Era de Planck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Em cosmologia, a era de Planck, também chamada de época de Planck ou ainda período de Planck é o mais antigo período de tempo (o mais longínquo de nosso atual momento) na história do universo, entre zero e 10−43 segundos (um tempo de Planck), durante o qual as três forças fundamentais estavam unificadas(Força Nuclear Fraca, Força Nuclear Forte e Eletromagnetismo) e não existiam partículas elementares.[1]

A mecânica quântica padrão diz que não tem sentido falar-se de intervalos menores que um tempo de Planck ou de distâncias menores que um comprimento de Planck. Em consequência, a história do universo deve ser contada a partir do momento em que culmina o primeiro tempo de Planck. Igualmente, o volume do universo deve-se contar a partir do primeiro comprimento de Planck de diâmetro em lugar de zero, de maneira que nunca houve uma singularidade de densidade infinita.

A era cosmológica seguinte é conhecida como era da grande unificação.

Na atualidade (2022), não se conhece uma teoria universalmente aceita, a teoria de tudo, que unifique a mecânica quântica e a gravidade relativista.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Era de Planck». Departamento de Astronomia da Universidade de São Paulo 
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.