Elis (álbum de 1980)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Elis
Álbum de estúdio de Elis Regina
Lançamento dezembro de 1980 (1980-12)
Gravação 1980
Gênero(s) MPB
Duração 35:56
Idioma(s) português
Formato(s) LP e Fita cassete
Gravadora(s) Odeon
Direção Renato Corrêa
Produção Mayrton Bahia
Arranjos César Camargo Mariano
Cronologia de Álbuns de estúdio por Elis Regina
Saudade do Brasil
(1980)

Elis é o último álbum de estúdio da cantora Elis Regina, lançado em dezembro de 1980 pela gravadora Odeon. O álbum vendeu apenas 52 mil cópias, enquanto Elis ainda estava viva.[1]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Lado A
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Sai Dessa"  Ana Terra / Nathan Marques 2:09
2. "Rebento"  Gilberto Gil 5:09
3. "Nova Estação"  Thomas Roth / Luiz Guedes 3:20
4. "O Medo de Amar É o Medo de Ser Livre"  Beto Guedes / Fernando Brant 4:24
Lado B
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Aprendendo a Jogar"  Guilherme Arantes 4:36
2. "Só Deus É quem Sabe"  Guilherme Arantes 4:00
3. "O Trem Azul"  Lô Borges / Ronaldo Bastos 5:04
4. "Vento de Maio"  Telo Borges / Márcio Borges 4:02
5. "Calcanhar de Aquiles"  Jean Garfunkel / Paulo Garfunkel 3:12
Duração total:
35:56

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

  • Direção de produção: Renato Corrêa
  • Produção executiva: Mayrton Bahia
  • Direção Musical: César Camargo Mariano
  • Técnico de gravação: Guilherme Reis
  • Técnico de remixagem: Nivaldo Duarte e Franklin Garrido
  • Corte: Osmar Furtado
  • Arte e projeto gráfico: Vergara
  • Foto e arte de capa: Bina Foryat, Luiz Afonso
  • Arte da capa sobre detalhe da foto da Abril Press: Pedro Martinelli
  • Fotos e encarte: Wilton Montenegro
  • Coordenação gráfica: Tadeu Valério

Músicos[editar | editar código-fonte]

  • Teclados: Cézar Camargo Mariano
  • Baixo: Kzam, Nathan Marques e Pedro Baldanza
  • Baixo acústico: Ezequiel e Fernando Sizão
  • Bateria: Nenê, Picolé e Rubinho
  • Bongô, marimba, caneco, timbales: Chico Batera
  • Cavaquinho: Carlinhos
  • Flauta: Jorginho
  • Guitarras: Frederiko, Nathan Marques e Pisca
  • Órgão: Helvius Vilela
  • Violão acústico e piano acústico: Marílton Borges
  • Percussão: Eliseu Luna, Geraldo, Jorginho, Marçal Filho, Milton Marçal, Sérgio Della Mônica
  • Piston: Maurílio
  • Ritmo: Chico Batera
  • Viola: Crispin del Cistia
  • Violão: Milton Nascimento, Nathan Marques
  • Viola de 12 cordas: Pisca
  • Violão ovation: Nathan Marques, Pisca
  • Violão 6 cordas: César Farias
  • Violão 7 cordas: Dino
  • Sax: José Roberto
  • Saxofone: José Nogueira, Netinho
  • Trombone: Nelsinho
  • Coro: As gatas, César Camargo Mariano, Crispin del Cistia, Cristina, Elis Regina, Fernando Sizão, José Luiz, Gonzaguinha, Lô Borges, Marisa Fossa, Márcio Borges, Marílton Borges, Milton Nascimento, Nathan Marques, Nico Borges, Novelli, Pedro Baldanza, Pisca, Telo Borges, Yê Borges
  • Participações especiais:

Referências

  1. «O amargo brilho do pó». 27 de janeiro de 1982. Consultado em 22 de fevereiro de 2015 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Elis Regina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.