Elimelech

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Elimelech Weissblum (Lapacha, Galícia, 1717 [1]Lizhensk, março de 1787[2]) foi um rabino e rebe, um dos fundadores do Chassidismo[1]. Seu túmulo encontra-se no cemitério judaico de Lezajsk[2].

Oração de Rabi Elimelech[editar | editar código-fonte]

PRECE ANTES DAS ORAÇÕES 

Tefilá Kôdem Hatefilá 

É benéfico recitar esta súplica antes das Tefilót.

 Compilado pelo Sábio de renome e homem de D-us, nosso mestre,

Rav Elimélech de Lizensk, autor do “Noam Elimélech”, de abençoada memória.

         Que seja a Tua Vontade, Altíssimo, Nosso D-us e D-us dos nossos patriarcas, que ouves o clamor das nossas preces e escutas a voz das orações de Israel, Seu povo, que prepares os nossos corações e que aprontes os nossos pensamentos para a prece.

Coloque as orações diretamente em nossas bocas e atente os Teus ouvidos para a voz da prece dos Vossos servos, que rogam a Ti com voz clamorosa e espírito alquebrado. E Tu, Rei misericordioso, com Tua imensa compaixão e enorme benevolência, perdoa, extirpa de nós e expia, assim como de toda a Casa de Israel, com compaixão, tudo aquilo onde pecamos, toda a iniquidade e o erro que cometemos diante de Ti, pois tudo Te está revelado e conhecido - pois não foi por rebeldia que amargamos e pervertemos Tua palavra, Tua Torá e Teus Mandamentos, mas por causa da intensa má inclinação que inflama dentro de nós constantemente, não nos dando sossego e não nos deixando por um só momento, até nos conduzir para este mundo vão e suas paixões, confundindo nossos pensamentos seguidamente. Até quando estamos diante de Ti para rezar e suplicar por nossas almas, a má inclinação perturba os nossos pensamentos com suas artimanhas e não conseguimos enfrentá-la diretamente, pois nossas forças e nossas mentes se encontram enfraquecidas, assim como nossa capacidade para suportar este fardo, tamanhas as tentações e tribulações.

Por isso Tu, D-us, cheio de compaixão e misericórdia, faz conosco assim como prometestes àquele que é confiável a Ti – Moisés -, como está escrito: “E serei misericordioso com aquele a quem assim o quiser e terei compaixão de quem assim o desejar”. Nossos sábios, de abençoada memória, disseram: “Mesmo que eu não seja integro e que não o mereça, pois o Teu caminho é fazer o Bem com os maus e com os bons”. É tão clara diante de Ti nossa agonia e o nosso infortúnio, que nem podemos nos aproximar do Teu serviço e apegar-nos a Ti com coração pleno e verdadeiro.

Compadece do nosso espírito! Ai de nós, ó Pai Celestial! Desperta Tua enorme compaixão e benevolência sobre nós. Expulsa e extirpa a má inclinação que habita o nosso ser e admoesta-a, para que ela nos deixe de uma vez e que não volte a nos incitar, para nos desviar do Teu Serviço.

Que nossos corações não nutram mais pensamentos nocivos, seja quando acordados ou quando estamos dormindo. E, principalmente, quando estamos diante de Ti, orando, durante nosso estudo de Torá, ou quando estamos cumprindo Teus mandamentos, que nossa mente esteja límpida, clara e fortalecida com verdade e coração íntegro, como é a Tua boa vontade para conosco. Desperta nossos corações e os corações de todos os filhos de Israel para Unificar Teu Santo Nome com verdade e amor, servir a Ti de forma plena e aceita diante do Teu Trono de Glória. Firma nossa Fé em Ti dentro dos nossos corações, sempre, incessantemente, e a Fé estará ligada aos nossos corações, como uma estaca inquebrável.

Remove todos os véus que se interpõe entre Tu e nós, Pai Celestial. E nos salve de todo tipo de fracasso e equívoco. Não nos abandone e não nos deixe esvair. Esteja com nossos lábios quando estivermos orando, com nossas mãos quando Te estivermos servindo e com nossos corações quando estivermos meditando em Ti.

Concede- nós o mérito, nosso Pai Celestial, D-us cheio de misericórdia, para que unifiquemos nossos corações, pensamentos, falas e ações, movimentos e sensações, para que tenhamos consciência e mesmo quando não estamos conscientes, estejam estes revelados ou ocultos, que esteja tudo Unificado Contigo de forma verdadeira e plena, sem pensamentos indesejáveis. Purifica nossos corações e santifica-nos. Despeja águas purificadoras sobre nós e nos expurga com Teu amor e a Tua compaixão.

Implanta em nossos corações amor e reverencia a Ti, sempre, sem cessar, a todo o momento e em todos os lugares: quando estivermos em nosso caminho, quando nos deitarmos e quando nos levantarmos. Faz o Teu espírito inflamar sempre dentro de nós. E que estejamos sempre apoiados em Ti, na Tua Grandeza, no Teu amor e na Tua reverencia; na Tua Torá Oral e na Tua Torá Escrita – tanto a oculta quanto à revelada, nos Teus mandamentos, para unificar o Teu temível Nome e Glória.    

Proteja-nos da arrogância e do orgulho, da ira e do pedantismo, da tristeza e da calúnia, assim como dos maus traços de caráter, de tudo que nos faz desperdiçar o Teu Serviço puro e sagrado, que a nós tanto agrada. Despeja sobre nós Teu espírito sacro, para que estejamos sempre apegados a ti e para que almejemos a Ti cada vez mais.

Que possamos galgar a níveis cada vez mais altos e que logremos alcançar o patamar dos nossos sagrados patriarcas Avraham, Itschac e Iaacov, e que o mérito deles esteja sempre ao nosso lado, para que ouças a voz das nossas preces – e para que sejamos sempre atendidos quando suplicarmos a Ti por nossas almas ou por outras almas do Teu Povo, Israel. Quando oramos por indivíduos ou por toda a Nação.

Alegra-Te e regozija-Te conosco e faremos frutos nos Céus, com raízes na Terra. Não lembres os nossos pecados, principalmente os da nossa juventude, como disse o rei David, que em paz esteja: “Releva os erros da minha juventude e não lembra meus [atuais] pecados”. Transforme nossas falhas e pecados em méritos; influencia-nos desde o Mundo da Teshuvá, para que estejamos sempre vislumbrando retornar a Ti de coração pleno e possamos consertar aquilo que maculamos dos vossos Nomes sagrados e puros.

Nos salva de invejarmos uns aos outros e também, que meu coração não tenha inveja de criatura alguma; pelo contrario, transforma nossos corações, para que vejamos somente o lado bom de cada um e não as falhas; que falemos uns aos outros com integridade e da forma que seja do Teu agrado. Que jamais exista qualquer sentimento de ódio de uma criatura a outra. Fortalece nossa comunicação com o Teu amor. Pois tudo é conhecido e sabido por Ti. Que nos dirijamos a Ti com placidez e saiba que é na nossa verdadeira vontade.

     E se não tivermos juízo suficiente para dirigir o nosso coração a Ti, ensina-nos Tu, para que saibamos verdadeiramente qual o intento da Tua Boa vontade.

    Com tudo isto, suplicamos diante de Ti, D-us, cheio de Misericórdia, para que aceites nossas orações com Vontade e Compaixão. Amén e que seja esta a Tua vontade.

Publicado por Jewish Brazil em conjunto com Beit Hassofer – SP, Brasil.

                  

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre judaísmo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.