Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares- EMSERH
Razão social Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares
Empresa pública
Sede São Luís (MA)
Área(s) servida(s) Maranhão
Produtos Gestão Hospitalar
Acionistas Governo do Estado do Maranhão
Website oficial http://www.emserh.ma.gov.br

A Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH) é uma empresa pública brasileira, dotada de personalidade jurídica de direito privado e patrimônio próprio, vinculada à Secretaria de Saúde do Governo do Maranhão. A Lei Estadual nº 9.732, de 19 de dezembro de 2012, autorizou a sua criação.[1]

Competências[editar | editar código-fonte]

Entre as suas finalidades estão: [2]

  • administração de unidades hospitalares; [2]
  • a prestação de serviços gratuitos de assistência médico-hospitalar, ambulatorial e farmacêutica, de apoio diagnóstico e terapêutico à comunidade;[2]
  • a prestação de apoio às instituições de ensino, pesquisa e extensão e na formação de seus profissionais da saúde.[2]

Hospitais filiados[editar | editar código-fonte]

A EMSERH é a primeira empresa pública de serviço hospitalar do Brasil, em nível estadual.[3]

Fazem parte da Rede EMSERH 70% das unidades de saúde públicas estaduais, totalizando um total de 44 unidades na capital e no interior do estado. [3]

Entre algumas de suas unidades estão: o Hospital de Câncer do Maranhão; o Hospital Presidente Vargas (São Luís); o Hospital Regional de Urgência e Emergência de Presidente Dutra; o Hospital Macrorregional de Coroatá; o Hospital Regional de Caxias Dr. Everaldo Pereira Aragão; os Hospitais Regionais de Matões do Norte, Morros, Peritoró, Itapecuru-Mirim; o Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz; o Hospital Geral de Grajaú; o Centro Especializado em Reabilitação e Promoção da Saúde (CER) do Olho D’Água; o Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOMAR), o Centro de Referência de Exames de Média e Alta Complexidade PAM Diamante; o Laboratório Central LACEN; o Hospital dos Servidores Públicos do Maranhão; a Unidade Mista do Maiobão; as UPAS 24 Horas do Araçagy, Cidade Operária, Coroatá, Codó, Itaqui-Bacanga, Imperatriz, Parque Vitória, São João dos Patos, Vinhais, Chapadinha e Timon; dentre outras. [3][4]

Outras unidades de saúde estaduais são geridas por institutos privados, mas poderão ter sua gestão repassada à EMSERH no futuro.[3]

Referências

  1. «STC». www.stc.ma.gov.br. Consultado em 6 de novembro de 2018 
  2. a b c d «STC». www.stc.ma.gov.br. Consultado em 6 de novembro de 2018 
  3. a b c d «Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares». Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares. Consultado em 6 de novembro de 2018 
  4. «Hospital dos Servidores Públicos do Maranhão realiza mais de mil...». Maranhão de Todos Nós. 21 de outubro de 2018