Enrolamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Enrolamento é o nome dado às bobinas de equipamentos elétrico/eletrônicos com a finalidade de produzir campo magnético para diversos fins.

Enrolamento sobre um núcleo de ferrite (cerâmico) usado normalmente em rádios ou outros dispositivos eletrônicos.

Basicamente são compostas por espiras de fio magnético enroladas em forma de mola sobre um núcleo cerâmico, metálico ou mesmo sem um núcleo (chamado de núcleo de ar).

O fio magnético é um fio de cobre o qual recebe uma (ou mesmo varias, dependento do tipo), camadas de verniz que o torna eletricamente isolado, desta forma mesmo que uma espira toque a espira vizinha não há contato elétrico.

Na prática os enrolamentos são usados ou para gerar um campo magnético ou então para criar uma indutância no circuito no qual ele está ligado.

Campo magnético[editar | editar código-fonte]

Nesse caso é praticamente inevitável o uso de um núcleo para concentrar as linhas do campo magnético. O campo gerado pode ser utilizado para diversos fins dos mais banais aos mais refinados:

  • Gravação de fitas magnéticas (K7)
  • Geração de campo circulante em motores elétricos
  • Eletroimãs para movimentação de cargas metálicas
  • Campos de máquinas de ressonância magnética (campo principal)
  • Abertura de trancas elétricas

Indução magnética[editar | editar código-fonte]

Qualquer enrolamento apresenta uma indutância a qual, em certos tipos de circuitos eletrônicos, se faz indispensável para o funcionamento deste (mesmo no caso dos enrolamentos simplesmente feitos para criar campos magnéticos o efeito físico da indutância está lá apesar de não ser efetivamente utilizado).

Alguns formatos de indutores usados em eletrônica.

Aqui, dependendo do circuito no qual o enrolamento está inserido, do núcleo usado, do tipo de fio, do tamanho e espaçamento das espiras, do formato das espiras e da posição do núcleo (caso exista), o resultado final obtido é tremendamente afetado.

Para citar alguns usos deste tipo de enrolamento: