Emilio Botín

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Emilio Botin)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Abril de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Emilio Botín (2010).

Emilio Botin Sanz de Sautuola y Garcia de los Rios[1] (Santander, 1 de outubro de 1934  — Madrid, 9 de setembro de 2014)[2] foi um banqueiro espanhol, presidente mundial do Grupo Santander, um dos maiores grupos financeiros do mundo.

Nascido numa família com tradição no setor bancário (seu pai e seu avô também foram presidentes do Banco Santander), foi nomeado presidente da instituição em 19 de novembro de 1986. Porém sua participação no Grupo teve início ainda em 1958[3] .

Botín era formado em Direito e em Economia pela Universidade de Deusto, na Espanha. Foi casado com Paloma O'Shea Artiñano e foi pai de seis filhos. A sua fortuna estava estimada em 1,1 bilhão de euros.[4]

Morreu na noite de 9 de setembro de 2014 após sofrer infarto.[5]



Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.