Eli Corrêa Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde fevereiro de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Eli Corrêa Filho
Deputado Federal por São Paulo
Período 1 de fevereiro de 2011
até a atualidade
Deputado Estadual de São Paulo
Período 1 de fevereiro de 1999 até
31 de janeiro de 2003
Dados pessoais
Nome completo Adriano Eli Corrêa
Nascimento 13 de janeiro de 1976 (41 anos)
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade Brasileiro
Progenitores Pai: Eli Corrêa
Alma mater Universidade Anhembi Morumbi
Partido DEM (1998—presente)
Profissão Político, radialista
Website Website oficial

Adriano Eli Corrêa, mais conhecido como Eli Corrêa Filho (São Paulo, 13 de janeiro de 1976) é um político brasileiro.[1] É filho do radialista Eli Corrêa e de Ana Maria Pacolo, psicóloga e advogada. É casado com Francislene Assis de Almeida Corrêa e tem duas filhas: Sophia e Luna.

Participa do programa de rádio "Eli Corrêa", na Rádio Capital AM, 1.040 kHz, com o Quadro "O Repórter do Povo", prestando orientação à população sobre direito do consumidor e problemas com o Estado e o Município. Aos sábados, apresenta o Programa Eli Corrêa, programa que reúne entretenimento, prestação de serviço, dicas de saúde, comportamento e lazer.

Foi Deputado Estadual por três mandatos e hoje é Deputado Federal por São Paulo, em seu segundo mandato.

Também já foi Vice-Presidente da Comissão Parlamentar de Defesa do Direito do Consumidor, que discute, zela e analisa questões sobre o consumidor e é Presidente do Partido Democrata na cidade de Guarulhos-SP.

Foi candidato a prefeitura do Município de Guarulhos pelo DEM em 2016, terminando em 2.º lugar.

Votou a favor do Processo de impeachment de Dilma Rousseff.[2] Em abril de 2017 foi favorável à Reforma Trabalhista.[2] [3] Em agosto de 2017 votou contra o processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente Michel Temer, ajudando a arquivar a denúncia do Ministério Público Federal.[2][4]

Referências

  1. «Conheça os Deputados». Portal da Câmara dos Deputados. Consultado em 24 de fevereiro de 2017 
  2. a b c G1 (2 de agosto de 2017). «Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer». Consultado em 11 de outubro de 2017 
  3. Redação (27 de abril de 2017). «Reforma trabalhista: como votaram os deputados». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  4. Carta Capital (3 de agosto de 2017). «Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer». Consultado em 18 de setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]