSTU

Renato Rolin PCB Gildo Brito PCB Luis Costa PCB 210 -

PCB

Paraíba[editar | editar código-fonte]

Deputado estadual e deputado federal, senador, vice-governador e governador do estado da Paraíba por três vezes, José Maranhão do PMDB foi eleito senador com 647.271 votos, vencendo seus principais concorrentes Lucélio Cartaxo do PT, na chapa majoritária do então governador e candidato a reeleição Ricardo Coutinho, e o candidato Wilson Santiago do PTB na majoritária do ex-governador e senador Cássio Cunha Lima. Dos 223 municípios paraibanos, José Maranhão conseguiu obter maioria dos votos em 99 municípios. O segundo mais bem votado, Lucélio Cartaxo, em apenas 44. Por fim, Wilson Santiago venceu em 80 municípios.

Candidatos ao Senado e coligações[31] [32]
Nome dos candidatos Nº eleitoral Votos Situação Partido Coligação/Partido
José Maranhão - cropped.jpg
José Maranhão
155 647.271 (37,12%) Eleito PMDB "Renovação de Verdade" (PMDB).
Lucélio Cartaxo 133 521.938 (29,93%) Derrotado PT "A Força do Trabalho" (PSB, PT, PDT, DEM, PRTB, PRP, PV, PSL, PCdoB, PHS, PPL)
Wilson Santiago.JPG
Wilson Santiago
145 506.093 (29,02%) Derrotado PTB "A Vontade do Povo" (PSDB, PEN, PR, PTB, PSD, SD, PMN, PPS, PTdoB, PTN, PRB, PSDC, PSC, PP).
Professora Leila 900 44.627 (2,56%) Derrotado PROS "Sem Coligação"
Nelson Júnior 500 11.502 (0,66%) Derrotado PSOL "Sem Coligação"
Walter Brito 360 11.063 (0,63%) Derrotado PTC "Sem Coligação"
Rama Dantas 161 1.461 (0,08%) Derrotado PSTU "Sem Coligação"

[33] .

Paraná[34] [editar | editar código-fonte]

Candidato a Senador Suplentes Número
Eleitoral
Coligação Tempo de
horário eleitoral
Entrevistas Diversas (16847213436).jpg
Alvaro Dias
PSDB
1º:Joel Malucelli (PSD)
2º:Severino Araújo (PSB)
456
Todos Pelo Paraná
PSDB, PROS, PSD, PSB,
DEM, PP, PPS, PSC,
PR, SD, PSL, PSDC, PMN,
PHS, PEN, PTdoB e PTB
4min 21s
Ricardo Gomyde
PCdoB
1º:Elizeu Chociai (PTN)
2º:Paulo Pratinha (PT)
650
Paraná Olhando Pra Frente
PT, PDT, PCdoB, PTN e PRB
2min 00s
Marcelo Almeida
PMDB
1º:Anibelli (PMDB)
2º:Herculano Lisboa (PMDB)
151
Paraná Com Governo
PMDB, PV e PPL
1min 28s
Professor Piva
PSOL
1º: Olavo Costa (PSOL)
2º:Sérgio Santos (PSOL)
505
-
PSOL
0min 27s
Mauri Viana
PRP
1º:Celso Rocha (PRP)
2º:Paulo Tinoco (PRP)
444
-
PRP
0min 26s
Luiz Bárbara
PTC
1º:Marcelo Sampaio (PTC)
2º:Helen Chalegre (PTC)
360
-
PTC
0min 25s
Adilson Silva
PRTB
1º:Pedro Luiz (PRTB)
2º:Baptista Cavalcante (PRTB)
282
-
PRTB
0min 25s
Castagna
PSTU
1º:Mateus Magalhães (PSTU)
2º:Marcos Aurelio (PSTU)
160
-
PSTU
0min 25s

Pernambuco[editar | editar código-fonte]

Fernando Bezerra Coelho (PSB): Ex-deputado e ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho é candidato ao Senado Federal pelo PSB, tendo como suplentes Carlos Augusto Costa e Eliane Rodrigues, do PV e PSB respectivamente.[35]

João Paulo (PT): O ex-prefeito do Recife desponta como favorito nas intenções de voto para o Senado. Isabel Cristina e Flávio Nóbrega formam a dupla de suplentes na chapa de João Paulo.[36]

Albanise Pires (PSOL): Em sua segunda participação como candidata (foi vice na chapa liderada por Roberto Numeriano, que disputara a eleição para a prefeitura do Recife, em 2012), Albanise é postulante a uma vaga no Senado pelo PSOL. A dupla de suplentes é integrada por Ivan Morais e Ana Rodrigues.[37]

