Eleições legislativas regionais na Madeira em 2011

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
‹ 2007 • Flag of Portugal.svg • 2015
Eleições legislativas regionais na Madeira em 2011
47 deputados na Assembleia Legislativa da Madeira
9 de outubro de 2011
Demografia eleitoral
Votantes : 147 344
  
57.45% Red Arrow Down.svg 5.4%
Orange flag waving.svg
PPD/PSD
Votos: 71 556  
lugares obtidos: 25 Red Arrow Down.svg 24.2%
DodgerBlue flag waving.svg
CDS-PP
Votos: 25 974  
lugares obtidos: 9 Green Arrow Up.svg 350%
Pink flag waving.svg
PS
Votos: 16 945  
lugares obtidos: 6 Red Arrow Down.svg 14.3%

As eleições legislativas regionais na Madeira em 2011, também designadas eleições para a Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira, realizaram-se a 9 de outubro de 2011,[1] e delas resultaram a vitória maioritária do Partido Social Democrata, liderado na Madeira por Alberto João Jardim.[2]

A campanha eleitoral para as legislativas regionais na Madeira decorreu de 25 de setembro a 7 de outubro de 2011.[3]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Estas eleições foram marcadas pela descoberta de um "buraco financeiro" nas contas do Governo Regional, o que poderá ter influenciado os resultados eleitorais.[4] [5] De realçar que o PSD obteve o seu pior resultado de sempre em eleições legislativas regionais (48,56%),[6] originando a perda de oito deputados em relação às eleições regionais de 2007.

O CDS e o PS-Madeira alegam que existiram irregularidades nestas eleições,[7] especificamente por causa do transporte de eleitores às urnas por viaturas de vários organismos públicos o que levou à formalização de uma queixa à Comissão Nacional de Eleições (CNE).[8] [9] Por sua vez o delegado da CNE, Paulo Barreto, reagiu dando razão aos queixosos.[8]

Partidos[editar | editar código-fonte]

Os partidos e coligações que concorreram às eleições para a Assembleia legislativa da Região Autónoma da Madeira em 2011 foram os seguintes:

  • CDS-PP – CDS - Partido Popular
  • MPT – Partido da Terra
  • PCP-PEV – CDU - Coligação Democrática Unitáriaa)
  • PND – Nova Democracia
  • BE – Bloco de Esquerda
  • PAN - Partido pelos Animais e pela Natureza
  • PTP - Partido Trabalhista Português
  • PPD/PSD – Partido Social Democrata
  • PS – Partido Socialista
a) Coligação entre o Partido Comunista Português (PCP) e o Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV).[10]

Sondagens[editar | editar código-fonte]

Data de
divulgação
Instituto PPD/PSD CDS-PP PS PTP CDU PND PAN MPT BE Outros / Brancos / Indecisos
2011-10-09 Resultados 2011 48,56% 17,63% 11,5% 6,86% 3,76% 3,27% 2,13% 1,93% 1,7% 2,65%
(Brancos/Nulos)
2011-10-05 EuroSondagem 50,5% 10,5% 17% 2,7% 5,5% 2% 2,5% 3,3% 3,5% 2,5%
2011-10-04 INTERCAMPUS 53,5% 11,8% 16,9% 3,9% 2,8% 2,5% 8,6%
2011-10-03 Universidade Católica 48% 16% 14% 5% 5% 4% 2% 2% 2% 2%
2011-07-28 EuroSondagem 56,6% 10,2% 15,9% 2,3% 3,9% 2,1% 2,3% 2,1% 2,8% 1,8%
2011-06-01 EuroSondagem 50,5% 15% 17,2% 4,5% 3,8% 9%

Resultados oficiais[editar | editar código-fonte]

Resumo das Eleições Legislativas Regionais da Madeira de 2011
Partido Candidato Votos Votos (%) Votos (±) Assentos Assentos
(%)
Assentos
(±)
  PPD/PSD Alberto João Cardoso Gonçalves Jardim 71 556
 
48,56%
-15,68% 25 53,19% -8
  CDS/PP José Manuel de Sousa Rodrigues 25 974
 
17,63%
+12,29% 9 19,15% +7
  PS Maximiano Alberto Rodrigues Martins 16 945
 
11,5%
-3,92% 6 12,77% -1
  PTP José Manuel da Mata Vieira Coelho 10 112
 
6,86%
+6,86% 3 6,38% +3
  CDU(a) Edgar Freitas Gomes Silva 5 546
 
3,76%
-1,68% 1 2,13% -1
  PND Hélder Spínola de Freitas 4 825
 
3,27%
+1,19% 1 2,13% 0
  PAN Rui Manuel dos Santos Almeida 3 135
 
2,13%
+2,13% 1 2,13% +1
  MPT João Isidoro Gonçalves 2 839
 
1,93%
-0,33% 1 2,13% 0
  BE Roberto Carlos Teixeira de Almada 2 512
 
1,7%
-1,28% 0 0% -1
Totais 143 444   47  
Votos em Branco 1 087 0,74% -0,08%  
Votos Nulos 2 813 1,91% +0,48%  
Participação 147 344 57,45% -3,3%  
↑(a) PCP e PEV concorreram em coligação
Fonte: Regionais

Análise dos resultados[editar | editar código-fonte]

A abstenção foi de 42,55%, ou seja, dos 256 483 eleitores recenseados votaram 147 344.[11]

Notas e referências

  1. Ricardo Caldeira (10 de setembro de 2010). Terminou prazo para dissolver a ALM (em português). Jornal da Madeira.
  2. Ana Tomás (9 de outubro de 2011). Madeira. Jardim vence com maioria absoluta mas perde votos (em português). i.
  3. A.M. (7 de outubro de 2011). “Dualidade de critérios do Diário de Notícias” (em português). Jornal da Madeira.
  4. Lusa (31 de agosto de 2011). Jardim diz que notícias sobre 'buraco financeiro' devem-se à proximidade de eleições (em português). Diário de Notícias da Madeira.
  5. Redação/CLC (6 de outubro de 2011). Jardim acusa AR e ministro de «campanha eleitoral» (em português). TVI24.
  6. Madeira: PSD conquista nova maioria absoluta (gráfico animado) (em português). Expresso (9 de outubro de 2011).
  7. Eleições na Madeira, com alegação de irregularidades (em português). RTP (9 de outubro de 2011).
  8. a b Rosário Martins (9 de outubro de 2011). Denúncia de irregularidades motiva ataque de Jardim à CNE (em português). Sol.
  9. Viaturas da Eletricidade da Madeira transportam eleitores (em português). Expresso (9 de outubro de 2011).
  10. Acórdão N.º 255/09 (em português). TC - Tribunal Constitucional (20 de maio de 2009). Página visitada em 11 de outubro de 2009.
  11. Joana Soares (9 de outubro de 2011). PSD-Madeira conquistou nova maioria absoluta (em português). Jornal de Notícias.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]