Empire (Nevada)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Empire
Localidade dos Estados Unidos Estados Unidos
Localização de Empire, Nevada
Empire está localizado em: Nevada
Empire
Localização de Empire em Nevada
Empire está localizado em: Estados Unidos
Empire
Localização de Empire nos Estados Unidos
Localização
40° 34' 32" N 119° 20' 28" O
Condado Condado de Washoe
Estado  Nevada
Tipo de localidade Região censitária
Características geográficas
Área 13,3 km²
- água 0,0 km²
População (2010) 217 hab. (16 hab./km²)
Altitude 1230 m
Códigos
código FIPS 32-23700

Portal Portal Estados Unidos

Empire é uma região censitária no condado de Washoe, estado do Nevada, nos Estados Unidos. Até 2010 fazia parte da região censitária de Gerlach-Empire. A população segundo o censo de 2010 tinha 217 habitantes.[1]

Uma antiga cidade companhia da United States Gypsum Corporation, Empire chegou a albergar 750 pessoas. Faz parte da RenoSparks Metropolitan Statistical Area.

A vila mais próxima é Nixon, fica a cerca de 97 quilómetros a sul da reserva pertencente à Pyramid Lake Paiute Tribe.

Geografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o United States Census Bureau, a região censitária de Empire tem uma área de 13,3 km2, toda ocupada por terra firme.[1] Fica situada a uma altitude de 1.230 m.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia de Empire depende do turismo de proximidade, no Deserto de Black Rock e caça. A atividade mineira (gipsita) era até 2011 a principal atividade. Empire foi até então uma vila mineira da empresa mineira United States Gypsum Corporation (USG). Todos os residentes de Empire trabalhavam para USG, e à empresa pertenciam as propriedades e os edifícios. A mina de gipsita foi a mina que trabalhou continuamente, sendo a mais longa a funcionar nos Estados Unidos, tendo funcionado entre 1923 e 2011. A maioria das minas encerrou durante a Segunda Guerra Mundial, todos os recursos eram desviados para a guerra. A gipsita foi considerada um recurso essencial e a mina nunca encerrou durante o período. A vila tinha uma igreja, uma piscina pública, um campo de golfe, uma estação de correio (com o zip 89405), e até um aeroporto, o Empire Airport para pequenos aviões. Havia também lojas de conveniência com uma estação de gasolina - a única em 80 quilómetros.

A fábrica de gipsita encerrou as portas em 31 de janeiro de 2011, eliminando 95 empregos, o seu encerramento deveu-se à recessão que se vive desde 2008 que levou a uma enorme queda da construção civil.[2][3] Os residentes com filhos puderam continuar a residir nas casas pertencentes à companhia até 20 de junho de 2011, o fim do ano escolar. Depois dessa data, Empire tornou-se numa cidade fantasma. O código zip 89405 foi eliminado. Quatro empregado da empresa permanecem no local para a manutenção da propriedade.Desde 1991, que se realiza o Burning Man, um festival contracultura semanal, com 51,454 participantes (em 2010), tem lugar nas proximidades. Este festival dinamiza a economia local e um local com muitas atividades recreativas. [4]

História[editar | editar código-fonte]

A cidade foi fundada em 1923; naquele ano, mineiros formaram uma cidade de barracas enquanto a atividade mineira começou foi reivindicada pela Pacific Portland Cement Company em 1910. A cidade pertencia à U.S. Gypsum desde 1948 e teve uma população máxima de 750 habitantes nos inícios da década de 1960. A recessão económica que começou em 2008 forçou o encerramento da mina em 2011, a vila tornou-se incapaz de sobreviver. tornando-se em mais uma cidade fantasma no estado de Nevada. [2][3]

Referências

  1. a b «Geographic Identifiers: 2010 Demographic Profile Data (G001): Empire CDP, Nevada». U.S. Census Bureau, American Factfinder. Consultado em 29 de maio de 2013 
  2. a b Huffington Post: "Empire, Nevada Completely Wiped Out By Recession", June 22, 2011.
  3. a b Bruder, Jessica (30 de maio de 2013). «Slump in construction industry creates a Sheetrock ghost town». The Christian Science Monitor. Consultado em 12 de junho de 2011 
  4. Fulbright, Leslie (28 de agosto de 2005), «A warmer welcome, Residents of small Nevada town profit from annual counter cultural festival», San Francisco Chronicle