Simone Fontana (PSTU): A professora Simone Fontana é a candidata do PSTU para o Senado Federal. Ela, que disputara os pleitos de 2010 e 2012, com resultados inexpressivos, terá Kelly Cristina e Leôncio Tenório na suplência.[38]

Oxis (PCB): O representante do PCB é o segundo mais velho entre os candidatos a senador (é dois anos mais novo que João Paulo, nascido em 1952). Oxis, como é conhecido, terá a seu lado Márton Ferreira e Jorge Gameleira como suplentes.[39]

Piauí[editar | editar código-fonte]

O candidato Aldir Nunes (PCB) teve indeferido o seu registro.[6] [nota 1]

Candidatos a senador da República
Primeiro suplente de senador Número Coligação Votação Percentual
Elmano Ferrer
PTB
José Amauri
PROS
141
A vitória com a força do povo
(PT, PP, PTB, PR, PHS, PROS, PRP, SD)
981.219
62,29%
Wilson Martins
PSB
Edvaldo Marques
PSB
400
Piauí no coração
(PMDB, PSDB, PSB, PSD, DEM, PPS, PDT, PCdoB, PV, PRB, PSL, PTN, PSDC, PMN, PTC, PTdoB, PEN)
562.615
35,72%
Gustavo Henrique
PSC
Ismaías Mesquita
PSC
200
PSC
(sem coligação)
19.286
1,22%
Geraldo Carvalho
PSTU
Petrônio de Paula
PSTU
160
PSTU
(sem coligação)
8.274
0,53%
Professor Claudionor
PPL
Lisete Napoleão
PPL
544
PPL
(sem coligação)
3.840
0,24%
  Eleito(a)

Rio de Janeiro[editar | editar código-fonte]

Romário (PSB): Coligado com a chapa de Lindberg Farias, o ex-jogador e atual deputado federal Romário é o candidato ao Senado pelo PSB.

César Maia (DEM): Coligado com a chapa de Pezão, o economista César Maia é candidato ao senado pelo DEM. César foi Secretário de Fazenda do Governo Brizola e prefeito da cidade do Rio de Janeiro por três mandatos (1993-1996, 2001-2004 e 2005-2008). Atualmente é vereador e vice-presidente da International Democrata de Centro. Concorreu ao Governo do Estado em 1998 e ao Senado em 2010, sendo derrotado em ambas.

Carlos Lupi (PDT): Após romper com a chapa do PMDB por ter perdido a vaga para o candidato a vice-governador, que seria Felipe Peixoto, e não declarar apoio a nenhum outro candidato, o PDT lança em chapa própria o ex-ministro do trabalho Carlos Lupi como candidato ao Senado.

Líliam Sá (PROS): Coligado com Garotinho, o PROS lançou chapa para a disputa do senado, inicialmente o candidato do partido seria Hugo Leal, que acabou desistindo para disputar a reeleição para a Câmara dos Deputados, o partido decidiu por lançar a candidatura da deputada federal Líliam Sá.

Diplomata Sebastião Neves (PRB): Com a candidatura de Marcelo Crivella ao governo do Rio, o partido lança a candidatura do Diplomata Sebastião Neves ao senado.

Pedro Rosa (PSOL): Em Convenção Estadual realizada em 13 de junho, o PSOL oficializou a candidatura de senador do sindicalista paraense Pedro Rosa.[40] O candidato, formado em Geografia, é servidor público da Universidade Federal Fluminense (UFF) e dirigente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFF (SINTUFF).[41] Pedro Rosa defende o fim dos privilégios dos senadores, como o alto salário, o longo mandato de oito anos e o direito de aposentadoria ao fim do mandato.[42] Ele também critica a enorme influência do poder econômico nas eleições, pois prejudica os candidaturas com pouco dinheiro e sem apoio dos empresários.[42] Pedro Rosa compõe a Corrente Socialista dos Trabalhadores (CST), tendência radical do PSOL, e defende um programa que reflita as demandas das enormes manifestações nacionais de 2013 e as várias greves de 2014 (muitas dessas tiveram sua participação como apoiador).[43]

Ney Nunes (PCB): Com a candidatura de Ney Nunes ao governo fluminense, o partido lança a candidatura de Eduardo Serra, professor de Engenharia Naval e Ambiental e militante do PCB desde os anos 70. Eduardo já foi candidato a Prefeito e Governador do Rio pelo partido em 2008 e 2010, respectivamente.

Heitor Fernandes (PSTU): Com a candidatura de Dayse Oliveira ao governo do estado, o partido lança a candidatura de Heitor Fernandes, que é servidor dos correios. Heitor já foi três vezes candidato a Prefeitura de Niterói e candidato ao senado em 2010.

