Emil Orlik

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2017). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Emil Orlik
Nome nativo Emil Orlík
Nascimento 21 de julho de 1870
Praga
Morte 28 de setembro de 1932 (62 anos)
Berlim
Cidadania República Tcheca
Ocupação litógrafo, pintor, pedagogo, fotógrafo, aqua-fortista, gravador

Emil Orlik (Praga, 21 de julho de 1870Berlim, 28 de setembro de 1932) foi um pintor, água-fortista e litógrafo nascido em Praga, então Império Austro-Húngaro, e que viveu em Praga, na Áustria e na Alemanha.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Emil Orlík era filho de um alfaiate. Estudou arte na escola privada de arte de Heinrich Knirr, onde um dos alunos era Paul Klee. A partir de 1891 estudou na Academia de Munique com Wilhelm Lindenschmit. Aprendeu gravura com Johann Leonhard Raab e experimentou vários processos de impressão.[1]

Cumprido o serviço militar em Praga, regressou a Munique, onde trabalhou na revista Jugend. A maior parte de 1898 foi passada em viagem pela Europa, visitando os Países Baixos, a Grã-Bretanha, a Bélgica e Paris. Tomou contacto com a arte japonesa, e com o impacto que esta tinha então na Europa, decidindo visitar o Japão para aprender técnicas de gravura em madeira. Partiu para a Ásia em março de 1900, parando em Hong Kong antes de atingir o Japão, onde esteve até fevereiro de 1901.[1]

Em 1905 Emil Orlik mudou-se para Berlim e obteve um cargo na "Escola de Imagem e Ilustração" do Museu de Artes Decorativas de Berlim (Kunstgewerbemuseum), hoje parte dos Museus Estatais de Berlim. Ensinou na Academia Berlinense de Artes e Ofícios, onde um dos seus alunos foi George Grosz.

Galeria[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. a b Otterbeck, Cristoph (2007). Europa verlassen: Künstlerreisen am Beginn des 20. Jahrhunderts (em alemão). Weimar: Böhlau Verlag Köln. p. 80. ISBN 978-3-412-00206-0. Consultado em 15 de dezembro de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]