Era de Vendel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Elmo de ferro e bronze de Vendel

A Era de Vendel (em sueco: Vendeltiden) é um período arqueológico da Pré-História da Suécia que vai de cerca de 550 a 800, e cujo nome provém da pequena povoação de Vendel, na província histórica da Uplândia. Não foram encontradas fontes escritas da época, pelo que são os achados arqueológicos que permitem apurar a história do período.[1][2][3] Faz parte do período inicial da Idade do Ferro germânica, tendo sido precedido pela Era das Migrações Nórdicas, e sucedida pela Era Viquingue.[4]

Os achados do período mostram um período expansivo da região da Uplândia, habitada então pelos Suíones.[4][5] Ocupavam quatro zonas da Uplândia – Tiundalândia, Atundalândia, Fiadrimdalândia e a parte costeira chamada de Roden.[6] Para além dos Suíones, a Escandinávia era nesta época habitada por outras tribos germânicas - os Danos, os Gotas, os Gutas, os Jämtas e os Noruegueses – assim como por dois outros povos – os Finlandeses e os Lapões.[7] A sociedade da época tinha um caráter hierárquico e guerreiro, onde a agricultura era a base de subsistência, completada pelo comércio e pelas atividades militares.[8]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Gabrielsen, Karsten; Thurban, Christian (2002). «Tiden före». Vikingar. En översikt (em sueco). Lunda: Historiska Media. 73 páginas. ISBN 91-89442-53-9 
  • Hedenborg, Susanna; Johansson, Alf W.; Melin, Jan (2006). «Vendeltiden (cirka 550 e. Kr.-cirka 800 e. Kr.)». Sveriges historia: koncentrerad uppslagsbok, fakta, årtal, kartor, tabeller (em sueco). Estocolmo: Prisma. ISBN 9789151846668 
  • Stjernquist, Berta (2018). «Vendeltid». Enciclopédia Nacional Sueca (em sueco). Gotemburgo: Universidade de Gotemburgo