Candidato a Senador 1º Suplente 2º Suplente Número Eleitoral Coligação Tempo de horário eleitoral
Romário at the Brazilian Chamber of Deputies 2010-05-04 2.jpg
Romário
PSB
João Batista Lemos (PCdoB) Vivaldo Barbosa (PSB)
400
Frente Popular
2'12
César Maia.jpg
Cesar Maia
DEM
Ronaldo Cezar Coelho (PSD) Jorge Coutinho (PMDB)
255
O Rio em Primeiro Lugar
4'18
Carlos Lupi.JPG
Carlos Lupi
PDT
Sheila Gama (PDT) Arildo Teles (PDT)
123
Partido Democrático Trabalhista
PDT
0'36
Silver - replace this image male.svg
Líliam Sá
PROS
Comandante Norberto (PROS) Fernando Willian Ferreira (PROS)
901
Trabalhista e Republicana
PROS, PR, PTdoB
1'03
Silver - replace this image male.svg
Diplomata Sebastião Neves
PRB
Coronel Amêndola (PRB) Leide (PRB)
100
Partido Republicano Brasileiro
PRB
0'31
Silver - replace this image male.svg
Pedro Rosa
PSOL
Ana Carvalhaes (PSOL) Nascimento Bombeiro (PSOL)
500
Partido Socialismo e Liberdade
PSOL
0'27
Eduardo serra.JPG
Eduardo Serra
PCB
Paulo Oliveira (PCB) Dinarco Reis Filho (PCB)
211
Partido Comunista Brasileiro
PCB
0'25
Silver - replace this image male.svg
Heitor Fernandes
PSTU
Vânia Gobetti (PSTU) Lauson Regis (PSTU)
161
Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado
PSTU
0'25

Rio Grande do Norte[44] [editar | editar código-fonte]

Rio Grande do Sul[45] [editar | editar código-fonte]

Rondônia[editar | editar código-fonte]

Moreira Mendes (PSD): O ex-senador e atualmente deputado federal Moreira Mendes tentará retornar ao Senado Federal. Compõe da chapa de Expedito Júnior (PSDB).

Acir Gurgacz (PDT) : O atual senador Acir Gurgacz será candidato a reeleição na chapa de Confúcio Moura (PMDB).

Ivone Cassol (PP): A empresária e ex-primeira dama Ivone Cassol será candidata ao senado na chapa de Jaqueline Cassol (PR).

Pastor Aluízio Vidal (PSOL): Novamente candidato ao senado, o Pastor Aluízio Vidal compõe a chapa de Pimenta de Rondônia (PSOL).

Candidato a Senador 1º Suplente 2º Suplente Coligação Número de Votos
Moreira Mendes
PSD
Lindomar Carreiro (PSDB) Júnior Dall Agnol (PSD)
555
Frente Muda Rondônia
PSDB, PSDC, PSD, PEN, SD, PHS, PSC, PMN, PTdoB, PRB e DEM

193.184

(25,94 %)

Acir Gurgacz'
PDT
Assis Gurgacz (PDT) Pastor Valadares Neto (PDT)
123
Rondônia no caminho certo
PMDB, PSB, PDT, PTB, PCdoB, PRTB, PSL, PRP e PTN

312.614

(41,98 %)


Ivone Cassol
PP
Jânio Alencar Torres (PP) Ilário Bodanese (PP)
111
O Respeito está de volta
PR, PP, PPS, PROS, PV e PTC

160.964

(21,62 %)

Pastor Aluízio Vidal
PSOL
Luiz Augusto Porto (PSTU) Ramiro Luís (PSOL)
500
Frente de Esquerda PSOL/PSTU
PSOL e PSTU

77.865

(10,46 %)

Roraima[editar | editar código-fonte]

[46] . Com apenas uma vaga disponível, Telmário Mota foi o eleito.[47] [48]

Candidato (a) ao Senado Suplentes Número Coligação Votos Porcentagem
Telmário Mota
PDT
1º: Thieres Pinto (PDT)
2º: Rudson Leite (PV)
123
É pra frente que se anda
PT/PDT/PC do B/PV/PTC
96.888 41,24%
Luciano Castro
PR
1º: Jomalia Rodrigues Torres (PR)
2º: Claudionor Cavalcante (PR)
223
Sem coligação
PR
50.118 21,33%
José de Anchieta Júnior
PSDB
1º: Dr. Alexandre Salomão (PSDB)
2º: Arnóbio (PSDB)
456
Sem coligação
PSDB
48.309 20,56%
Mozarildo Cavalcanti
PTB
1º: Sodré Santoro (PTB)
2º: Não disponível
144
Salve Roraima
PP/PTB/DEM
25.594 10,89%
Drª Josy Carvalho
PPL
1º: Não disponível
2º: Dr. Nil Brito (PPL)
545
Sem Coligação
11.476 4,88%
Dionisio Alves
PSTU
1º: Francisco Araujo (PSOL)
2º: Maria Alves (PSTU)
160
Alternativa de Esquerda para Roraima
PSOL/PSTU
2.562 1,09%
  Eleito(a)

Santa Catarina[editar | editar código-fonte]

Senado
Partido Candidato Votos Votos (%)
  PMDB Dário Berger 1 308 503
 
42,82%
  PSB Paulo Bornhausen 1 172 940
 
38,38%
  PT Milton Mendes 427 990
 
14%
  PSOL Sargento Amauri Soares 94 845
 
3,1%
  PMN Alan Alves Moreira 23 435
 
0,77%
  PRP Professora Junara Ferraz 20 165
 
0,66%
  PSTU Rosane de Souza 8 191
 
0,27%
Totais 3 056 069  
Fonte: [49] [50]

| style="width: 50%; text-align: left; vertical-align: top;" |

Seções 14 593

São Paulo[editar | editar código-fonte]

José Serra (PSDB): Após anunciar que seria candidato à Câmara dos Deputados, o ex-governador de São Paulo acabou mudando de ideia e decidiu disputar uma vaga no Senado Federal. José Aníbal, que seria o candidato após a desistência de Serra, acabou se tornando o 1º Suplente da chapa.[51]

Eduardo Suplicy (PT): O Senador Eduardo Suplicy concorreu a mais um mandato. Ele está no Senado há 24 anos, sendo um dos políticos há mais tempo no cargo.

Gilberto Kassab (PSD): Coligado com Paulo Skaf, o ex-prefeito da capital Gilberto Kassab foi o candidato da chapa ao Senado.

Marlene Campos Machado (PTB): PTB lançou a candidatura da empresária Marlene Campos Machado.

Kaká Werá (PV): O escritor Kaká Werá Jecupé foi o candidato do partido.

Ana Luiza (PSTU): Coligado ao PSOL, o PSTU indicou a candidatura da coligação ao Senado. A servidora pública federal Ana Luiza foi a escolhida. Ela concorreu ao mesmo cargo em 2010.

Fernando Lucas (PRP): Coligado com o PHS, o PRP indicou a candidatura da coligação ao Senado. O empresário Fernando Lucas foi o escolhido.

Edmilson Costa (PCB): O PCB escolheu Edmilson Costa para ser seu candidato.

Ricardo Fláquer (PRTB): O PRTB apostou na candidatura do advogado Ricardo Fláquer.

Juraci Garcia (PCO): O PCO escolheu o administrador Juraci Garcia como candidato.

Candidato a Senador 1º Suplente 2º Suplente Número Eleitoral Coligação Tempo de horário eleitoral
José Serra no Rio.jpg
José Serra
PSDB
José Aníbal (PSDB) Atílio Francisco (PRB)
456
Aqui é São Paulo
PSDB, DEM, PSB, SD, PSC, PPS, PRB, PTC, PTN, PSL, PTdoB, PEN, PMN, PSDC
2min22seg
Eduardo suplicy senado 2010.jpg
Eduardo Suplicy
PT
Tadeu Candelária (PR) Rozane Maria de Sena (PT)
131
Pra Mudar de Verdade
PT, PCdoB, PR
2min01seg
Gilberto Kassab (2007).jpg
Gilberto Kassab
PSD
Alda Marco Antônio (PSD) Alfredo Cotait Neto (PSD)
555
São Paulo Quer o Melhor
PMDB, PDT, PROS, PSD, PP
Marlene Campos Machado
PTB
Antônio Alves da Silva (PTB) José Francisco Viddoto (PTB)
140
-
PTB
Kaká Werá
PV
Jean Nascimento (PV) Luiz Carlos da Silva Bosio (PV)[52] [nota 2]
430
-
PV
Ana Luiza Figueiredo
PSTU
Anízio Batista (PSOL) Wilson Aparecido Ribeiro (PSTU)
161
Frente de Esquerda
PSOL, PSTU
Fernando Lucas
PRP
José Roberto Ramires (PRP) João Duarte (PHS)
441
Unidos por São Paulo
PHS, PRP
Edmilson Costa
PCB
Fernando Zingra (PCB) César Mangolin (PCB)
210
-
PCB
Ricardo Fláquer
PRTB
Felipe Fláquer (PRTB) Gilberto Carlos Ferreira (PRTB)
281
-
PRTB
Juraci Baena Garcia
PCO
Afonso Teixeira Filho (PCO) Cláudio Roberto Vieira (PCO)
290
-
PCO

Sergipe[editar | editar código-fonte]

Maria do Carmo (DEM) [54] : A candidatura à reeleição da senadora Maria do Carmo Alves foi oficializada durante a convenção do DEM, realizada no dia 30 de junho. Maria do Carmo será candidata à senadora pelo DEM na coligação com o PSC, que tem como candidato ao governo do estado Eduardo Amorim. Está em seu segundo mandato e tenta reeleição.

