Eleição municipal de Teresina em 2008

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
‹ 2004 Brasil 2012
Eleições municipais em Teresina Teresina em 2008
5 de outubro de 2008
(Decisão em primeiro turno)
Sílvio Mendes( Foto oficial de prefeito de Teresina).png Nazareno Fonteles.jpg
Candidato Sílvio Mendes Nazareno Fonteles
Partido PSDB PT
Natural de Campo Maior, PI Acaraú, CE
Vice Elmano Férrer Marcos Silva
Votos 273.065 100.546
Porcentagem 70,36% 25,91%


Teresina.PNG
Prefeito(a) da cidade

As eleições municipais em Teresina em 2008 aconteceram em 5 de outubro, como parte das eleições nos 26 estados brasileiros.[1] No Piauí foram eleitos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores em 224 municípios. Foi a terceira eleição no governo Luiz Inácio Lula da Silva.

Cinco candidatos disputaram o Palácio da Cidade, mas a vitória coube ao prefeito Sílvio Mendes, que foi reeleito segundo as regras da Emenda Constitucional nº 16 de 4 de junho de 1997, que garantiu ao titular o direito a pleitear a recondução estando no exercício do cargo executivo. O resultado apontou que Sílvio Mendes estabeleceu o recorde de votação tanto em termos absolutos quanto proporcionais considerando o retorno das eleições diretas para prefeito em 1985.[2] Esse fato fez dele o segundo prefeito de Teresina a ser reeleito a exemplo do ocorrido com Firmino Filho em 2000. Na mesma ocasião Elmano Férrer tornou-se o primeiro vice-prefeito a ser reeleito e em 31 de março de 2010 assumiu quando o titular renunciou para disputar o governo do estado sendo derrotado em segundo turno pelo governador Wilson Martins.

Foram eleitos vinte e um vereadores.

Resultados da eleição para prefeito[editar | editar código-fonte]

Os percentuais atribuídos a cada candidato são calculados segundo o número de votos válidos. Houve ainda 7.794 votos em branco (1,86%) e 21.993 votos nulos (5,26%), estes dois últimos calculados sobre o comparecimento dos eleitores.[3]

Candidato a prefeito(a)
Candidato a vice-prefeito(a) Número Coligação Votos Percentual
Sílvio Mendes
PSDB
Elmano Férrer
PTB
45
Teresina cada vez melhor
PSDB,PTB,DEM,PP,PV,PPS,PR,PTC,PTN,PRP,PHS,PSDC,PRTB
273.065 70,36%
Nazareno Fonteles
PT
Marcos Silva
PMDB
15
Teresina quer muito mais
PT,PMDB,PCdoB,PDT,PSB,PRB,PMN
100.546 25,91%
Ismar Tavares
PCB
Luciana Araújo
PCB
21
PCB (sem coligação)
9.777 2,52%
Alexis Leite
PSOL
Gervásio Santos
PSTU
50
Frente de esquerda socialista
PSOL,PSTU
2.075 0,52%
Avelar
PSL
Francisco Vasconcelos
PSC
17
Força popular de Teresina - A verdadeira mudança
PSL,PSC,PT do B
1.658 0,43%
Lourdes Melo
PCO
Jane Negreiros
PCO
29
PCO (sem coligação)
996 0,26%
  Eleito(a)

Vereadores eleitos[editar | editar código-fonte]

Coube ao PSDB eleger a maior bancada com seis assentos em vinte e um possíveis cabendo à coligação do prefeito reeleito Sílvio Mendes um total de treze vereadores contra oito dos partidos que apoiavam Nazareno Fonteles. As demais coligações não elegeram representantes.[3][4]

O vereador Firmino Filho estabeleceu o recorde de votação em números absolutos ao obter 19.451 votos.[2]

Candidato eleito Partido Votação Cidade onde nasceu Unidade federativa
Firmino Filho[5] PSDB 19.451 Teresina  Piauí
Maj. Paulo Roberto PRTB 7.478 Teresina  Piauí
Teresa Brito PV 7.241 Piripiri  Piauí
Renato Berger PSDB 7.120 São Paulo  São Paulo
Dr. Pessoa PDT 7.056 Água Branca  Piauí
Joninha PSDB 7.032 União  Piauí
Luiz Lobão PMDB 6.780 Teresina  Piauí
Elizeu Aguiar PTB 6.487 Teresina  Piauí
Prof. Zé Nito PMDB 5.729 São Félix do Piauí  Piauí
Edson Melo PSDB 5.457 Teresina  Piauí
Rodrigo Martins PSB 5.636 Teresina  Piauí
Urbano Eulálio PSDB 5.448 Picos  Piauí
Rosário Bezerra PT 5.366 União  Piauí
José Ferreira PSDB 5.245 Teresina  Piauí
Ronney Lustosa DEM 5.637 Teresina  Piauí
Levino de Jesus PRB 5.183 Salvador Bahia Bahia
Sgt. R. Silva PP 4.464 Teresina  Piauí
Décio Solano PT 4.433 Valença do Piauí  Piauí
Ananias Carvalho PV 3.964 Barras  Piauí
Edvaldo Marques PSB 3.827 Teresina  Piauí
Valdemir Virgino PTC 2.060 Parnarama  Maranhão

Referências

  1. Não houve eleições municipais no Distrito Federal.
  2. a b «Tribunal Regional Eleitoral do Piauí: acervo eletrônico». Consultado em 19 de outubro de 2012 
  3. a b «Tribunal Superior Eleitoral: resultado das eleições municipais de 2008». Consultado em 19 de outubro de 2012 
  4. Consideramos aqui a coligação formada para dar suporte a cada uma das candidaturas majoritárias, desconsiderando eventuais dissidências.
  5. Eleito deputado estadual em 2010, foi efetivado em seu lugar o suplente Luiz Humberto Sebim.
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.