Entre el amor y el odio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Entre el amor y el odio
Entre o Amor e o Ódio (PT)
No Limite da Paixão (BR)
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 41-44 minutos
Criador(es) Hilda Morales Allois
País de origem  México
Idioma original Espanhol
Produção
Diretor(es) Miguel Córcega
Produtor(es) Salvador Mejía Alejandre
Elenco Susana González
César Évora
Sabine Moussier
Alberto Estrella
Marga López
María Sorté
Joaquín Cordero
Carmen Salinas
ver mais
Tema de abertura «"Entre el amor y el odio"» por (Ángel López)
Exibição
Emissora de televisão original Canal de las Estrellas
Transmissão original 11 de fevereiro de 20022 de agosto de 2002
N.º de episódios 125
Cronologia
El Manantial
Las vías del amor

Entre el amor y el odio (em Brasil: No Limite da Paixão) é uma telenovela mexicana produzida por Salvador Mejía Alejandre para a Televisa e exibida pelo Canal de las Estrellas entre 11 de fevereiro e 2 de agosto de 2002, substituindo El manantial e sendo substituída por Las vías del amor. A trama é baseada em Cadena de odio, uma radionovela de Hilda Morales Allois. Foi adaptada livremente por Liliana Abud, direção de Miguel Córcega e produção executiva de Nathalie Lartilleux.

A trama é protagonizada por Susana González e César Évora e antagonizada por Sabine Moussier e Alberto Estrella.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Ana Cristina e Otávio terão que ultrapassar as barreiras das mentiras e enfrentar o sentimento que os condena. Rodeados das más intenções de seus inimigos, e os problemas que terão um a um até chegar a sua meta: estar juntos sem importar o passado. amigo Ana Cristina é uma jovem charmosa e de caráter forte, é a protegida de seu avô, Fernando Villareal. Ao enfermar a Don Fernando, seu sobrinho Otávio Villareal, um homem cheio de rancor porque seu tio impediu seu casamento com sua amada Frida, viaja para vê-lo. Fernando morre, deixando em seu testamento a fábrica de sapatos para Otávio e Ana Cristina: eles são sua única família, mas como condição devem se casar e viver juntos um ano antes de decidir o que fazer com a empresa.

Marcial, o capataz das terras Villareal, começa a caluniar a inofensiva Ana Cristina e convence Otávio para que busque Frida. Sem imaginar, com a convivência cresce um amor profundo entre os dois: ambos são vítimas de um grande ódio por parte de Marcial e Frida, ex prometida de Otávio, que fazem até o impossível para separar os dois. Otávio deverá decidir entre o filho que espera agora sua amada esposa Ana Cristina, e o filho de sua amante Frida que, na verdade, não é seu.

Mas a chegada de Martha, uma mulher misteriosa e obscura vai mudar completamente e vida de Ana Cristina e Otávio. Ela fará de tudo para defender Ana Cristina nem que para isso precise revelar um grande segredo que guarda.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

  • História original: Hilda Morales de Allouis
  • Versão para a TV: Liliana Abud
  • Adaptação: Jaime García Estrada, Orlando Merino
  • Edição literáraa: Dolores Ortega
  • Cenografia: María Teresa Ortíz
  • Ambientação: Esperanza Carmona
  • Figurinistas: Mónica Aceves, Mariana Melgarejo
  • Tema de abertura: "Entre el amor y el odio"
  • Autor: Alejandro Jaen
  • Intérprete: Ángel López
  • Música original: Jorge Avendaño
  • Coordenação de musicalização: Luis Alberto Diazayas
  • Coordenação de produção: Laura Mezta
  • Edição: Marco Antonio Rocha, Alfredo Frutos Maza
  • Supervisor de edição: Adrián Frutos Maza
  • Direção de câmaras em locação: Manuel Barajas
  • Direção de cena em locação: Edgar Ramírez
  • Produtora associada: Nathalie Lartilleux
  • Direção de câmaras: Jesús Nájera Saro
  • Direção de cena: Miguel Córcega
  • Produtor executivo: Salvador Mejía Alejandre

Exibição no Brasil[editar | editar código-fonte]

Foi exibida no Brasil pelo SBT, de 28 de julho de 2003 a 26 de janeiro de 2004, em 131 capítulos, substituindo Primeiro Amor...A Mil por Hora e sendo substituída por Menina Amada Minha, às 19h.[1][2]

Será reprisada pelo SBT a partir de 22 de maio de 2017, às 16:45, substituindo Rubi.[3]

Audiência[editar | editar código-fonte]

No México[editar | editar código-fonte]

Em sua exibição original, teve média de 26,3 pontos.[4]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Sempre apresentou índices muito estáveis de audiência, iniciou na faixa das 19h com 9 pontos de média, depois trocada para as 18h30 manteve se nos 7 pontos, e mais tarde iniciando as 18h caiu para 6 pontos. Mesmo com as constantes trocas de horário, foi bem sucedida, fechando com 8 pontos de média geral, chegando a picos de 13 no complicadíssimo horário das 18h.[5]

Exibição internacional[editar | editar código-fonte]

Bulgária BTV
Peru América Televisión
Chile Megavisión (2002-2003, 2006)
Chile La Red (2010)
Estados Unidos Univision
Estados Unidos Telefutura
Costa Rica Repretel
Brasil SBT (2003-2004, 2017)
Brasil TLN Network
AngolaMoçambique TLN Network
Colômbia RCN Televisión
Equador Gama TV
Paraguai Telefuturo
Argentina Canal 9 (2004) (com reprise em 2007)
México TLNovelas
Venezuela Venevisión
Polónia TVN
República da Macedónia A1
República Dominicana Telemicro
Roménia Acasa TV
Eslováquia Markíza TV Doma
Bolívia Red UNO

Prêmios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Prêmios TVyNovelas de 2002[editar | editar código-fonte]

Categoria Pessoa Resultado
Melhor ator protagonista César Évora Nomeado
Melhor ator antagonista Alberto Estrella Nomeado
Melhor atriz co-protagonista Carmen Salinas Nomeada
Melhor revelação feminina Susana González Ganhadora

Prêmios INTE[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Trabalho nomeado Resultado
2003 Telenovela do ano Salvador Mejía Nomeada
2003 Ator do ano César Évora Nomeado
2003 Ator coadjuvante Alberto Estrella Nomeado
2003 Atriz coadjuvante María Sorté Nomeada

Referências

  1. «"No Limite da Paixão" estréia nesta segunda». Terra. 26 de julho de 2003. Consultado em 2 de maio de 2015 
  2. «Nova novela do SBT traz madrasta cruel». Terra. 25 de janeiro de 2004. Consultado em 21 de abril de 2017 
  3. «SBT escolhe No Limite da Paixão como sua próxima novela das tardes». NaTelinha. 19 de abril de 2017. Consultado em 19 de abril de 2017 
  4. «Ratings promedio telenovelas de TELEVISA en horario estelar!». Foro Point Azul. 3 de março de 2010. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  5. «Audiência das novelas mexicanas no SBT». Bcharts. 1 de maio de 2013. Consultado em 31 de julho de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]