Equatorial Energia Pará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Equatorial Energia
Razão social Equatorial Energia Pará
Empresa de capital aberto
Cotação B3CELP3, CELP5, CELP6, CELP7
Atividade Energia elétrica
Gênero Sociedade anônima
Fundação 1962 (58 anos)
Sede Belém, PA, Brasil Brasil
Área(s) servida(s) Em torno do PA
Proprietário(s) Equatorial Energia
Presidente Nonato Castro
Empregados 2476 (2005)
Produtos Distribuição de energia elétrica
Transmissão de energia elétrica
Renda líquida R$ 1.025.292 mil (2004)
Website oficial www.celpa.com.br

A Equatorial Energia Pará[1][2], antes conhecida como Centrais Elétricas do Pará (Celpa) é uma empresa de distribuição e geração de energia, controlada pela Equatorial Energia.

História[editar | editar código-fonte]

A Parah Electric Railways and Lighting Company Ltd. foi inaugurada, em 1902, trazendo a energia elétrica ao Estado do Pará.

Em 1962 a Celpa foi criada com o objetivo de eletrificar o Estado do Pará e sete anos mais tarde, associou-se à Força e Luz do Pará S.A - Forluz, originando uma única concessionária de energia.

Em 1981, a Celpa passou a contar com energia do Sistema Interligado Norte-Nordeste e, em 1998, por meio de um leilão de privatização realizado no dia 09 de julho, passou a fazer parte da Rede Energia.

Com mais de 1,2 milhão de km2, o Pará representa quase 15% do território nacional e concentra, em seu território, cerca de 34% de toda a extensão da bacia amazônica. Seu potencial hidrelétrico é avaliado em mais de 61 mil MW e está distribuído em nove grandes bacias, destacando-se a do Rio Tocantins, onde foi implantada a Usina Hidrelétrica de Tucuruí, inaugurada em 1984 e o Rio Xingu,onde foi implantada a Usina Hidrelétrica de Belo Monte , inaugurada em 2019.

Em fevereiro de 2012 a Companhia entrou com um Pedido de Recuperação Judicial à ANEEL e em setembro do mesmo ano o Plano de Recuperação Judicial da Companhia foi aprovado. Em 1º de novembro de 2012 a Equatorial Energia adquiriu o controle da Celpa por um valor simbólico de 1 real[3] , dado a sua expertise no processo de turnaround de ativos estressados.

Em 19 de abril de 2013, a Assembleia Geral da Celpa homologou parcialmente o seu aumento de capital, através do qual a Equatorial Energia passou a deter 96,18% do seu capital total e em novembro de 2014 a Celpa saiu da Recuperação Judicial.[4] Em dezembro de 2019 extinguiu-se o nome centrais elétricas do Pará - CELPA e passou a se chamar Equatorial Energia Pará.

Geração e transmissão[editar | editar código-fonte]

Usina Diselétrica de Novo Progresso.

A empresa esta focalizada em distribuir, e não em gerar, principal fonte de produção de energia para a Celpa é a UHE Tucuruí administrada pela Eletronorte, gerando energia para 74% da população do Pará, as demais fontes são Usinas Dieselétricas, onde não há integração com nenhuma linha de transmissão, conhecidas também como Térmicas de Sistema Isolado, totalizando 32, sendo 11 próprias e as restantes terceirizadas, há distribuição de energia gerada por PCH´s, como por exemplo a PCH Salto Curuá, PCH Salto Três de Maio e PCH Salto Buriti. O sistema de transmissão e distribuição conta com 59 subestações e 1129,9 km de linhas de transmissão (LTs) de 69 kV, 1840, 2 km de 138 kV, e 11,1 km de 230 kV; 30.901 km de linhas da rede de distribuição (RD), e algo em torno dos 480.000 postes em 2005.

Área de concessão[editar | editar código-fonte]

A distribuição de energia elétrica efetuada pela Celpa, alcança os 144 municípios paraenses, totalizando 8,5 milhões de habitantes, através de 1.960.000 unidades consumidoras.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. www.gmz.solutions, GMZ Solutions. «Equatorial Pará é uma das 150 melhores empresas para trabalhar no Brasil - Equatorial Pará – PA». pa.equatorialenergia.com.br. Consultado em 5 de dezembro de 2019 
  2. 06.12.19 9h25. «Concessionária de energia Celpa muda o nome». O Liberal. Consultado em 8 de dezembro de 2019 
  3. «empresa maranhense compra celpa por 1 real». Consultado em 7 de dezembro de 2019 
  4. «conheça a celpa». Consultado em 7 de dezembro de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.