Rogério Carvalho (PT) [55] : A candidatura de Rogério Carvalho ao Senado foi oficializada durante as convenções do PT no dia 30 de junho. A assembleia foi realizada na sede do partido e anunciou a aliança com o PMDB que confirmou a candidatura de Jackson Barreto à reeleição.

Antônio Marques (PCB) [56] : A pré-candidatura do professor Antônio Marques foi lançada durante a convenção do PCB, realizada em Aracaju. O grupo lançou a pré-candidatura da professora Sônia Meire PSOL ao Governo.

Edvaldo Leandro (PSTU) [57] : Durante a convenção partidária, o PSTU lançou a candidatura do petroleiro Edvaldo Leandro ao Senado. O Partido integra a Frente de Esquerda, juntamente com o PSOL e o PCB.

Moacir Santos "Bila" (PPL): O servidor público Moacir Santos será candidato ao senado na chapa do PPL, que tem como candidato ao governo Aírton Costa Santos.

Candidato a Senador 1º Suplente 2º Suplente Coligação Tempo de horário eleitoral
Maria do Carmo Alves 20dez2011.jpg
Maria do Carmo
DEM
Ricardo Franco (PTB) Pastor Virgínio Neto (PSC)
251
Agora Sim
PSC, PSDB, DEM, PTB, PPS, PR, SD, PTC, PEN, PV, PHS, PMN, PSL, PP e PTdoB
Rogério Carvalho 2012 crop.jpg
Rogério Carvalho
PT
Gilberto dos Santos (PT) Ivan Leite (PRB)
131
Agora é o Povo
PMDB, PSB, PT, PRB, PSD, PCdoB, PDT, PROS, PRTB , PSDC e PRP
Antônio Marques
PCB
Clelia Santos (PCB) Renaldo Silva (PCB)
212
PCB
Edivaldo Leandro
PSTU
Edilson Santos (PSTU) Ercílio Santos (PSTU)
161
PSTU
Bila
PPL
Dona Enir Costa (PPL) Sandro Melo (PPL)
543
PPL

Tocantins[editar | editar código-fonte]

Pesquisas de opinião[editar | editar código-fonte]

Amazonas[editar | editar código-fonte]

Data Instituto Candidato ao Governo
Eduardo Braga (PMDB) Hissa Abrahão (PPS) Rebecca Garcia (PP)
12 de novembro de 2012 Perspectiva[58] 54,3% 20,1% 15,9%
Data Instituto Candidato ao Senado
Alfredo Nascimento (PR) Átila Lins (PSD) Francisco Praciano (PT) José Melo (PMDB) Marcos Rotta (PMDB) Plínio Valério (PSDB) Serafim Corrêa (PSB) Sidney Leite (DEM) Silas Câmara (PSD)
12 de novembro de 2012 Perspectiva[58] 16,4% 6,9% 9,1% 10,1% 20,8% 8,2% 9,9% 3,7% 6,8%

Distrito Federal[editar | editar código-fonte]

Data Instituto Candidato ao Governo
Agnelo Queiroz (PT) Alberto Fraga (DEM) Eliana Pedrosa (PSD) Pitman (PMDB) Rodrigo Rollemberg (PSB) Toninho (PSOL) Valmir Campelo (sem partido)
Fevereiro de 2013 Q&P[59] 10,6% 10,4%
20,4% 15,6% 6%
Fevereiro de 2013 Q&P[59] 11,1%
19,6%
26%
Fevereiro de 2013 Q&P[59] 12,6%
8,5% 31,3%
Data Instituto Candidato ao Senado
Alberto Fraga (DEM) Chico Leite (PT) Eliana Pedrosa (PSD) Filippelli (PMDB) Gim Argello (PTB) Magela (PT) Reguffe (PDT)
Fevereiro de 2013 Q&P[59]
13,9% 10,9% 3% 14% 30,4%
Fevereiro de 2013 Q&P[59] 4,9% 10,8%
15,4% 4,4%
31,5%
Fevereiro de 2013 Q&P[59] 4,9%
4,4% 12,6% 31,3%

Maranhão[editar | editar código-fonte]

