Energia psíquica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o significado deste termo no esoterismo e na homeopatia, veja psicoenergia.

Energia psíquica é um conceito da psicologia utilizado na caracterização do pensamento e das emoções. A expressão é composta das palavras do idioma grego εργοs, ergos=energia, trabalho, movimento, e Ψυχολογία, ψυχή, "alma". A expressão também é utilizada vinculada à fundamentação de práticas de natureza espiritual em várias tradições, para este sentido consultar o artigo Psicoenergia.

Definição[editar | editar código-fonte]

A expressão "energia psíquica" é empregada na área da psicologia por teóricos como Sigmund Freud e Carl Gustav Jung para designar aspectos mobilizadores da psiquê fundamentais para suas hipóteses sobre o funcionamento da mente humana. Por exemplo, os impulsos da libido.

A energia psíquica é um dos pontos de conexão entre as ciências exatas e a psicologia, tendo sido largamente utilizada por Jung e pelos pós-junguianos na descrição do fenômeno mental, dando origem a uma área de pesquisa denominada física e psicologia.

"A Energia Psíquica" é também o título de um dos livros de Jung publicados em português no Brasil.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Jung, C. "On the Conception of Psychic Energy and the Nature of Dreams." 1948.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre psicologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.