Entre el amor y el odio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Entre el amor y el odio
No Limite da Paixão (BR)
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 41-44 minutos
Criador(es) Hilda Morales Allois
País de origem México
Idioma original espanhol
Produção
Diretor(es) Miguel Córcega
Produtor(es) Salvador Mejía Alejandre
Elenco Susana González
César Évora
Sabine Moussier
Alberto Estrella
Marga López
María Sorté
Joaquín Cordero
Carmen Salinas
Ver mais
Tema de abertura Entre el amor y el odio por Ángel López
Exibição
Emissora original Canal de Las Estrellas
Formato de exibição 480i (SDTV)
Formato de áudio Estéreo
Transmissão original 11 de fevereiro – 2 de agosto de 2002
Episódios 125

Entre el amor y el odio (no Brasil, No Limite da Paixão) é uma telenovela mexicana produzida por Salvador Mejía Alejandre para a Televisa e exibida pelo Canal de las Estrellas entre 11 de fevereiro e 2 de agosto de 2002, substituindo El manantial e sendo substituída por Las vías del amor.[1]

A trama é baseada em Cadena de odio, uma radionovela de Hilda Morales Allois. Foi adaptada livremente por Liliana Abud, direção de Miguel Córcega e produção de Nathalie Lartilleux.

A trama foi protagonizada por Susana González e César Évora e antagonizada por Sabine Moussier, Alberto Estrella, Maritza Olivares, Felicia Mercado e Mauricio Aspe.

Sinopse

Ana Cristina e Otávio terão que ultrapassar as barreiras das mentiras e enfrentar o sentimento que os condena. Rodeados das más intenções de seus inimigos e os problemas que terão um a um até chegar a sua meta: estar juntos sem importar o passado. Ana Cristina é uma jovem charmosa e de caráter forte, é a protegida de seu avô, Fernando Villareal. Quando Fernando fica doente, seu sobrinho Otávio Villareal, um homem cheio de rancor porque seu tio impediu seu casamento com sua amada Frida, viaja para vê-lo. Fernando morre, deixando em seu testamento a fábrica de sapatos para Otávio e Ana Cristina: eles são sua única família, mas como condição devem se casar e viver juntos um ano antes de decidir o que fazer com a empresa.

Maciel, o capataz das terras Villareal, começa a caluniar a inofensiva Ana Cristina e convence Otávio para que busque Frida. Sem imaginar, com a convivência cresce um amor profundo entre os dois: ambos são vítimas de um grande ódio por parte de Maciel e Frida, ex-prometida de Otávio, que fazem até o impossível para separar os dois. Agora, Otávio deverá decidir entre o filho que espera de sua amada esposa Ana Cristina e o filho de sua amante Frida que, na verdade, não é seu.