Data Instituto Candidato ao Governo
Edson Lobão (PMDB) Flávio Dino (PCdoB) João Alberto (PMDB) Luis Fernando (PT) Gastão Vieira (PMDB)
15 de novembro de 2012 Instituto Amostragem[60] 31,92% 55,54%
15 de novembro de 2012 Instituto Amostragem[60]
62,06% 23,31%%
15 de novembro de 2012 Instituto Amostragem[60]
67,31%
16,23%
15 de novembro de 2012 Instituto Amostragem[60]
63,08%
20,15%

Minas Gerais[editar | editar código-fonte]

Data Instituto Candidato ao Governo
Alberto Pinto Coelho (PP) Fernando Pimentel (PT)
2013 Vox Populi/Sensus[61] 10% 35%

Paraná[editar | editar código-fonte]

Data Instituto Candidato ao Governo
Beto Richa (PSDB) Gleisi Hoffmann (PT) Osmar Dias (PDT) Paulo Bernardo (PT) Roberto Requião (PMDB) Joel Malucelli (PSD)
11 de dezembro de 2012 Instituto Paraná Pesquisas[62] 51% 36%
11 de dezembro de 2012 Instituto Paraná Pesquisas[62] 55%
31%
11 de dezembro de 2012 Instituto Paraná Pesquisas[62] 51%
35%
11 de dezembro de 2012 Instituto Paraná Pesquisas[62] 51%
6% 28%
11 de dezembro de 2012 Instituto Paraná Pesquisas[62] 41% 26%
21%
16 de maio de 2014 Instituto Multicultural[63] 48,5% 15,5%
11% 1,5%
Data Instituto Candidato ao Senado
Álvaro Dias (PSDB) André Vargas (PT) Marcelo Almeida (PMDB) Orlando Pessuti (PMDB) Osmar Dias (PDT) Paulo Bernardo (PT) Ricardo Barros (PP) Valdir Rossoni (PSDB)
11 de dezembro de 2012 Instituto Paraná Pesquisas[62] 39,15% 2,74% 1,4% 5,61% 29,63%
5,61% 4,39%
11 de dezembro de 2012 Instituto Paraná Pesquisas[62] 64,63%
2,5%
6,71% 10,85%
11 de dezembro de 2012 Instituto Paraná Pesquisas[62]
4,51% 2,13%
61,22%
9,82% 7,38%

Paraíba[editar | editar código-fonte]

Data Instituto Candidato ao Governo
Cássio Cunha Lima (PSDB) Cícero Lucena (PSDB) Luciano Angra (sem partido) Luciano Cartaxo (PT) Manoel Júnior Ricardo Coutinho (PSB) Rômulo Gouveia (PSD) Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) Zé Maranhão (PMDB)
11 de dezembro de 2012 Instituto Opinião[64] 9,1% 0,9% 3,8% 1,2% 0,1% 13,8% 0,1% 2% 2,3%

Rio de Janeiro[editar | editar código-fonte]

Data Candidato ao Governo
Alfredo Sirkis (PV) Beltrame (PMDB) César Maia (DEM) Chico Alencar (PSOL) Gabeira (PV) Garotinho (PR) Lindberg (PT) Pezão (PMDB)
Dezembro de 2011[65]
20% 20%
10% 20%
Fevereiro de 2012[66]
35% 14% 2%
Abril de 2012[66]
30% 20% 2%
Maio de 2012[66]
5% 10% 34% 14% 4%
Maio de 2012[66]
7%
5% 7% 35% 14%
Outubro de 2012[66]
41% 13% 5%
Março de 2013[67]
21% 28% 10%
16 e 17 de Março de 2013[65] 2,3% 15,3%
17,5% 17,4% 11,6%
26 de Março de 2013[68]
23% 17% 16%

Rio Grande do Norte[editar | editar código-fonte]

Data Instituto Candidato ao Governo
Carlos Eduardo (PDT) Garibaldi Alves Filho (PMDB) Rosalba Ciarlini (DEM) Robinson Faria (PSD) Wilma de Faria (PSB)
29 de janeiro de 2013 Consult[69]
12,88% 17,18% 38,29%
29 de janeiro de 2013 Consult[69] 27,35%
14,94% 23,53%
29 de janeiro de 2013 Consult[69]
38,24% 9,35%
29,82%
29 de janeiro de 2013 Consult[69]
16,12%
46,94%
29 de janeiro de 2013 Consult[69] 42,92%
17,53%
Data Instituto Candidato ao Senado
Fátima Bezerra (PT) Henrique Eduardo Alves (PMDB)
29 de janeiro de 2013 Consult[69] 43,59% 28,71%

Rondônia[editar | editar código-fonte]

Data Instituto Candidato ao Governo
Aluizio Vidal (PSOL) Confúcio Moura (PMDB) Expedito Júnior (PSDB) Hermínio Coelho (PSD) Ivo Cassol (PP) Kazan (PEN) Nilton Capixaba (PTB) Roberto Sobrinho (PT)
20 de fevereiro de 2013 Instituto Phoenix[70] 4,4% 3,4% 26,4% 13,6% 11,5% 5,9% 3,1% 0,5%

