Eleições gerais nos Países Baixos em 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
‹ 2012 • Flag of the Netherlands.svg • 2021
Eleições gerais nos Países Baixos em 2017
Todos os 150 lugares da Câmara dos Representantes dos Países Baixos
76 assentos são necessários para obter-se a maioria
15 de março de 2017
Demografia eleitoral
Hab. inscritos:  12 893 466
Votantes : 10 563 456
  
81.9% Green Arrow Up.svg 9.8%
Volkspartij voor Vrijheid en Democratie (nl) Logo.svg
Partido Popular para a Liberdade e Democracia
Votos: 2 238 351  
Lugares obtidos: 33 Red Arrow Down.svg 19.5%
  
21.3%
Partij voor de Vrijheid logo.jpg
Partido para a Liberdade
Votos: 1 372 941  
Lugares obtidos: 20 Green Arrow Up.svg 33.3%
  
13.1%
CDA logo.svg
Apelo Cristão-Democrático
Votos: 1 301 796  
Lugares obtidos: 19 Green Arrow Up.svg 46.2%
  
12.4%
Democraten 66 (nl) Logo.svg
Democratas 66
Votos: 1 285 819  
Lugares obtidos: 19 Green Arrow Up.svg 58.3%
  
12.2%
GroenLinks.svg
Esquerda Verde
Votos: 959 600  
Lugares obtidos: 14 Green Arrow Up.svg 250%
  
9.1%
Socialistische Partij (nl 2006) Logo.svg
Partido Socialista
Votos: 955 633  
Lugares obtidos: 14 Red Arrow Down.svg 6.7%
  
9.1%
Logo PvdA.svg
Partido do Trabalho
Votos: 599 699  
Lugares obtidos: 9 Red Arrow Down.svg 76.3%
  
5.7%
ChristenUnie.svg
União Cristã
Votos: 356 271  
Lugares obtidos: 5 Red Arrow Down.svg 0%
  
3.4%

Royal coat of arms of the Netherlands.svg Primeiro-ministro dos Países Baixos
Titular
Mark Rutte
VVD
Eleito

As eleições gerais nos Países Baixos em 2017 foram realizadas a 15 de Março e, serviram para eleger os 150 deputados para a Câmara dos Representantes dos Países Baixos.[1]

Sistema eleitoral[editar | editar código-fonte]

A Câmara dos Representantes, Segunda Câmara (Tweede Kamer), é composta por 150 representantes eleitos segundo o sistema eleitoral de representação proporcional em uma circunscrição nacional. As cadeiras se repartem entre as listas de grupos e as combinações de grupos que obtiverem pelo menos de 0,67% (1/150) dos votos emitidos a nível nacional. Para a repartição proporcional de votos se usa a Lei de D'Hont.[2]

A partir dos relatórios do Serviço Geral de Informações e Segurança (AIVD) sabe-se que os grupos de hackers Fancy Bear and Cozy Bear têm feito várias tentativas para hackear os ministérios holandeses, incluindo o Ministério de Assuntos Gerais com o objetivo de roubar documentos do governo de acesso secreto.[3] Diante destes ataques, o ministro holandês das Relações Interiores e do Reino, Ronald Plasterk anunciou que os votos das eleições seriam processados manualmente,[4] embora esta decisão tenha sido revertida.[5]

Os resultados preliminares, baseados em uma "contagem rápida" foram publicados em 15 de março, no entanto, os resultados oficiais não serão anunciados até as 16:00 CET de 21 de Março.[6]

A empresa de pesquisas Ipsos publicou uma sondagem após o fecho das urnas.[7] Esta pesquisa indicou que o VVD ganhou 31 assentos, CDA, D66 e PVV 19 lugares cada um; GroenLinks ganhou 16, SP ganhou 14, PvdA ganhou 9, CU ganhou 6, PVDD ganhou 5, 50plus ganhou 4, DENK e PEC 3 cada, e o FVD ganhou 2.[8] As sondagens também indicam uma participação de 82%, o que é uma das mais altas desde 1981, se for confirmada.[9]

As eleições também foram vistas pelos eleitores Caribenhos como um barómetro de interesse no sistema político do estado, tendo votado pela primeira vez em 2012, com uma participação muito baixa.[10]

Candidaturas[editar | editar código-fonte]

No final de dezembro de 2016 81 partidos políticos tinham apresentado a petição de participação nas eleições ao Conselho Eleitoral. Em 30 de Janeiro de 2017, o Conselho anunciou que 33 partidos apresentaram uma lista de candidatos, e que MenS e Spirit, e Basisinkomen Partij e VR apresentaram listas conjuntas.

Os partidos que participam pela primeira vez no processo, ou que participaram em eleições anteriores sem obter representação, têm que pagar um depósito de € 11.250.

Além do pagamento do depósito, não tendo representação anterior são obrigados a apresentar 30 assinaturas de apoio.