Elenco

Ator / Atriz Personagem
Susana González Ana Cristina Robles / Ana Cristina Robles de Vila-Real
César Évora Otávio Vila-Real
Sabine Moussier Frida Dias / Frida Dias de Vila-Real
Alberto Estrella Maciel Andrade
Marga López Josefa Vila-Real
María Sorté Maria Madalena Ortiz de Moreno / Maria Madalena Ortiz de Andrade
Enrique Lizalde Rogério Valença
Carmen Salinas Dona Célia
Felicia Mercado Lucília Montes
Maritza Olivares Caetana
Harry Geithner Everaldo Castilho
Luz Elena González Fernanda / Fernanda de Moreno
Luis Roberto Guzmán Gabriel Moreno Ortiz
Fabián Robles José Alfredo Moreno Ortiz
Joaquín Cordero Fernando Vila-Real
Ninón Sevilla Macarena Nogales
Elizabeth Aguilar Mirna Nogales / Mirna Nogales de Amaral
Mauricio Aspe Tobias Mourão
Eduardo Noriega Moisés Moyano
Juan Carlos Serrán Vicente Amaral
Vanessa Guzmán Juliana Valença Montes / Juliana Valença de Moreno
Rubén Morales Padre Jesus Alarcón
Manuel "Loco" Valdés Roberto "Rico" Alarcón
Oscar Traven Nícolas Vila-Real
Silvia Manríquez Rosália
Jacqueline Bracamontes Leonela Montenegro de Valença
Miguel Córcega Manuel Robles
Juan Carlos Casasola Aldir
Marlene Favela Cecília Amaral
José Luis Reséndez Cesário Amaral
Violeta Isfel Paz
José Ángel García Rodolfo Moreno
Ofelia Cano Rebeca Ortiz
Jorge Luis Pascual Rogério Valença (Jovem)
Freddy Ortega Caco
Germán Ortega Quico
Patricia Romero Lúcia
Radamés de Jesús Marcelino Peres
Pablo Montero Almas
Ernesto Alonso Abade
Arturo Peniche Fábio Sacristán
Víctor Noriega Paulo Sacristán
Aurora Alonso Prudência
Marcial Casale Trindade
Carlos Amador Tito
Juan Ignacio Aranda Fagundes
Jaime Lozano Dr. Edgard Ramos
Alberto Loztin Ruben Alarcón
Benjamín Rivero Ramon
Armando Palomo Liberdade
Héctor Cruz Padre Manuel Robles (Jovem)
Susana Lozano Glória
Humberto Elizondo Dr. Ortega
Aldo Monti Lourenço Ponte
Irma Torres Rita
Andrés Garza Fernando "Fernandinho" Vila-Real Dias / Fernando Vila-Real Valença
Alejandro Hernández João Manuel Robles
Omar Ayala "O trator"
Aleida Núñez Amélia
Gerardo Gallardo Monge Loureiro
Julio Escalero Monge Estanislau
Agustín Arana Apresentador do desfile de calçados
Hiram Vilchez Recepcionista
Jean Safont Psiquiatra

Produção

  • História original: Hilda Morales de Allouis
  • Versão para a TV: Liliana Abud
  • Adaptação: Jaime García Estrada, Orlando Merino
  • Edição literária: Dolores Ortega
  • Cenografia: María Teresa Ortíz
  • Ambientação: Esperanza Carmona
  • Figurinistas: Mónica Aceves, Mariana Melgarejo
  • Tema de abertura: Entre el amor y el odio
  • Autor: Alejandro Jaen
  • Intérprete: Ángel López
  • Música original: Jorge Avendaño
  • Coordenação de musicalização: Luis Alberto Diazayas
  • Coordenação de produção: Laura Mezta
  • Edição: Marco Antonio Rocha, Alfredo Frutos Maza
  • Supervisor de edição: Adrián Frutos Maza
  • Direção de câmeras em locação: Manuel Barajas
  • Direção de cena em locação: Edgar Ramírez
  • Produtora associada: Nathalie Lartilleux
  • Direção de câmeras: Jesús Nájera Saro
  • Direção de cena: Miguel Córcega
  • Produtor executivo: Salvador Mejía Alejandre

Exibição no Brasil

Foi exibida no Brasil pelo SBT, sob o título No Limite da Paixão, de 28 de julho de 2003 a 26 de janeiro de 2004, em 131 capítulos, substituindo Primeiro Amor...A Mil por Hora e sendo substituída por Menina Amada Minha, às 19h.[2][3]

Foi reprisada pelo SBT entre 22 de maio e 23 de outubro de 2017 em 112 capítulos, às 16:45, substituindo Rubi e sendo substituída por Sortilégio.[4]

Audiência

No México

Em sua exibição original, teve média de 26,3 pontos.[5]

No Brasil

Sempre apresentou índices muito estáveis de audiência, em sua primeira exibição em 2003 iniciou na faixa das 19h com 9 pontos de média, depois trocada para as 18h30 manteve se nos 7 pontos, e mais tarde iniciando as 18h caiu para 6 pontos. Mesmo com as constantes trocas de horário, foi bem sucedida, fechando com 8 pontos de média geral, chegando a picos de 13 no complicadíssimo horário das 18h.[6]