Notas e referências

Notas

  1. Embora cada senador deva ser eleito com dois suplentes (Art. 46 § 3º– CF), mencionamos apenas o primeiro sem prejuízo de citar o outro quando necessário.
  2. O candidato inicial era Hélio Amorim de Oliveira, mas sua candidatura foi indeferida.[53]

Referências

  1. «Recadastramento biométrico.». Tribunal Superior Eleitoral. 4/7/2014. Consultado em 8/7/2014. 
  2. «Divulgação de resultados das Eleições 2014». Tribunal Superior Eleitoral. 21 de outubro de 2014. Consultado em 26/10/2014. 
  3. a b «Sistema de Divulgação de Candidaturas.». Tribunal Superior Eleitoral. 7/7/2014. Consultado em 8/7/2014.  Erro de citação: Invalid <ref> tag; name ":0" defined multiple times with different content
  4. «Horário eleitoral recomeça nesta quinta-feira». Veja. 9 de outubro de 2014. Consultado em 9 de outubro de 2014. 
  5. Embora cada senador deva ser eleito com dois suplentes (Art. 46 § 3º– CF), mencionamos apenas o primeiro sem prejuízo de citar o outro quando necessário.
  6. a b c Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas ReferenceTSE
  7. Embora cada senador deva ser eleito com dois suplentes (Art. 46 § 3º– CF), mencionamos apenas o primeiro sem prejuízo de citar o outro quando necessário.
  8. «Sarney vê política 'desestimulante' e confirma que desistiu de concorrer». G1. 27/06/2014. Consultado em 30/06/2014. 
  9. «Sarney anuncia que não vai mais disputar eleições». Veja.com. 23/06/2014. Consultado em 23/06/2014. 
  10. «Que fase». Veja.com. 08/01/2014. Consultado em 18/03/2014. 
  11. «No AP, seis nomes são anunciados como pré-candidatos ao Senado». G1. Consultado em 05/06/2014. 
  12. «Marba e Raquel Capiberibe são lançados pré-candidatos». Diário do Amapá. 23/04/2014. Consultado em 25/04/2014. 
  13. «PCdoB lança pré-candidatura ao Senado no Amapá». Diário do Amapá. 08/05/2014. Consultado em 08/05/2014. 
  14. G1 (05/10/2014). «Davi Alcolumbre, do DEM, é eleito senador pelo Amapá». Consultado em 06/10/2014. 
  15. G1 (24/06/2014). «Gilvam Borges será candidato ao Senado no lugar de Sarney, diz Raupp». Consultado em 24/06/2014. 
  16. «PSTU é o primeiro Partido a efetuar Registro de Candidatura no TRE-AP». TRE-AP. 02/07/2014. Consultado em 02/07/2014. 
  17. "Eduardo Braga lidera pesquisa para o governo do estado em 2014". Amazônia na Rede.
  18. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas G1_candidatos
  19. TSE. Eleições / Eleições 2014 / Divulgação de Candidaturas. Acesso em 6 de julho de 2014.
  20. http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tre-ba-distribuicao-de-tempo-para-senador-2014
  21. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas const
  22. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas futura2013
  23. «Hartung tem 34,1% e Casagrande 30% na disputa pelo governo do ES». G1. 5 de maio de 2014. Consultado em 5 de maio de 2014. 
  24. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas pesq00005s
  25. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas pesq00006
  26. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas pesq00010s
  27. a b SAMORA, Nerter (30 de julho de 2014). «Neucimar Fraga vira solução para chapa de Casagrande». Século Diário. Consultado em 7 de agosto de 2014. 
  28. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas pesq00011g
  29. "Líderes cobiçam ‘vaga aberta’ no Senado". Tribuna do Planalto.
  30. Embora cada senador deva ser eleito com dois suplentes (Art. 46 § 3º– CF), mencionamos apenas o primeiro sem prejuízo de citar o outro quando necessário.
  31. Apuracão de votos no primeiro turno da Paraíba - Portal Terra, 04 de outubro de 2010
  32. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Divulga.C3.A7.C3.A3o
  33. "Cícero quebra silêncio e confirma reeleição para o Senado em 2014: 'Na chapa de Cássio'". paraiba.com.br.
  34. httphttp://blogdotarso.com/2012/11/05/a-briga-pelo-senado-em-2014-ja-comecou/ "A briga pelo Senado em 2014 já começou'"]. Blog do Tarso.
  35. «Fernando Bezerra Coelho 400 - Eleições 2014». Consultado em 08 de setembro de 2014. 