Lista[11] Partidos Sigla Candidatos
1 Partido Popular para a Liberdade e Democracia VVD Mark Rutte
2 Partido do Trabalho PvdA Lodewijk Asscher
3 Partido para a Liberdade PVV Geert Wilders
4 Partido Socialista SP Emile Roemer
5 Apelo Democrata-Cristão CDA Sybrand van Haersma Buma
6 Democratas 66 D66 Alexander Pechtold
7 União Cristã CU Gert-Jan Segers
8 GroenLinks GL Jesse Klaver
9 Partido Político Reformado SGP Kees van der Staaij
10 Partido pelos Animais PvdD Marianne Thieme
11 50PLUS 50+ Henk Krol
12 Entrepreneurs Party OP Hero Brinkman
13 VoorNederland VNL Jan Roos
14 Denk DENK Tunahan Kuzu
15 Nieuwe Wegen NiWe Jacques Monasch
16 Forum voor Democratie FvD Thierry Baudet
17 The Civil Movement DBB Ad Vlems
18 Free Thinking Party VP Norbert Klein
19 GeenPeil GP Jan Dijkgraaf
20 Pirate Party PP Ancilla van de Leest
21 Artikel 1 A1 Sylvana Simons
22 Niet Stemmers NS Peter Plasman
23 Libertarian Party LP Robert Valentine
24 Lokaal in de Kamer LidK[12] Jan Heijman
25 Jezus Leeft JL Florens van der Spek
26 StemNL SNL Mario van den Eijnde
27 Party for Human and Spirit / Basisinkomen Partij / V-R MenS–BIP Tara-Joëlle Fonk
28 Vrije Democratische Partij VDP Burhan Gökalp

Resultados Oficiais[editar | editar código-fonte]

Partido Votos % +/- Deputados +/-
Partido Popular para a Liberdade e Democracia 2 238 351 21,3 Baixa5,3
33 / 150
Baixa8
Partido para a Liberdade 1 372 941 13,1 Aumento3,0
20 / 150
Aumento5
Apelo Democrata-Cristão 1 301 796 12,4 Aumento3,9
19 / 150
Aumento6
Democratas 66 1 285 819 12,2 Aumento4,2
19 / 150
Aumento7
Esquerda Verde 959 600 9,1 Aumento6,8
14 / 150
Aumento10
Partido Socialista 955 633 9,1 Baixa0,6
14 / 150
Baixa1
Partido do Trabalho 599 699 5,7 Baixa19,1
9 / 150
Baixa29
União Cristã 356 271 3,4 Aumento0,3
5 / 150
Estável
Partido pelos Animais 335 214 3,2 Aumento1,3
5 / 150
Aumento3
50+ 327 131 3,1 Aumento1,2
4 / 150
Aumento2
Partido Político Reformado 218 950 2,1 Estável
3 / 150
Estável
DENK 216 147 2,1 Novo
3 / 150
Novo
Fórum pela Democracia 187 162 1,8 Novo
2 / 150
Novo
Outros (partidos com menos de 1,0%) 161 372 1,4
0 / 150
Votos Inválidos 47 415 0,5 Aumento0,1
Total 10 563 456 100
150 / 150
Eleitorado/Participação 12 893 466 81,9 Aumento7,3
Fonte [13]

Referências

  1. Kiesraad. «Tweede Kamer». www.kiesraad.nl (em holandês). Consultado em 15 de março de 2017 
  2. «Governo dos Países Baixos. 29 de outubro de 2009. Acessado em 16 de março de 2017.» (PDF) 
  3. Modderkolk, Huib. «Russen faalden bij hackpogingen ambtenaren op Nederlandse ministeries - Media - Voor nieuws, achtergronden en columns». De Volkskrant (em holandês). Consultado em 16 de março de 2017 
  4. «Dutch opt for manual count after reports of Russian hacking». The Irish Times (em inglês) 
  5. Modderkolk, Huib. «Plasterk draait: tóch stemsoftware bij verkiezingen - Binnenland - Voor nieuws, achtergronden en columns». De Volkskrant (em holandês). Consultado em 16 de março de 2017 
  6. Kiesraad. «Hoe wordt de uitslag bij de Tweede Kamerverkiezing 2017 vastgesteld?». www.kiesraad.nl (em holandês). Consultado em 16 de março de 2017 
  7. «TK2017 - de exitpoll». Ipsos (em holandês). Consultado em 16 de março de 2017 
  8. «NOS Uitslagen verkiezingen 2017». lfverkiezingen.appspot.com (em inglês). Consultado em 16 de março de 2017 
  9. «Teruglezen: VVD stijgt naar 33 zetels, PVV tweede partij». nrc.nl (em holandês) 
  10. «telegraaf.nl cookie consent». tmgonlinemedia.nl. Consultado em 16 de março de 2017 
  11. 28 partijen nemen deel aan Tweede Kamerverkiezingen 2017, kiesraad.nl, 3 februari 2017
  12. «Persberichten van Lokaal in de Kamer - eigen berichtgeving» 
  13. «NOS Uitslagen verkiezingen 2017». lfverkiezingen.appspot.com (em inglês). Consultado em 16 de março de 2017