Enka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.

Enka (em japonês: 演歌) é um estilo de música japonesa que é uma mistura de sons tradicionais japoneses com melodias ocidentais, principalmente de influência americana. Porém foi criada entre a Era Meiji e Era Taisho, como uma forma de música de protesto.

O termo enka (演 = "actuar" / 歌= "canção") se formou originalmente na era Meiji, e começou como uma forma de expressão de desacordo político -discursos em forma de música para fazê-los mais atraentes- porém sua forma mudou rapidamente. Foi o primeiro estilo à sintetizar as melodias japonesas com as harmonias ocidentais para criar um novo estilo musical. Entre vários cantores desse gênero, o mais famoso é Kiyoshi Hikawa.

Definição[editar | editar código-fonte]

O gênero musical conhecido como enka, apareceu como o conhecemos no início do século XX, na era considerada por muitos o auge da música japonesa contemporânea (visto que suas raízes provavelmente podem ser remontadas atrás da Coréia e outras partes asiáticos, onde gêneros similares todavía existem até os dias de hoje por conta própria).

Sem confundir-se com a música folclórica tradicional japonesa, que remonta desde muito antes, o enka é basicamente canção de balada, que combina a música moderna ocidental com um sabor claramente japonês. O enka se originou na Era Meiji japonesa durante o início do século XIX como uma forma de ativismo político. Em 1874, o primeiro partido político do Japão foi formado, mas para os líderes deste partido não era permitido falar em público, então eles começaram a escrever canções e mandavam cantores sairem pelas ruas espalhando suas mensagens.

O enka já não é mais usado como instrumento para o ativismo político, mas esta etapa se crê que foi o começo da sua forma lírica. Os caracteres que formam a palavra "enka" (演歌) literalmente significam "canção interpretada". O estilo lírico do gênero crê-se que desarrola desde o Waka, uma forma tradicional de poesía japonesa e canção tradicional. O enka tem os mesmos rasgos poéticos que este outro género.

No Japão, o enka se tornou realmente um estilo musical de sucesso, nos anos de 1950 com o cantor Hachiro Kasuga. O enka pode ser denominado como música popular japonesa, que pode estar presente em músicas de séries de TV, de filmes, de novelas japonesas, etc.

Até a década de 1990, tinha grande participação no programa anual de final de ano, NHK Kouhaku Utagassen, em que os times branco (masculino) e vermelho (feminino) disputam para saber qual será o time vencedor do ano.

Suas letras contém palavras de melancolia, tendo como palavras principais: lágrimas, saquê (aguardente de arroz), lembranças, separação, terra natal, mar, etc...

Instrumentos[editar | editar código-fonte]

Os instrumentos mais comuns usados dentro do enka são uma combinação entre instrumentos ocidentais com tradicionais japoneses. O Violão e instrumentos orquestrais em geral são o acompanhamento principal, visto de instrumentos tradicionais japoneses como o shamisen, koto, e tambores de taiko são usados mas de forma mais moderada, aparecendo em momentos chave para proporcionar um toque típico

O enka se divide em dois grandes sub-grupos: Yonanuki maior e o Yonanuki menor. O Yonanuki maior são as canções destinadas para os homens, com canções geralmente calidaz e tranquilizantes. O Yonanuki menor na diferentemente tende a ser mais emocional, dirigindo-se de maneira recorrente ao desespero, e é usado mais em canções para mulheres.

Cantores enka[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]