  36. «João Paulo 130 - Eleições 2014». Consultado em 08 de setembro de 2014. 
  37. «Albanise Pires 500 - Eleições 2014». Consultado em 08 de setembro de 2014. 
  38. «Simone Fontana 162 - Eleições 2014». Consultado em 08 de setembro de 2014. 
  39. «Oxis 211 - Eleições 2014». Consultado em 08 de setembro de 2014. 
  40. "Convenção Estadual do PSOL-RJ será na sexta-feira" PSOL-RJ. Junho de 2014. Página acessada em 1 de junho de 2015.
  41. "Pedro Rosa Senador 500" Eleições 2014. Julho de 2014. Página acessada em 1 de junho de 2015.
  42. a b "‘Temos o desafio de acabar com privilégios’, diz Pedro Rosa, candidato do PSOL’" Extra Globo 2014. Agosto de 2014. Página acessada em 1 de junho de 2015.
  43. "Pedro Rosapré-candidato a senador pelo PSOL!" CST-PSOL 2014. Maio de 2014. Página acessada em 1 de junho de 2015.
  44. "Veja quem sonha com o Senado em 2014". Blog do Jean Carlos.
  45. httphttp://www.augustopinz.com.br/2012/10/beto-albuquerque-e-marco-maia-na.html "Beto Albuquerque e Marco Maia na disputa ao Senado"]. Blog do Augusto Pinz.
  46. "ELEIÇÕES 2014 – Crescimento de Mecias como possível candidato a governador assusta Anchieta e Jucá". Fato Real.
  47. «Apuração Senado Roraima 2014». UOL. 
  48. «Resultados para Senador por Roraima (1º turno)». Eleições2014. 
  49. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas res1
  50. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas res2
  51. Daniela Lima (01 de julho de 2014). «Serra disputará o senado ao lado de Aníbal». Folha de S. Paulo. Consultado em 01 de julho de 2014. 
  52. «Registro de Candidatura Senador 2º Suplente (LUIZ CARLOS DA SILVA BOSIO)». Tribunal Superior Eleitoral. Consultado em 9 de novembro de 2014. 
  53. «Registro de Candidatura Senador 2º Suplente (HÉLIO AMORIM DE OLIVEIRA)». Tribunal Superior Eleitoral. Consultado em 9 de novembro de 2014. 
  54. Candidatura de Maria do Carmo ao Senado é confirmada pelo DEM. Acessado em 18 de julho de 2014.
  55. Candidatura de Rogério Carvalho ao Senado é oficializada pelo PT. Acessado em 18 de julho de 2014.
  56. PCB lança pré-candidatura de Antônio Marques ao Senado. Acessado em 18 de julho de 2014.
  57. PSTU anuncia candidatura de Edvaldo Leandro ao Senado. Acessado em 18 de julho de 2014.
  58. a b "Perspectiva divulga sua 1ª pesquisa para governador e senador do Amazonas/2014". Perspectiva.
  59. a b c d e f "Pesquisa aponta tendências para as eleições de 2014 no Distrito Federal". Em Pauta.
  60. a b c d "2014: Pesquisa mostra favoritismo de Flávio Dino para Governo do Estado". Antônia Marcos Notícias.
  61. "ALTERADOS NAS ALTEROSAS: Pimentel arma estratégia para derrotar PSDB". Revista Época.
  62. a b c d e f g h "Beto Richa é favorito para 2014, diz pesquisa". Jornal de Beltrão. Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "Instituto_Paran.C3.A1_Pesquisas" defined multiple times with different content
  63. "Richa e Aécio ganhariam a eleição em Londrina, aponta pesquisa". Jornal O diário.
  64. "Governador Ricardo Coutinho lidera pesquisa para 2014". Paraíba Master.
  65. a b "Lindbergh, Cesar Maia e Beltrame empatados para governador". Diário do Rio de Janeiro. Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "GPP" defined multiple times with different content
  66. a b c d e "Garotinho lidera corrida para o governo do Rio". Blog do Garotinho. Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "Pesquisa_Interna" defined multiple times with different content Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "Pesquisa_Interna" defined multiple times with different content Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "Pesquisa_Interna" defined multiple times with different content
  67. "Governo do Rio, pesquisa do PT". Blog do Ilmar Franco.
  68. "A largada do candidato de Cabral". Blog do Ilmar Franco.
  69. a b c d e f "Pesquisa Consult aponta liderança de Wilma na disputa pelo governo do RN em 2014". Édipo Natan. Erro de citação: Invalid <ref> tag; name "Consult" defined multiple times with different content
  70. "Eleições 2014- Pesquisa Instituto Phoenix para Governador". ASSFAPOM.