Elisaveta Bagriana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Elisaveta Bagriana
Портретна снимка на Елисавета Багряна. Източник: ДА „Архиви“
Nascimento Elisaveta Ljubomirova Belčeva
29 de abril de 1893
Sófia (Principado da Bulgária)
Morte 23 de março de 1991 (97 anos)
Sófia
Residência Sófia
Sepultamento Cemitério Central de Sófia
Cidadania Bulgária
Cônjuge Ivan Shapkarev
Alma mater
  • Sofiĭski universitet. Istoricheski fakultet
Ocupação poetisa, autora, tradutor, editor literário, escritora
Prêmios
  • Herói da República Popular da Bulgária (1983)
  • Ordem de Georgi Dimitrov (1983)
Empregador Universidade de Sófia
Assinatura
BASA-546K-1-108-19-Elisaveta Bagryana Signature (cropped).JPG

Elisaveta Bagriana, em búlgaro Елисавета Багряна, (Sófia, 29 de abril de 1893 – Sófia, 23 de março de 1991) foi uma poetisa búlgara, considerada, ao lado de Dora Gabe (1886-1983), uma das figuras mais importantes da literatura da Bulgária.

Bagriana foi a segunda dos três búlgaros nomeados para o Prémio Nobel.

No início do século XX, Bagriana manteve estreita amizade com Pétar Russev, pai da política brasileira Dilma Rousseff.[1]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.