Em sua reprise em 2017, o seu primeiro capítulo exibido no dia 22 de maio marcou 6,2 pontos.[7] Mas, a partir do seu segundo capítulo, a telenovela registrou 5,8 pontos, sofrendo uma queda de 4 décimos em relação ao dia anterior.[8] No dia 7 de junho, a telenovela bateu sua menor média cravando apenas 4,7 pontos.[9] Desde então a telenovela se manteve nos 5 pontos na faixa, índice considerado mediano para o horário. No dia 8 de agosto, a telenovela registrou 6 pontos de audiência, repetindo o índice da sua estreia.[10] Já no dia 16 de outubro de 2017 alcançou a sua melhor média cravando 6,6 pontos, sendo impulsionada pela estreia da reprise de Sortilégio.[11] O Último capítulo garantiu média de 7 pontos, sendo essa a maior audiência de toda a sua reprise.[12] Teve média geral de 5,4 pontos, índice considerado médio para o horário.

Exibição internacional

Bulgária BTV
Peru América Televisión
Chile Megavisión (2002-2003, 2006)
Chile La Red (2010)
Estados Unidos Univision
Estados Unidos Telefutura
Costa Rica Repretel
Brasil SBT (2003-2004, 2017)
Brasil TLN Network
AngolaMoçambique TLN Network
Colômbia RCN Televisión
Equador Gama TV
Paraguai Telefuturo
Argentina Canal 9 (2004) (com reprise em 2007)
México TLNovelas
Venezuela Venevisión
Polónia TVN
Macedónia do Norte A1
República Dominicana Telemicro
Romênia Acasa TV
Eslováquia Markíza TV Doma
Bolívia Red UNO

Prêmios e nomeações

Prêmios TVyNovelas de 2002

Categoria Pessoa Resultado
Melhor ator protagonista César Évora Indicado
Melhor ator antagonista Alberto Estrella Indicado
Melhor atriz co-protagonista Carmen Salinas Indicado
Melhor revelação feminina Susana González Venceu

Prêmios INTE 2003

Categoria Trabalho nomeado Resultado
Telenovela do ano Salvador Mejía Indicado
Ator do ano César Évora Indicado
Ator coadjuvante Alberto Estrella Indicado
Atriz coadjuvante María Sorté Indicado

Referências

  1. «Desan mantener el mismo rating de El Manantial». El Universal. 7 de fevereiro de 2002. Consultado em 27 de julho de 2017 
  2. «"No Limite da Paixão" estréia nesta segunda». Terra. 26 de julho de 2003. Consultado em 2 de maio de 2015 
  3. «Nova novela do SBT traz madrasta cruel». Terra. 25 de janeiro de 2004. Consultado em 21 de abril de 2017 
  4. «SBT escolhe No Limite da Paixão como sua próxima novela das tardes». NaTelinha. 19 de abril de 2017. Consultado em 19 de abril de 2017 
  5. «Ratings promedio telenovelas de TELEVISA en horario estelar!». Foro Point Azul. 3 de março de 2010. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  6. «Audiência das novelas mexicanas no SBT». Bcharts. 1 de maio de 2013. Consultado em 31 de julho de 2015 [ligação inativa]
  7. «Consolidados de segunda-feira, 22 de maio de 2017 - Audiências e Média-Dia». sobretv.com.br. Consultado em 27 de maio de 2017 
  8. «Em segundo capítulo, "No Limite da Paixão" registra queda de audiência». sobretv.com.br. Consultado em 11 de agosto de 2017 
  9. «Cortes? 'No Limite da Paixão' desaba na audiência e SBT começa a ficar preocupado». NOVELA E ETC. 8 de junho de 2017. Consultado em 11 de agosto de 2017. Arquivado do original em 12 de agosto de 2017 
  10. «Em boa fase do SBT, apenas "Fofocalizando" e "No Limite da Paixão" seguem em baixa». sobretv.com.br. Consultado em 11 de agosto de 2017 
  11. «Consolidados de segunda-feira, 16 de outubro de 2017 - Audiências e Média-Dia». Sobre TV. 17 de outubro de 2017 
  12. «Consolidados de Audiência da TV desta segunda-feira (23/10) – Portal Alta Definição». portalaltadefinicao.com. Consultado em 25 de outubro de 2017 

Ligações externas

|}