Empresa Gerencial de Projetos Navais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
EMGEPRON
Empresa Gerencial de Projetos Navais
Estatal
Indústria Defesa
Fundação 9 de junho de 1982 (36 anos)
Sede Rio de Janeiro, Brasil
Produtos Construção Naval
Munição Naval
Sistemas Navais
Website oficial [1]

A Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON) é uma empresa pública brasileira.[1] Suas instalações ficam na Ilha das Cobras junto ao complexo do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro.

História[editar | editar código-fonte]

Criada em 9 de junho de 1982 na cidade do Rio de Janeiro, é vinculada ao Ministério da Defesa por intermédio do Comando da Marinha.

É integrante da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança.

A EMGEPRON atua no vasto espectro tecnológico dos projetos desenvolvidos pela Marinha do Brasil (MB). Essa atuação dá-se não apenas pela gerência desses projetos, contratada pela MB, mas também pela comercialização de produtos e serviços disponibilizados pelo setor naval da indústria de defesa nacional, incluindo embarcações militares (projeto, construção e modernização), reparos navais, sistemas de combate embarcados, munição de artilharia, serviços oceanográficos, apoio logístico e treinamento de pessoal, entre outros.

Atuação[editar | editar código-fonte]

A empresa desenvolve e gere projetos de engenharia naval para a Marinha do Brasil. Complementarmente, comercializa produtos e presta serviços disponibilizados pelo setor naval da indústria de defesa brasileira, como o projeto, construção e modernização de embarcações militares, execução de reparos navais, desenvolvimento e manutenção de sistemas de combate embarcados, fabricação de munição de artilharia, prestação de serviços oceanográficos, de apoio logístico e de treinamento de pessoal, entre outros.

É por meio da EMGEPRON que o Governo do Brasil realiza parcerias no campo da marinha de guerra entre nações amigas como o Equador[2] e a Namíbia.[3] Desde sua criação, a empresa tem colaborado para o desenvolvimento e aprimoramento dos projetos da Marinha do Brasil, em especial o submarino nuclear e seu projeto de propulsão no Centro Experimental Aramar.[4]

Notas

  1. «Audiência com Ministro discute situação da Emgepron». www.edmilsonvalentim.com.br. 4 de julho de 2007. Consultado em 21 de junho de 2008. 
  2. «Ajuste complementar no campo da indústria naval e da construção civil correlata entre o governo da República Federativa do Brasil e o governo da República do Equador». Ministério das Relações Exteriores. 26 de outubro de 1989. Consultado em 20 de junho de 2008. 
  3. «EM no 00341/MD». Presidência da República. 10 de outubro de 2002. Consultado em 20 de junho de 2008. 
  4. «Aramar abre inscrições para concurso público». Prefeitura de Iperó. 11 de fevereiro de 2008. Consultado em 20 de junho de 2008. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]