Entebbe (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Entebbe
7 Days in Entebbe
Cartaz para divulgação do filme no Brasil
No Brasil 7 Dias em Entebbe
Em Portugal Operação Entebbe
 Reino Unido
 Estados Unidos

2018 •  cor •  106 min 
Direção José Padilha
Produção Tim Bevan
Eric Fellner
Roteiro Gregory Burke
Elenco Rosamund Pike
Daniel Brühl
Vincent Cassel
Eddie Marsan
Ben Schnetzer
Gênero drama · suspense · policial
Música Rodrigo Amarante
Direção de fotografia Lula Carvalho
Edição Daniel Rezende
Companhia(s) produtora(s) StudioCanal
Participant Media
Working Title Films
Distribuição Focus Features
Lançamento Brasil 19 de abril de 2018[1][2]
Portugal 29 de março de 2018[3]
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Entebbe (prt: Operação Entebbe[3][4]; bra: 7 Dias em Entebbe[1][5]), originalmente 7 Days in Entebbe[5], é um filme britano[1]-estadunidense[1] de 2018, dos gêneros drama, suspense e policial, dirigido por José Padilha e escrito por Gregory Burke.[5]

O filme, que narra a história da Operação Entebbe, teve pré-estreia no Festival de Berlim em 19 de fevereiro de 2018.[6] .[7] Em 19 de abril de 2018 foi lançado no Brasil[2]

Entebbe é o quarto filme a dramatizar os eventos da Operação Entebe, depois que a TV Americana filmou Victory at Entebbe (1976) e Raid on Entebbe (1977), e o Israelense filme Operação Thunderbolt (1977).[carece de fontes?]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Em 1976, quatro guerrilheiros sequestraram um avião, tomaram os passageiros como reféns e o levaram para a ilha em Entebbe, Uganda, no intuito de libertar dezenas de palestinos presos em Israel.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Em 11 de fevereiro de 2016, foi anunciado que José Padilha, que seria o diretor de Entebbe para a Working Title Films e a StudioCanal, a partir de um script escrito por Gregory Burke.[8] Em 29 de julho de 2016, Rosamund Pike, Daniel Brühl e Vincent Cassel foram escalados para os papéis no filme.[9]

As filmagens tiveram início em 14 de novembro de 2016, em Malta, e a produção teve lugar no Reino Unido.[10][11] Um verdadeiro sequestro ocorreu durante as filmagens no Aeroporto Internacional de Malta.[12]

Referências

  1. a b c d «7 Dias em Entebbe». Brasil: CinePlayers. Consultado em 4 de julho de 2019 
  2. a b «'7 dias em Entebbe' falha ao mostrar 'terrorismo solidário' em thriller mediano de José Padilha; G1 já viu». G1.com. 19 de abril de 2018. Consultado em 19 de abril de 2018 
  3. a b «Operação Entebbe». Portugal: SapoMag. Consultado em 4 de julho de 2019 
  4. «Operação Entebbe». Portugal: CineCartaz. Consultado em 4 de julho de 2019 
  5. a b c «7 Dias em Entebbe». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 4 de julho de 2019 
  6. «″Operação Entebbe″ nas telas da Berlinale». Deutsche Welle. 19 de fevereiro de 2018. Consultado em 19 de abril de 2018 
  7. «José Padilha exibe em Berlim '7 dias em Entebbe', filme sobre conflito palestino-israelense». G1.com. 19 de fevereiro de 2018. Consultado em 19 de abril de 2018 
  8. Jaafar, Ali (11 de fevereiro de 2016). «Jose Padilha In Negotiations To Direct 'Entebbe' For Working Title, Studiocanal – Berlin». Deadline. Consultado em 1 de agosto de 2016 
  9. Jr, Mike Fleming (29 de julho de 2016). «Rosamund Pike, Daniel Bruhl & Vincent Cassel In Talks To Board Jose Padilha's 'Entebbe'». Deadline. Consultado em 1 de agosto de 2016 
  10. «Filming of Entebbe begins». sauldavid.co.uk. Saul David. Consultado em 5 de maio de 2017 
  11. «Filming starts at the Civic Centre. Yes, you read that correctly.». iharrow.com. 13 de janeiro de 2017. Consultado em 5 de maio de 2017 
  12. «Entebbe hijack film shoot stopped by real-life Libya plane hijack in Malta - The Ugandan». The Ugandan. 24 de dezembro de 2016. Consultado em 5 de maio de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme britânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.