Eleições para a Assembleia Constituinte de 1975

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

As eleições para a Assembleia Constituinte foram as primeiras eleições livres com sufrágio universal realizadas no país. Foram também as primeiras eleições após o golpe de estado de 25 de abril de 1974. Realizaram-se no dia 25 de abril de 1975 e elegeram os 250 deputados da Assembleia Constituinte, e tiveram a maior participação de sempre.

O principal objectivo da eleição foi a eleição de uma Assembleia com o fim de escrever uma nova Constituição para substituir a do regime do Estado Novo - a Constituição de 1933 - e, portanto, o parlamento eleito tinha um mandato único de um ano. Nenhum governo foi baseado a partir do apoio parlamentar, e o país continuou a ser governado por um governo provisório militar-civil.

Os resultados deram maioria aos partidos do centro: Partido Socialista e Partido Popular Democrático. A Assembleia Constituinte entrou em funções em 2 de junho de 1975 e foi dissolvida em 2 de abril de 1976, data de conclusão dos trabalhos de elaboração da Constituição.

Lideres/Cabeças de lista partidários[editar | editar código-fonte]

Partido Líder Ideologia Espectro
Partido Socialista Mário Soares Socialismo democrático Centro-esquerda
Partido Popular Democrático Francisco Sá Carneiro Social-democracia Centro-esquerda
Partido Comunista Português Álvaro Cunhal Comunismo Esquerda
Centro Democrático Social Freitas do Amaral Democracia cristã Centro-direita
Movimento Democrático Português José Manuel Tengarrinha Socialismo Esquerda
Frente Socialista Popular Manuel Serra Socialismo Esquerda
Movimento de Esquerda Socialista Afonso de Barros Socialismo Esquerda
União Democrática Popular João Pulido Valente Comunismo Esquerda
Partido Popular Monárquico Gonçalo Ribeiro Telles Monarquismo Direita
Associação para a Defesa dos Interesses de Macau Diamantino de Oliveira Ferreira Conservadorismo Direita

Resultados eleitorais nacionais[editar | editar código-fonte]

Resumo das Eleições para a Assembleia Constituinte de Portugal de 1975
Partido Votos Votos (%) Assentos Assentos
(%)
  PS 2 162 972
 
37,87%
116 46,4%
  PPD 1 507 282
 
26,39%
81 32,4%
  PCP 711 935
 
12,46%
30 12%
  CDS 434 879
 
7,61%
16 6,4%
  MDP 236 318
 
4,14%
5 2%
  FSP 66 307
 
1,16%
0 0%
  MES 58 248
 
1,02%
0 0%
  UDP 44 877
 
0,79%
1 0,4%
  FEC(m-l) 33 185
 
0,58%
0 0%
  PPM 32 526
 
0,57%
0 0%
  PUP 13 138
 
0,23%
0 0%
  LCI 10 835
 
0,19%
0 0%
  ADIM 1 622
 
0,03%
1 0,4%
  CDM 1 030
 
0,02%
0 0%
Totais 5 315 154   250  
Votos em Branco 0 0%  
Votos Nulos 396 675 6,94%  
Participação 5 711 829 91,66%  
Fonte: Mapa oficial. D.R. n.º 115, Suplemento, Série II de 1975-05-19

Deputados eleitos[editar | editar código-fonte]

PS[editar | editar código-fonte]

PPD[editar | editar código-fonte]

PCP[editar | editar código-fonte]

CDS[editar | editar código-fonte]

MDP/CDE[editar | editar código-fonte]

UDP[editar | editar código-fonte]

ADIM[editar | editar código-fonte]


Resultados eleitorais por círculos eleitorais[editar | editar código-fonte]

% D % D % D % D % D % D % D % D % D
Círculo eleitoral PS PPD PCP CDS MDP FSP MES UDP ADIM Total deputados Votantes
Açores 23,0 - 62,8 2 2,4 - 6,1 - 1,1 - - - 0,7 - - - - 2 45 196
Aveiro 31,8 5 42,9 7 3,2 - 11,1 2 3,9 - - - 1,0 - - - - - 14 330 999
Beja 35,6 3 5,3 - 39,0 3 2,2 - 5,5 - - - 2,5 - 1,4 - - - 6 129 191
Braga 27,4 5 37,7 7 3,7 - 18,0 3 2,9 - 0,8 - 0,8 - - - - - 15 337 297
Bragança 24,7 1 43,0 3 2,7 - 13,5 - 3,7 - 1,6 - - - - - - - 4 100 517
Castelo Branco 41,5 5 24,3 2 5,6 - 6,4 - 3,9 - 2,3 - 2,2 - 0,8 - - - 7 153 208
Coimbra 43,2 7 27,2 4 5,7 1 4,6 - 4,4 - 1,4 - 1,7 - - - - - 12 264 113
Évora 37,9 3 6,9 - 37,1 2 2,8 - 7,8 - 1,3 - - - 0,9 - - - 5 127 119
Faro 45,4 6 13,9 1 12,3 1 3,4 - 9,5 1 1,8 - 1,6 - 1,1 - - - 9 205 334
Guarda 28,2 2 33,3 3 2,9 - 19,5 1 3,6 - 1,4 - - - - - - - 6 126 934
Leiria 33,2 5 35,6 5 6,4 - 6,8 1 3,4 - 1,3 - 1,1 - 1,1 - - - 11 241 585
Lisboa 46,0 29 15,0 9 18,9 11 4,8 3 4,1 2 1,3 - 1,1 - 1,7 1 - - 55 1 269 638
Macau - - - - - - - - - - - - - - - - 56,4 1 1 2 876
Madeira 19,6 1 61,9 5 1,7 - 10,0 - 1,3 - - - - - - - - - 6 126 329
Moçambique 41,1 1 - - - - - - - - - - - - - - - - 1 6 080
Portalegre 52,4 3 9,9 - 17,5 1 4,0 - 4,5 - 1,4 - 1,3 - 1,2 - - - 4 102 255
Porto 42,6 18 29,4 12 6,7 2 8,9 3 2,6 1 0,7 - 1,0 - 0,6 - - - 36 837 507
Santarém 42,9 8 18,8 3 15,1 2 4,3 - 4,1 - 2,4 - 1,6 - 1,0 - - - 13 294 991
Setúbal 38,2 7 5,7 1 37,8 7 1,6 - 6,0 1 1,8 - 1,0 - 1,3 - - - 16 377 224
Viana do Castelo 24,5 2 36,0 3 3,8 - 14,5 1 7,1 - 1,7 - 1,5 - - - - - 6 140 001
Vila Real 27,1 2 45,8 4 2,9 - 7,2 - 2,3 - - - - - - - - - 6 140 511
Viseu 21,5 2 43,9 6 2,3 - 17,2 2 4,0 - 2,3 - - - - - - - 10 235 097
Emigração 34,4 - 45,6 1 - - 4,6 - 11,0 - - - - - - - - - 1 18 385
Total 37,9 116 26,4 81 12,5 30 7,6 16 4,1 5 1,2 - 1,0 - 0,8 1 0,0 1 250 5 711 829

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre política é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.