Enrique Guaita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Enrique Guaita
Enrique Guaita
Guaita no Estudiantes
Informações pessoais
Nome completo Enrique Guaita
Data de nasc. 11 de julho de 1910
Local de nasc. Lucas González,  Argentina
Nacionalidade argentino(a)
Italiano(a)
Falecido em 18 de maio de 1959 (48 anos)
Informações profissionais
Posição Atacante
Seleção nacional
Flag of Italy.svg Itália
Flag of Argentina.svg Argentina

Enrique Guaita (Lucas González, 11 de julho de 1910 - 18 de maio de 1959) foi um futebolista ítalo-argentino.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Estudiantes[editar | editar código-fonte]

Jogou por apenas nove anos, quatro deles no Estudiantes, tendo iniciado (em 1931) e encerrado a carreira na equipe de La Plata. 33 gols em 65 jogos chamaram a atenção dos dirigentes da Roma, que o levaram para a Itália em 1933, ano em que havia estreado pela Seleção Argentina.

Seleção Italiana[editar | editar código-fonte]

Considerado um legítimo oriundo (estrangeiro de ascendência italiana) e, com isso, cidadão italiano, Guaita foi chamado à Copa do Mundo de 1934 pela Squadra Azzurra. Seu único gol no mundial foi fundamental: foi na vitória nas semi-finais por 1 x 0 sobre o grande Wunderteam da Seleção Austríaca de Matthias Sindelar e Josef Bican, selecionado que havia vencido os italianos em amistoso de preparação para o mundial. Enrico Guaita, como ficou conhecido na Velha Bota, terminou campeão com a Itália, sendo um dos doze jogadores que defenderam ela e a Argentina; no mundial de 1934, teve a companhia dos conterrâneos Luis Monti, Raimundo Orsi e Attilio Demaría, também ítalo-argentinos.

Racing, Estudiantes e Aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Após ser artilheiro da Serie A na temporada 1935/36, voltou ao país natal para jogar no Racing, realizando nova partida pela Argentina em 1937. Em 1938, voltaria ao Estudiantes, parando de jogar dois anos depois.

Morreu com apenas 48 anos em 1959.

Referências

  1. «Perfil na Transfermarkt». Consultado em 4 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]